Bolsonaro diz que Brasil entrará na OCDE dentro de “um ano e pouco”

Esta quinta-feira, o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse que o país entrará na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) dentro de “um ano e pouco”, argumentando que a seleção é feita “a conta-gotas”.

“Não é chegar e entrar. A seleção [de entrada na OCDE] é feita a conta-gotas. Continuamos firmes e fortes, daqui um ano, um ano e pouco estaremos dentro, se Deus quiser. A verdade é uma só: a Argentina e Roménia estavam na frente. Não queremos torcer para que ninguém fique para trás. Foi escolhido um país da América do Sul e outro da Europa”, disse Bolsonaro, num vídeo transmitido em direto no Facebook.

As declarações do chefe de Estado surgem horas depois da agência de notícias Bloomberg ter avançado que o Governo norte-americano decidiu não apoiar a candidatura do Brasil para aderir à OCDE. A decisão foi comunicada pelo secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, numa carta enviada ao secretário-geral da OCDE, Ángel Gurría, em 28 de agosto.

Na carta obtida pela agência, Pompeo informou que Washington apoiava apenas as propostas de adesão como novos membros da Argentina e Roménia. Washington também rejeitou um pedido de discutir mais ampliações na OCDE.

Contudo, pouco tempo depois, Pompeo usou o Twitter para declarar que administração norte-americana mantém o apoio à entrada do Brasil OCDE, sem, porém, estabelecer prazos.

“Ao contrário do que dizem os media, os Estados Unidos, consistente com a declaração conjunta de 10 de março do Presidente Donald Trump e do Presidente Jair Bolsonaro, apoiam totalmente o Brasil no início do processo para se tornar um membro pleno da OCDE. Saudamos os esforços contínuos do Brasil em relação a reformas económicas, melhores práticas e uma estrutura regulatória alinhada aos padrões da OCDE”, escreveu Mike Pompeo no Twitter.

Jair Bolsonaro culpou a imprensa pela divulgação das informações e afirmou que a decisão do Brasil entrar naquela organização internacional não depende exclusivamente dos Estados Unidos.

“Na primeira vez que estive com Donald Trump pedi-lhe esse apoio e ele imediatamente nos deu. Agora não depende só dele. Tem que haver unanimidade de todos os países. O primeiro que procurámos foi Israel. A nossa equipa foi trabalhando, e estamos praticamente a chegar lá. Só que dois países estavam na frente, Argentina e Roménia”, reforçou o mandatário brasileiro.

O apoio dos EUA à Argentina e a Roménia acontece quando as duas nações estão a passar por convulsões políticas internas.

Bolsonaro aproveitou a transmissão em vídeo no seu Facebook para declarar que espera que “a Argentina escolha corretamente o seu Presidente, por ocasião das eleições no final de outubro”.

“Esperamos que não volte aquela turminha da Dilma e Lula [ex-presidentes de esquerda brasileiros], do falecido [Hugo] Chávez, se é que não está vivo em algum lugar bem quente por aí, [Nicolás] Maduro, Fidel Castro (…) Espero que a Argentina escolha bem o seu Presidente e ela continue a ser uma grande parceira nossa”, frisou Jair Bolsonaro.

O chefe de Estado do Brasil referiu ainda que o seu antecessor na Presidência, Michel Temer, chegou a negociar a entrada do Brasil na OCDE, enquanto que “no Governo do Partido dos trabalhadores (PT) nem tentaram, porque nem iriam conseguir de jeito nenhum”, concluiu.

A embaixada dos EUA em Brasília escreveu na quinta-feira no seu site que o país “apoia a expansão da OCDE a um ritmo controlado, que leve em conta a necessidade de pressionar as reformas de governança e o planeamento de sucessão”.

O Brasil apresentou o seu pedido de adesão à OCDE em maio de 2017.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rui Pinto colocado em prisão domiciliária

O hacker Rui Pinto, criador do Football Leaks e autor das revelações do caso Luanda Leaks, foi colocado em prisão domiciliária esta quarta-feira. Rui Pinto, que estava em prisão preventiva desde 22 de março de 2019, …

Detidas 33 pessoas desde a renovação do estado de emergência

A PSP e a GNR detiveram, até terça-feira, 33 pessoas pelo crime de desobediência desde 3 de abril, totalizando 141 as detenções feitas desde o início do estado de emergência, indicou o Ministério da Administração …

Bruxelas disponibiliza 300 milhões de euros a pequenas e médias empresas para alavancar investimentos

O programa "Escalar" disponibiliza 300 milhões de euros, através do Fundo Europeu de Investimento, para apoiar investimentos de pequenas e médias empresas "promissoras" que queiram crescer. A Comissão Europeia anunciou que vai disponibilizar 300 milhões de …

Maçonaria cancela eleições e proíbe rituais em sessões virtuais

A pandemia de Covid-19 levou o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, Fernando Lima, a principal obediência maçónica em Portugal, a cancelar as eleições e a proibir os encontros com rituais maçónicos 'online', visto que …

Mourinho quebra regras e assume que errou ao ir treinar com Ndombele

Fotografias e vídeos divulgados nas redes sociais mostram José Mourinho e os jogadores do Tottenham a treinar juntos e a violar as regras de segurança impostas devido ao surto do novo coronavírus. O Tottenham, treinado por …

Rússia bate recordes de infeções diárias. Em Itália, o número de mortes voltou a diminuir

Há três dias consecutivas que o número de novos casos bate recordes de crescimento na Rússia. Já em Itália, o número de mortes voltou a diminuir esta quarta-feira. Pelo terceiro dia consecutivo, o crescimento de número …

Governo prepara apoios aos media "à medida das televisões"

O Governo está a preparar medidas de apoio aos meios de comunicação social, gravemente afetados pela crise causada pela pandemia de Covid-19. Contudo, como considerou o administrador da Global Media Group, Afonso Camões, citado pelo Dinheiro Vivo, tudo …

Archewell. Harry e Meghan registam a sua nova marca

O príncipe Harry e Meghan Markle registaram a sua nova marca, uma fundação sem fins lucrativos chamada Archewell. De acordo com o jornal britânico The Guardian, que cita registos datados de 3 de março, a marca …

Libertação de reclusos. Esquerda ao lado do Governo garante aprovação

PSD, CDS-PP, PAN e Iniciativa Liberal manifestaram reservas ao diploma que prevê a concessão de indultos e antecipação do fim das penas para reclusos que tenham cometido crimes pouco graves. A proposta do Governo que cria …

Galp anuncia cortes de 500 milhões de euros por ano devido à pandemia

A Galp Energia decidiu cortar mais de 500 milhões de euros por ano dos seus custos operacionais e investimentos para 2020 e 2021, visando fazer face ao impacto da pandemia de Covid-19 na procura de …