Bolsonaro diz que Brasil entrará na OCDE dentro de “um ano e pouco”

Esta quinta-feira, o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse que o país entrará na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) dentro de “um ano e pouco”, argumentando que a seleção é feita “a conta-gotas”.

“Não é chegar e entrar. A seleção [de entrada na OCDE] é feita a conta-gotas. Continuamos firmes e fortes, daqui um ano, um ano e pouco estaremos dentro, se Deus quiser. A verdade é uma só: a Argentina e Roménia estavam na frente. Não queremos torcer para que ninguém fique para trás. Foi escolhido um país da América do Sul e outro da Europa”, disse Bolsonaro, num vídeo transmitido em direto no Facebook.

As declarações do chefe de Estado surgem horas depois da agência de notícias Bloomberg ter avançado que o Governo norte-americano decidiu não apoiar a candidatura do Brasil para aderir à OCDE. A decisão foi comunicada pelo secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, numa carta enviada ao secretário-geral da OCDE, Ángel Gurría, em 28 de agosto.

Na carta obtida pela agência, Pompeo informou que Washington apoiava apenas as propostas de adesão como novos membros da Argentina e Roménia. Washington também rejeitou um pedido de discutir mais ampliações na OCDE.

Contudo, pouco tempo depois, Pompeo usou o Twitter para declarar que administração norte-americana mantém o apoio à entrada do Brasil OCDE, sem, porém, estabelecer prazos.

“Ao contrário do que dizem os media, os Estados Unidos, consistente com a declaração conjunta de 10 de março do Presidente Donald Trump e do Presidente Jair Bolsonaro, apoiam totalmente o Brasil no início do processo para se tornar um membro pleno da OCDE. Saudamos os esforços contínuos do Brasil em relação a reformas económicas, melhores práticas e uma estrutura regulatória alinhada aos padrões da OCDE”, escreveu Mike Pompeo no Twitter.

Jair Bolsonaro culpou a imprensa pela divulgação das informações e afirmou que a decisão do Brasil entrar naquela organização internacional não depende exclusivamente dos Estados Unidos.

“Na primeira vez que estive com Donald Trump pedi-lhe esse apoio e ele imediatamente nos deu. Agora não depende só dele. Tem que haver unanimidade de todos os países. O primeiro que procurámos foi Israel. A nossa equipa foi trabalhando, e estamos praticamente a chegar lá. Só que dois países estavam na frente, Argentina e Roménia”, reforçou o mandatário brasileiro.

O apoio dos EUA à Argentina e a Roménia acontece quando as duas nações estão a passar por convulsões políticas internas.

Bolsonaro aproveitou a transmissão em vídeo no seu Facebook para declarar que espera que “a Argentina escolha corretamente o seu Presidente, por ocasião das eleições no final de outubro”.

“Esperamos que não volte aquela turminha da Dilma e Lula [ex-presidentes de esquerda brasileiros], do falecido [Hugo] Chávez, se é que não está vivo em algum lugar bem quente por aí, [Nicolás] Maduro, Fidel Castro (…) Espero que a Argentina escolha bem o seu Presidente e ela continue a ser uma grande parceira nossa”, frisou Jair Bolsonaro.

O chefe de Estado do Brasil referiu ainda que o seu antecessor na Presidência, Michel Temer, chegou a negociar a entrada do Brasil na OCDE, enquanto que “no Governo do Partido dos trabalhadores (PT) nem tentaram, porque nem iriam conseguir de jeito nenhum”, concluiu.

A embaixada dos EUA em Brasília escreveu na quinta-feira no seu site que o país “apoia a expansão da OCDE a um ritmo controlado, que leve em conta a necessidade de pressionar as reformas de governança e o planeamento de sucessão”.

O Brasil apresentou o seu pedido de adesão à OCDE em maio de 2017.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …

Portugueses começam a votar nas Presidenciais este domingo. Há 246 mil inscritos

Os portugueses começam a votar já neste domingo, uma semana antes das eleições Presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para que se inscreveram mais de 246 mil eleitores. As europeias e …

Maduro ofereceu oxigénio ao Amazonas (quando há venezuelanos a morrerem por falta dele)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ofereceu oxigénio hospitalar ao Estado do Amazonas, no Brasil, para ajudar a combater a falta deste gás devido ao elevado número de casos de covid-19. Uma generosidade que está …

Pior dia da pandemia. Portugal regista 10.947 infetados e 166 mortos em 24 horas

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que, este sábado, Portugal atingiu dois recordes num só dia. Portugal voltou a registar um novo máximo este sábado, no dia dois do novo confinamento. Nas últimas …

Vírus duplica incidência em Espanha. Já provocou quase 2.500 mortos em 2021

Nos primeiros 15 dias de 2021, o número de infeções por covid-19 duplicaram em Espanha, com mais 300 mil novos contágios e 2.477 mortes, segundo números das autoridades sanitárias. Espanha começou o ano de 2021 com …

Apoio do Governo para pagar conta da luz em Janeiro não passa dos 2,40 euros por família

O apoio extraordinário que o Governo vai dar às famílias portuguesas para o pagamento da conta da luz, neste mês de Janeiro, devido ao confinamento e às temperaturas anormalmente baixas, é modesto. A verba máxima …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: um clássico que valia 14 pontos

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/fc-porto-1-1-benfica-o-musical-1 Chegámos.   Chegámos ao grande jogo do campeonato. Desta vez aparece no calendário só a meio de Janeiro, mas cá está ele. O grande jogo. "Ai não! Há Sporting, há Boavista, há Braga!". O Sporting e o …

Armin Laschet sucede a Angela Merkel na liderança da CDU

Este sábado, Armin Laschet foi eleito líder do partido alemão União Democrata-Cristã (CDU), depois de Angela Merkel ter abandonado o cargo, em setembro. Armin Laschet, chefe do governo da Renânia do Norte-Vestfália, é o novo líder …

"Não há vagas". Ambulâncias fazem fila à porta dos hospitais (até parece Itália em Março)

Os engarrafamentos de ambulâncias à entrada das urgências dos Hospitais de Torres Vedras e de Santa Maria, em Lisboa, ilustram a gravidade do que está a acontecer no Serviço Nacional de Saúde (SNS) com o …