Bolívia emite ordem de prisão contra Evo Morales

Exilado no México, o antigo presidente boliviano Evo Morales tem agora uma ordem de prisão em seu nome por crimes de sedição e terrorismo.

O Ministério Público da Bolívia emitiu uma ordem de prisão contra o antigo presidente do país Evo Morales por sedição e terrorismo. O anúncio foi feito por vários ministros do governo da senadora Jeanine Añez.

Como prova é usado um vídeo que sugere que Morales incitou bloqueios à entrada de alimentos no país. As imagens foram divulgadas em novembro por Arturo Murillo, ministro do Governo da Bolívia.

No vídeo partilhado, um boliviano identificado como Faustino Yucra Yarwui, que terá ligações ao narcotráfico, é ouvido a falar com Evo Morales, atualmente exilado no México. O antigo presidente boliviano dá então ordens a Yarwui para provocar desordem social no país, bloqueando a entrada de alimentos.

Agora, na mensagem divulgada pelos governantes é dito que o “governo interino emitiu uma ordem de detenção contra Evo Morales por sedição e terrorismo”, noticia o CM.

A presidente interina da Bolívia enviou em novembro um projeto de lei ao parlamento para a realização de eleições presidenciais e legislativas. A Constituição boliviana estabelece que um presidente interino tem 90 dias para organizar uma eleição.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Joacine Katar Moreira defende mais direitos para deputados não inscritos em partidos

A deputada única do Livre, Joacine Katar Moreira, defendeu nesta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos, durante uma reunião do grupo de trabalho para racionalizar os votos objecto de …

Nova universidade internacional de Soros pretende combater populismo e alterações climáticas

O filantropo multimilionário George Soros vai investir mil milhões de dólares (cerca de 904 milhões de euros) numa universidade internacional que terá como foco a oposição a governos autoritários e às alterações climáticas. Segundo avançou o …

"O índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual a nós", diz Bolsonaro

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse, durante um vídeo em direto em que comentava a criação do Conselho da Amazónia, que "o índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual …

Jorge Brito Pereira deixa de ser advogado de Isabel dos Santos

O advogado anunciou, esta sexta-feira, que saiu da sociedade de advogados Uría Menéndez Proença de Carvalho, suspendeu a atividade profissional e, como consequência, vai cessar "o patrocínio jurídico" à empresária angolana. "Face às informações publicadas nos …

621 milhões de euros. Ministra reconhece que redução do défice no SNS ficou aquém

A ministra da Saúde reconheceu, esta sexta-feira, que a redução do défice do SNS em 2019 para 621 milhões ficou aquém do que estava previsto, sublinhando o aumento dos custos com pessoal. A ministra da Saúde, …

Governo prevê descontos nas portagens no interior

A ministra da Coesão Territorial disse esta sexta-feira que o novo modelo de desconto das portagens para o interior do país prevê descontos para quem vive, para quem trabalha e para quem visita no …

Excesso de higiene está a tornar a nossa saúde mais frágil, aponta estudo

Um grupo de investigação do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) divulgou recentemente um estudo sobre a perda de diversidade da flora intestinal - também denominada como microbiota - e as consequências desta diminuição na nossa …

Tiroteio na Alemanha faz pelo menos seis mortos e vários feridos

Pelo menos seis pessoas morreram e várias ficaram feridas num tiroteio, esta sexta-feira, na cidade alemã de Rot am See. Um tiroteio, cujo presumível autor foi detido, fez hoje seis mortos e dois feridos graves em …

IKEA aumenta salário de entrada dos trabalhadores para 700 euros

A IKEA aumentou o salário de entrada para trabalhadores a tempo inteiro de 650 euros para 700 euros brutos mensais, acima do salário mínimo nacional (635 euros), anunciou hoje a cadeia de venda de mobiliário. Em …

Mortes nos Comandos. Recruta diz que colocaram um cateter em Hugo Abreu já depois de estar morto

Rodrigo Silvano, o último recruta no curso 127 de Comandos a sair da tenda de enfermaria onde morreu Hugo Abreu no primeiro dia da Prova Zero, relatou ao tribunal que viu o enfermeiro do INEM …