Boeing 777 com destino a Paris deixou cair uma placa de 60 quilos

caribb / Flickr

Trem de aterragem de um Boeing 777 da Air France

Trem de aterragem de um Boeing 777 da Air France

A Boeing revelou este sábado ter pedido às companhias aéreas para efectuarem uma operação de manutenção nos seus aviões, depois de uma placa com 60 quilogramas ter caído de um Boeing 777, após a descolagem num voo de Xangai para Paris.

Uma peça metálica de 60 quilos caiu sobre o tecto de uma fábrica, sem causar feridos, pouco tempo depois de um Boeing 777 operado pela Air France ter descolado de Xangai, na passada segunda-feira, com destino a Paris.

“Temos estado a trabalhar de muito perto com os nossos clientes e a fornecer-lhes orientação em como fazer as manutenções requeridas”, indicou o porta-voz do fabricante norte-americano, Chris Villiers à agência AFP.

“Isso não afecta a integridade estrutural do trem de aterragem nem a segurança do voo”, ressalvou o mesmo responsável, indicando que a Boeing tem tratado o incidente “com extrema preocupação e urgência”.

A placa, que Chris Villiers frisou não fazer parte da estrutura de aterragem em si, é uma das partes que abre e fecha quando se abre o trem.

A Boeing emitiu um boletim de serviço à sua frota, em que faculta instruções sobre como solucionar o problema, que tem a ver com os parafusos que fixam o painel.

“Temos operado uma mudança nos aviões produzidos nas nossas fábricas”, afirmou a Boeing, em comunicado.

mais de 1.100 aviões Boeing 777 ao serviço de dezenas de companhias aéreas espalhadas por todo o mundo.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os aviões são utilizados possivelmente durante muitas horas sem uma inspeção geral e certas peças expostas ás variações de temperatura, vibrações de aterragens e descolagens mais ás turbulências acabam por sofrer danos que poderão vir a causar problemas de segurança nos aviões.

  2. Em resposta ao comentário anterior, acho que não se deveria opinar sem um mínimo de conhecimento do assunto em questão. Por legislação específica e de acordo com os procedimentos estabelecidos pelo fabricante, os operadores (companhias aéreas) têm que efectuar inspeções antes-de-voo, entre-voos, diárias, semanais, e inspeções mais profundas, que serão ou calendarizadas ou por número horas de funcionamento, (muitas vezes o que ocorrer primeiro). Essas inspeções variam entre inspecções do tipo A até D). Em ambos os casos o grau de profundidas das inspecções aumenta conforme o tipo (inspecção antes de voo é só uma verificação e preparação para o voo enquanto uma “diária” já implica trabalhos mais profundos), isto para além das substituições de peças por limite de potencial, mesmo que a mesma esteja em estado funcional. Todas os procedimentos são auditados interna e externamente, e ainda sujeitos a inspecções aleatórias por parte das autoridades aeronáuticas dos países do registo da bandeira e/ou pelos país onde operam.
    Ainda assim há falhas, como é o caso, em que os parafusos cederem, tendo ainda que se investigar se por falha destes ou por falha de procedimento, por exemplo por aperto excessivo.
    A aviação é dos negócios mais regulados e escrutinados e por esse facto dos mais seguros.
    O comentário anterior pode sugerir falta rigor no cumprimentos dos preceitos de manutenção e tendo em conta que está referido o nome do operador pode até considerar-se lesivo bom nome deste último, daí que devesse haver um pouco mais de cuidado. (ressalvo que nada tenho a ver com a Air France)

RESPONDER

24 horas depois, estátua de manifestante antirracismo em Bristol foi removida

A estátua de uma manifestante do movimento Black Lives Matter, erguida, esta quarta-feira, na cidade de Bristol, no Reino Unido, já foi removida. De acordo com o jornal The Guardian, 24 horas depois de ter sido …

Advogados continuam luta para manter declarações fiscais de Trump em segredo

Depois de o Supremo Tribunal ter determinado que os procuradores nova-iorquinos podem ter acesso às declarações de impostos do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, os seus advogados informaram na quarta-feira que estavam a considerar …

EUA negam vistos a funcionários da Huawei que apoiem "violadores de direitos humanos"

Esta quarta-feira, o Governo norte-americano que vai impor restrições nos vistos a funcionários da Huawei e a outras empresas que os Estados Unidos vejam como apoiantes de Governos violadores de direitos humanos. Além das restrições, o …

Ventilador produzido em Portugal recebe autorização de utilização do Infarmed

O ventilador Atena, produzido em Portugal, recebeu, na terça-feira, a autorização do Infarmed para o seu uso em contexto hospitalar na luta contra a covid-19. Esta quarta-feira, numa publicação na sua página de Facebook, o CEiiA …

American Airlines avisa 25 mil trabalhadores que podem perder emprego

Os dirigentes da American Airlines escreveram a cerca de 25 mil trabalhadores da transportadora aérea para lhes comunicar que o seu emprego pode desaparecer em outubro. Os dirigentes das Companhias de aviação dos Estados Unidos admitiram …

Trump substitui diretor de campanha a menos de quatro meses das eleições

O Presidente dos Estados Unidos substituiu, esta quarta-feira, o seu diretor de campanha, perante os maus resultados nas sondagens, a menos de quatro meses das eleições. "Tenho o prazer de anunciar que Bill Stepien foi promovido …

Bristol acordou com uma nova estátua. Manifestante antirracismo substitui comerciante de escravos

Bristol acordou com uma nova estátua. Um artista britânico ergueu uma estátua de uma manifestante do movimento ‘Black Lives Matter’ no topo do pedestal na cidade inglesa antes ocupado pela estátua de um comerciante de …

Enfermeira norte-americana matou sete doentes num hospital de veteranos com injeções de insulina

Uma enfermeira num hospital de veteranos norte-americanos matou deliberadamente pelo menos sete doentes com injeções de insulina. A mulher, que admitiu o crime, deverá ser condenada a sete penas de prisão perpétua, mais 20 anos …

PSP pôs fim à festa do título na Avenida dos Aliados. Um polícia ficou ferido

Na parte final dos festejos portistas, já durante a madrugada, nos Aliados, o Corpo de Intervenção da PSP do Porto foi obrigada a intervir contra um grupo de adeptos. Ninguém foi detido, mas um agente …

PJ detém cinco pessoas por esquema fraudulento com tratamentos para a covid-19

Cinco profissionais ligados ao ramo da saúde foram detidos, esta quinta-feira, pela Polícia Judiciária (PJ) numa operação que envolveu buscas a clínicas médicas, residências e empresas e que investiga crimes de corrupção, burla qualificada, falsificação …