Bitcoin ajudou a financiar ciberespionagem eleitoral da Rússia, acusam os EUA

A bitcoin terá ajudado a financiar o esquema de ciberespionagem nos Estados Unidos levado a cabo por 12 agentes russos durante as eleições presidenciais de 2016.

Segundo um relatório, apresentado esta sexta-feira pelo vice-procurador-geral dos Estados Unidos, Rod Rosenstein, no âmbito das investigações do procurador especial Robert Mueller à interferência de agentes russos no processo eleitoral dos EUA, a bitcoin ocupou um lugar central no financiamento do esquema de ciberespionagem nos EUA levado a cabo por 12 agentes russos durante as eleições presidenciais de 2016.

Na acusação contra os serviços secretos militares da Rússia (GRU), lê-se que “para evitar deteção, os atacantes usaram uma rede de computadores em todo o mundo, incluindo nos EUA, e pagaram por esta infra-estrutura com criptomoedas“.

O uso da bitcoin, a moeda mais usada para comprar servidores, registar domínios, entre outras operações, possibilitou aos atacantes “evitar uma relação tradicional com as instituições financeiras, permitindo-lhes escapar ao escrutínio sobre a sua identidade e fundos”.

Em 2016, as transações passaram despercebidas, mas o seu registo acabou por ajudar a identificar os responsáveis. De acordo com o jornal Público, os 12 agentes russos terão realizado transações no valor de cerca de 95 mil dólares americanos, em bitcoins, sem levantar suspeitas.

As transações ficam registadas na blockchain, a base de dados descentralizada em que assenta a bitcoin, mas as identidades são ocultadas através de identificadores alfanuméricos.

No entanto, explica o jornal, os espiões russos terão ido ainda mais longe ao usar centenas de emails diferentes, associados a identidades fabricadas, para registar as transações. Segundo o relatório, “por vezes, como parte do processo de pagamento”, os atacantes “forneciam os vendedores com moradas absurdas como ‘usa Denver AZ’ ou ‘gfhgh ghfhgfh fdgfdg WA'”.

Mas, apesar do carácter anónimo da bitcoin, os 12 agentes russos foram detetados a utilizar os mesmos computadores nos quais realizam as transações com bitcoins para levar a cabo os ataques, informam as autoridades norte-americanas. A maioria vinha sob a forma de ataque de phishing, em que emails com vírus foram enviados aos membros da campanha de Hillary Clinton para lhes roubar o acesso às contas.

Além disso, o relatório apresentado esta sexta-feira nota ainda que os serviços militares secretos russos também criaram parte das criptomoedas que utilizaram para pagar infra-estrutura utilizada nos ciberataques.

Este relatório é uma prova de que a bitcoin pode mesmo ser utilizada em operações de lavagem de dinheiro e manipulação política. Christine Lagarde, diretora-geral do Fundo Monetário Internacional, diz ser preciso travar “o lado negro” das criptomoedas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

China proíbe a venda de vários modelos de iPhone (e as ações da Apple caem)

As ações da gigante norte-americana Apple sentiram uma queda de 1,7% na bolsa de Nova Iorque depois de o Tribunal de Fuzhou, na China, ter proibido a venda de alguns modelos de iPhone no país. …

Suspeito da morte de Maëlys admite ter filmado agressões sexuais a crianças

O principal suspeito da morte da jovem lusodescendente Maëlys de Araújo admitiu ter filmado agressões sexuais contra a afilhada e a prima, de quatro e seis anos de idade, respetivamente, antes de, alegadamente, matar a …

Preço do bilhete para visitar o Taj Mahal sobe 400% (para os indianos)

Os especialistas alertam que o fluxo de pessoas está a causar danos irreversíveis ao monumento emblemático mais importante da Índia. O preço do bilhete para os visitantes indianos do Taj Mahal foi aumentado em 400%, na …

Morreu Gérman, o último habitante das ilhas Ciés

Germán Luaces Freijeiro, de 54 anos, instalou-se no arquipélago de Cíes, localizado na foz do estuário de Vigo, em meados dos anos 90 e nunca mais se voltou a mudar. Vivia sozinho naquelas ilhas onde acolhia …

Atentado no Mercado de Natal de Estrasburgo faz quatro mortos e nove feridos

Um tiroteio que ocorreu esta terça-feira na cidade francesa de Estrasburgo, no local onde ocorre o Mercado de Natal, fez pelo menos quatro mortos e nove feridos, anunciou a autarquia local. A Câmara Municipal de Estrasturgo …

Galatasaray vs Porto | Eficácia dá vitória e record de pontos

O FC Porto não abranda e somou a 12ª vitória consecutiva em todas as competições. Na deslocação ao terreno do Galatasaray, em jogo da sexta jornada do Grupo D da Liga dos Campeões, os “dragões” tiveram …

"O luxo do século XXI vai ser o interior de Portugal"

O Turismo está "a cumprir bem" o seu papel no combate ao despovoamento, considera o presidente da Turismo Centro, Pedro Machado, que vaticina que "o luxo do século XXI vai ser o Interior de Portugal". O …

Mãe tenta vender virgindade da filha na Internet por 21 mil euros

Uma mãe pôs à venda a virgindade da filha de 13 anos na Internet por 21.200 euros. A mulher chegou a enviar fotografias de carácter sexual da filha ao comprador, mas não esperava o desfecho …

Há polícias a dormir no carro devido aos preços dos quartos

Sem dinheiro para arrendar quartos, face aos preços praticados, "há polícias a dormir dentro de carros", denuncia o Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP). Acabados de formar na Escola Prática de Polícia, em Torres Novas, os …

António Lobo Antunes lamenta que Portugal e Espanha não sejam o mesmo país

O escritor António Lobo Antunes lamentou que portugueses e espanhóis não sejam cidadãos do mesmo país, numa entrevista dada ao jornal catalão La Vanguardia no âmbito da Feira Internacional do Livro de Guadalajara e publicada …