/

BMW investe em nova bateria com alcance de 1200 quilómetros

A BMW investiu 65 milhões de dólares num novo sistema de baterias mais barato, mais seguro e que garante um alcance de 1200 quilómetros para carros elétricos.

A norte americana Our Next Energy (ONE) acaba de anunciar um novo investimento de capital de 65 milhões de dólares adicionais (cerca de 60 milhões de euros) liderada pela BMW.

A empresa conseguiu convencer investidores como Bill Gates e a BMW i Ventures de que o seu novo sistema de baterias de lítio-ferro-fosfato é seguro, barato e capaz de atingir até 1200 quilómetros de alcance em automóveis elétricos.

De acordo com a El Confidencial, no passado mês de janeiro a ONE revelou o seu protótipo de bateria e testou-o durante um teste validado por terceiros num modelo Tesla S.

Esta bateria, um modelo experimental com 203,7 KWh e uma densidade de energia de 416Wh/L, foi capaz de alimentar um automóvel durante 1419 Km a uma velocidade de 88 km/h.

A ONE já tinha o apoio financeiro de empresas como a Breakthrough Energy Ventures, fundada por Bill Gates, que liderou a primeira ronda de financiamento de 25 milhões de dólares (cerca de 23 milhões de euros) em Outubro passado.

Embora esse primeiro investimento também tenha envolvido outras empresas, incluindo a BMW i Ventures, o fundo de risco era do fabricante alemão de automóveis.

Agora, ONE acaba de anunciar uma nova ronda de financiamento de 60 milhões de euros liderada pela BMW i Ventures.

“Um dos princípios centrais da ONE é a duplicação da gama, a redução do custo das baterias e a criação de uma cadeia de fornecimento local ressoou fortemente connosco na BMW i Ventures”, explica Baris Guzel, sócio da BMW i Ventures.

“A fábrica de baterias da ONE nos EUA é um passo importante para a cadeia de valor dos veículos elétricos, e a ONE tem o potencial de transformar o ecossistema”, acrescentou Guzel.

A ONE está sediada em Michigan, nos EUA, e foi fundada em Julho de 2020 pelo engenheiro mecânico Mujeeb Ijaz — que não é novo no mundo das baterias. Ijaz passou por várias empresas do setor, tendo entrado para a ONE logo após deixar o departamento de Projetos Especiais e Armazenamento de Energia da Apple.

Como é a nova bateria?

A ONE propõe um sistema híbrido inovador composto por duas baterias. A primeira, chamada Aries, é uma bateria de lítio-ferro-fosfato (LFP) que não utiliza cobalto ou níquel, que, segundo a empresa, evita o risco de se incendiar.

A segunda bateria, apelidada de Gemini, é um extensor de autonomia, que a empresa diz ser capaz de atingir 1200 km com uma única carga.

A Aries destina-se a viagens curtas e diárias, enquanto que Gemini seria usada para viagens longas mais ocasionais.

As baterias LFP não são novas e os seus componentes são mais abundantes no nosso planeta do que o níquel e o cobalto, o que torna a sua produção mais sustentável e o seu preço muito mais barato.

Embora a densidade energética e a potência destas baterias tenha sido tradicionalmente considerada inferior às baseadas com níquel, a ONE afirma que a Aries conseguiu aumentar a autonomia e reduzir o custo em comparação com os modelos anteriores.

Este tipo de material também torna as baterias LFP mais estáveis e menos propensas ao fogo.

Ao contrário do níquel e do cobalto, esta combinação de elementos requer uma temperatura mais elevada para atingir o ponto de escoamento térmico, uma reação que ocorre quando a bateria gera mais calor do que o que pode descarregar.

A ONE afirma que, para além da BMW, assinou contratos com outros quatro clientes para produzir mais de 25GWh de capacidade de armazenamento de energia nos próximos cinco anos, o equivalente a cerca de 300,000 conjuntos de baterias de veículos elétricos.

O fluxo de caixa permitir-lhes-á iniciar o processo de seleção do local para a sua primeira fábrica de baterias Aries nos EUA, e dará também um impulso à I&D para os seus pacotes de baterias Gemini.

A empresa diz que começará a produção de Aries no final de 2022 e que terá um protótipo de Gemini pronto em 2023.

  Inês Costa Macedo, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.