Biólogos de Aveiro desenvolvem código de ADN para impedir contrafação de marcas

PhotoXpress

-

Dois biólogos da Universidade de Aveiro (UA), desenvolveram códigos de ADN para marcas, uma tecnologia inovadora que pode ser aplicada em qualquer produto para impedir a contrafação.

Projetados no Laboratório de Estudos Moleculares e Ambientes Marinhos (LEMAM) da UA, os códigos DNAprove podem ser aplicados em qualquer superfície e inseridos em qualquer produto, desde uma obra de arte, a uma peça de roupa ou a um telemóvel, e constituem etiquetas moleculares únicas, de fácil e barata produção e impossíveis de falsificar.

A tecnologia dos biólogos Newton Gomes e Francisco Coelho, da Universidade de Aveiro, permite que, caso a originalidade de qualquer produto que incorpore os códigos seja posta em causa, basta recolher uma amostra do ADN da etiqueta com um simples cotonete, enviar para o laboratório e esperar pelos resultados da autenticação.

Segundo os dois investigadores, o segredo está na dificuldade em ler as etiquetas moleculares sem a chave única de cada código, o que impossibilita a sua replicação e aplicação em produtos falsificados.

Newton Gomes, responsável pelo LEMAM, refere que as perdas devido a contrafação e falsificação têm vindo a aumentar, provocando avultados prejuízos no comércio internacional.

“Não é só um maior número de produtos contrafeitos que está a penetrar as cadeias de distribuição, é também uma cada vez maior perfeição nos produtos falsificados, existindo mesmo alguns casos em que nem o próprio fabricante consegue distinguir o produto que fabrica do produto falsificado”, observa.

Para contrariar a tendência, os códigos de ADN da UA já estão patenteados e prontos a entrarem no mercado.

A tecnologia criada na Universidade de Aveiro produz códigos de ADN a partir da variabilidade de ADN existente na natureza, permitindo criar um código único para cada empresa, ou para cada linha de produtos.

O conceito é semelhante ao código de barras tradicional, sendo que neste caso, a informação está codificada no ADN e não nas barras.

Um dos próximos passos dos investigadores é o da criação de uma tecnologia que permita a verificação da autenticidade no local, seja numa loja, numa feira, ou numa fábrica suspeita de falsificar.

A tecnologia está já em protótipo e a Unidade de Transferência de Tecnologia da Universidade de Aveiro procura agora parceiros de negócio que a queiram implementar nas suas empresas e produtos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …

Reutilizável, dobrável e esterilizável. Novo "escudo" protege profissionais de saúde

Uma equipa de cientistas desenvolveu, recentemente, um dispositivo dobrável em forma de tenda que atua como um escudo físico para os profissionais de saúde na linha da frente contra a covid-19. A tenda redutora de gotículas …