Universidade do Porto acusada de impor contratos a bolseiros com cortes de 500 euros

Algumas dezenas de bolseiros de investigação científica da Universidade do Porto preparam-se para avançar para tribunal. Os bolseiros acusam a instituição de estar a impor contratos que chegam a cortar 500 euros da remuneração devida.

A Associação de Bolseiros de Investigação Científica (ABIC) afirma que a Universidade do Porto está a pressionar os bolseiros a assinarem contrato no âmbito do Programa de Regularização de Vínculos na Administração Publica (PREVPAP), mas sem respeito pela lei.

Em declarações à TSF, uma das dirigentes da associação, Isabel Gomes, explica que os contratos não têm em conta, por exemplo, a antiguidade destes funcionários.

“Independentemente das funções desempenhadas pelas pessoas, independentemente dos anos que elas estiveram com vínculos inadequados, a desempenhar funções permanentes na universidade, está a contratá-los todos na mesma bitola, colocando-os na base da carreira de técnico superior. Nalguns casos pode significar um ligeiro aumento, noutros casos pode haver perda significativa que ronda os 100, 200, 500 euros em termos líquidos.”

“O contrato que nos estão a fazer não é uma proposta, não é negociável. Portanto, nós somos obrigados a aceitá-lo coercivamente. Sendo obrigadas o que é que vão fazer, vão obviamente contestar, por carta, o conteúdo deste contrato e, depois, fazer o que tem de ser feito para discutir legalmente esta contratação. Discutir em tribunal se, de facto, há aqui ou não ilegalidade”, disse Isabel Gomes.

De acordo com a ABIC/Norte, ao PREVPAP candidataram-se cerca de 500 professores e bolseiros da Universidade do Porto, “pouco mais de 20 receberam parecer positivo e algumas centenas seguiram para audiências prévias, recurso ou ação em tribunal”.

Também nota remetida às redações pela ABIC reforça as críticas à Universidade do Porto, apontando que os contratos produzidos por esta “violam claramente o espírito do PREVPAP, designadamente no que diz respeito ao impedimento de perdas de retribuição, à contabilização do tempo de carreira e a valorização das habilitações”.

“Não é só a ABIC que tem este entendimento, mas também o Tribunal da Relação de Lisboa que em Acórdão de 26 junho 2019, processo 6132/17, numa situação semelhante afirma que a celebração de contrato no âmbito do PREVPAP implica necessariamente ‘o reconhecimento de que a relação existente antes da celebração do contrato, configurava um contrato de trabalho’, não podendo existir perda de retribuição na regularização do vínculo laboral”, lê-se na nota.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Novo lay-off conta apenas com 1% das adesões do simplificado

O sucedâneo do lay-off simplificado conta apenas com 1.268 adesões nas primeiras duas semanas. Este valor é apenas 1% do número de empresas que acederam ao primeiro apoio. Nas primeiras duas semanas desde a sua implementação, …

Trump promove falsa teoria de que Kamala Harris não nasceu nos EUA (e que não será elegível para vice)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que ouviu que Kamala Harris, candidata democrata à vice-presidência da Casa Branca, não era elegível para o cargo, com base num boato que sugeria que pode não …

"Avante!". Pede-se máscara obrigatória, mas PCP só dá ouvidos à DGS

Vários peritos pedem o uso obrigatório de máscara na Festa do Avante!, mas o PCP só atende às recomendações feitas pela Direção-Geral da Saúde. Depois de muita contestação, a Festa do Avante! vai mesmo realizar-se, entre …

Coreia do Sul com maior número de casos desde março. Seul reforça medidas restritivas

A Coreia do Sul endureceu este sábado as medidas restritivas para conter a pandemia de covid-19 em Seul e arredores após registar o número mais elevado de novos casos diários em cinco meses. As regras, que …

Cavani tem viagem marcada para fechar acordo com o Benfica

Vários órgãos de informação avançam que Edinson Cavani tem viagem marcada para a Europa, onde deverá assinar com o SL Benfica dentro dos próximos dias. Depois de várias semanas de negociações, Edinson Cavani está praticamente garantido …

Novo Banco. Gama Life garante não ter relação com Greg Lindberg (mas GNB mudou-se para a sua morada)

O fundo da Apax Partners que assumiu o controlo da GNB Vida depois da compra ao Novo Banco “mudou-se” para a mesma morada de empresas do multimilionário Greg Lindberg em Londres, apesar da seguradora garantir …

Ministra admite que não leu relatório sobre Reguengos (e desvaloriza surtos em lares)

A ministra da Segurança Social admitiu, em entrevista ao semanário Expresso, que não leu o relatório sobre Reguengos de Monsaraz, mas considerou que a dimensão dos surtos de covid-19 em lares “não é demasiado grande …

Calvário no Barcelona. Setién de saída, Messi faz ultimato e Piqué fala em "vergonha"

O Barcelona foi esmagado (8-2) pelo Bayern Munique, nos quartos de final da Liga dos Campeões. Setién está de saída, Messi fez um ultimato e Piqué falou em "vergonha". Foi a noite mais negra de sempre …

Antonoaldo Neves quer receber mais para sair da TAP (mas Governo não paga "nem mais um cêntimo")

Quando foi anunciado o acordo de saída de David Neeleman da TAP, o Governo anunciou também que Antonoaldo Neves, CEO da companhia, seria substituído. No entanto, ainda não se chegou um acordo para a saída. …

Explosão em Beirute terá sido causada por trabalhos de manutenção

A explosão no porto de Beirute, no Líbano, que matou 171 pessoas, feriu mais de 6 mil e deixou um rasto de destruição na cidade, poderá ter sido causada por trabalhos de manutenção num armazém. …