/

Bolívia emite ordem de prisão contra Evo Morales

Exilado no México, o antigo presidente boliviano Evo Morales tem agora uma ordem de prisão em seu nome por crimes de sedição e terrorismo.

O Ministério Público da Bolívia emitiu uma ordem de prisão contra o antigo presidente do país Evo Morales por sedição e terrorismo. O anúncio foi feito por vários ministros do governo da senadora Jeanine Añez.

Como prova é usado um vídeo que sugere que Morales incitou bloqueios à entrada de alimentos no país. As imagens foram divulgadas em novembro por Arturo Murillo, ministro do Governo da Bolívia.

No vídeo partilhado, um boliviano identificado como Faustino Yucra Yarwui, que terá ligações ao narcotráfico, é ouvido a falar com Evo Morales, atualmente exilado no México. O antigo presidente boliviano dá então ordens a Yarwui para provocar desordem social no país, bloqueando a entrada de alimentos.

Agora, na mensagem divulgada pelos governantes é dito que o “governo interino emitiu uma ordem de detenção contra Evo Morales por sedição e terrorismo”, noticia o CM.

A presidente interina da Bolívia enviou em novembro um projeto de lei ao parlamento para a realização de eleições presidenciais e legislativas. A Constituição boliviana estabelece que um presidente interino tem 90 dias para organizar uma eleição.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE