Bíblia medieval perdida há 500 anos volta à catedral no Reino Unido

(dr) Canterbury Cathedral

500 anos depois, a Bíblia Medieval regressa à Catedral

Uma rara Bíblia do século XIII, com formato de bolso, foi voltou para a coleção da biblioteca da Catedral de Canterbury, na Inglaterra, depois de estar perdida durante 500 anos.

A Bíblia medieval foi perdida durante o século XVI, quando Henrique VIII governou a Inglaterra e liderou a Reforma inglesa que dividiu a Igreja da Inglaterra da Igreja Católica Romana. Na época, centenas de mosteiros foram divididos, incluindo o da Catedral de Canterbury.

Nesse período, esta bíblia medieval e a maioria dos 30 mil livros da coleção da Catedral encontravam-se espalhados ou perdidos, conta o Guardian.

No passado mês de julho, a Catedral conseguiu reaver o exemplar da Bíblia medieval, comprando-a num raro leilão de livros em Londres por 100 000 libras (130 mil euros). A compra foi financiada por fundos do National Heritage Memorial Fund e por outras pequenas doações.  

A Bíblia medieval – conhecida como a Bíblia de Lyghfield, nome de um monge a quem o livro pertenceu – foi provavelmente produzida em Paris, um dos principais centros medievais que produziam este tipo de obras.

O livro está escrito em latim num papel semelhante a um pergaminho e contém decorações extensas por toda a obra. O facto de ser em formato de bolso pode ter ajudado o livro, de 690 páginas, a permanecer intacto. Esta é a única Bíblia completa na coleção de livros medievais da Catedral de Canterbury.

“É extremamente importante ter uma cópia do núcleo do texto Cristão, que pertenceu a um dos últimos monges da comunidade monástica medieval, na nossa Catedral. A bíblia testemunha as grande mudanças da Reforma, um tempo que define aquilo que a catedral é hoje. Além disso, a obra terá um papel fundamental para contar a história a quem nos visita”, disse Cressida Williams, chefe dos arquivos da catedral.

A Bíblia de Lyghfield e os outros textos antigos da catedral constam agora do projeto da UNESCO de Registo da Memória do Mundo no Reino Unido. A catedral pretende colocar o livro para exibição ao público.

PARTILHAR

RESPONDER

Minicérebro criado em laboratório consegue contrair músculos

Cientistas criaram em laboratório um minicérebro que se conectou espontaneamente à medula espinal de uma cobaia. O organóide foi também o primeiro da história a iniciar o movimento muscular. Composto por cerca de dois milhões de …

Orangotango sedado encontrado na bagagem de passageiro russo

Um turista russo que tentava traficar um orangotango foi detido em Bali, Indonésia, na sexta-feira. Andrei Zhestkov queria levar o animal para a Rússia e transformá-lo num animal de estimação. As autoridades do aeroporto indonésio decidiram …

Freddie Mercury quis que Mary Austin escondesse as suas cinzas (e já se sabe porquê)

Freddie Mercury é um dos ícones inquestionáveis da história da música. A sua maneira de entender o rock, a sua voz e a sua maneira de se mover no palco fizeram dele um dos melhores …

Fotógrafo pessoal de King Jong-un foi despedido. Estava demasiado perto

O fotógrafo pessoal do governante norte-coreano Kim Jong-un foi despedido do seu cargo e expulso do Partido Trabalhista por violar a "regra dos dois metros", ao tirar fotografias do líder supremo a uma distância muito …

Suplementos alimentares não previnem a depressão

A toma de suplementos alimentares mostrou-se incapaz de prevenir a depressão, segundo um estudo realizado em mais de mil pessoas de quatro países europeus. Os investigadores quiseram testar se a toma de suplementos nutricionais ou alimentares, …

A Wikipédia esteve em baixo (e foi de propósito)

Quatro linguagens da Wikipédia estiveram em baixo na quinta-feira: alemão, eslovaco, checo e dinamarquês - e não foi um erro técnico. Foi um protesto contra a nova lei que provavelmente será aprovada pelo Parlamento Europeu na próxima …

Cruzeiro à deriva na Noruega. Mais de 1300 pessoas resgatadas de helicóptero

Um navio de cruzeiro com cerca de 1.300 passageiros a bordo encontra-se, este sábado, à deriva na costa norueguesa, enfrentando um estado de tempo adverso, com vento forte. "O navio de cruzeiro Viking Sky lançou um …

“Coletes amarelos” passam despercebidos em Paris

Com os locais habituais de manifestação interditos e reforço militar junto às principais instituições francesas, os “coletes amarelos” são ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre turistas e parisienses. A manhã na capital …

Número de mortos em Moçambique sobe para 417

O número de mortos em Moçambique devido à passagem do ciclone Idai subiu para 417, anunciou este sábado o ministro do Ambiente moçambicano, Celso Correia, citado pela agência Reuters. O governante acrescentou que a situação …

Criação de novo centro orientado para as smart cities em debate numa conferência em Lisboa

Representantes de empresas ligadas à inovação e ao setor público vão participar num debate, na terça-feira, em Lisboa, para debater a importância das cidades inteligentes e a possibilidade de criação de um novo centro de …