Biden quer retomar acordo nuclear com o Irão, embora reconheça que será “difícil”

O vencedor das eleições presidenciais norte-americanas, Joe Biden, pretende retomar o acordo nuclear com Irão antes mesmo de novas negociações, assumiu o democrata numa entrevista ao New York Times.

Joe Biden afirmou, durante a campanha eleitoral, que se as autoridades iranianas voltassem a “respeitar estritamente” os limites impostos pelo texto internacional de 2015 ao seu programa nuclear, os EUA, por sua vez, voltariam ao acordo como “ponto de partida” para novas negociações, e diz-se disposto a cumprir apesar da “pressão máxima” de Donald Trump contra concessões ao país.

“Será difícil, mas sim. A melhor forma de alcançar alguma estabilidade na região” é lidar com “o programa nuclear” de Teerão, disse Biden ao ser questionado por um colunista da publicação norte-americana sobre se essa ainda é a sua posição.

Em 2018, Trump abandonou o acordo alcançado com o Irão pelos Estados Unidos, China, Rússia, Alemanha, França e Reino Unido para impedir o país do médio oriente de adquirir armas nucleares, considerando-o insuficiente para conter o comportamento “desestabilizador” daquela República islâmica.

Nessa altura, o presidente retomou e endureceu as sanções que tinham sido levantadas em 2015, para desgosto dos aliados europeus, que tentavam salvar o acordo, e Teerão começou a ignorar algumas restrições às suas atividades nucleares.

“Só depois de Washington e Teerão retomarem o acordo, em consulta com os nossos aliados e parceiros, nos iremos envolver em negociações e acordos de acompanhamento para endurecer e estender as restrições nucleares impostas ao Irão e para lidar com o programa de mísseis iraniano”, explicou Joe Biden.

As novas negociações, nas quais Biden pretende envolver também os rivais regionais do Irão, como a Arábia Saudita, também deverão incluir as atividades no país no médio oriente.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam frango impresso em 3D (e que é cozinhado através de lasers)

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Columbia mostrou que diferentes tipos de lasers podem ser usados ​​para cozinhar frango impresso em 3D. De acordo com um comunicado de imprensa, o frango impresso a 3D passou …

"Contra tudo e contra todos". Moedas fez história em Lisboa

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, afirmou hoje ter vencido “contra tudo e contra todos”, porque “a democracia não tem dono”, agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se …

Ventura admite que “vitória não foi total” ao falhar objetivo de ficar em terceiro

O líder do Chega admitiu hoje que a “vitória não foi total” nas autárquicas de domingo, ao falhar o objetivo de ser a terceira força política, mas defendeu que se “fez história” em Portugal, recusando …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Medina assume derrota em Lisboa. "É uma indiscutível vitória de Carlos Moedas"

Fernando Medina acaba de assumir a derrota nas eleições autárquicas, felicitando Carlos Moedas pela vitória na Câmara de Lisboa. "É uma indiscutível vitória pessoal e política de Carlos Moedas", sublinha Medina. "Foi um privilégio servir esta …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …