Benfica reúne provas contra o FC Porto no caso dos e-mails

António Pedro Santos / Lusa

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira

O SL Benfica está a reunir provas contra o FC Porto no caso da divulgação dos e-mails do emblema da Luz. Os benfiquistas querem garantir uma indemnização de 17,7 milhões de euros.

O SL Benfica está focado em garantir a condenação do FC Porto no processo cível relativo à divulgação do correio eletrónico dos “encarnados”. Uma das provas recolhidas pelo Benfica são imagens do discurso de agradecimento de Francisco J. Marques na gala dos Dragões de Ouro, na qual recebeu o prémio de funcionário do ano.

Segundo o CM, nesse discurso, o responsável pela comunicação dos “dragões” agradeceu o voto de confiança dado pelo presidente do FC Porto, Pinto da Costa, e da administração portista, por terem acreditado que era “uma luta que valia a pena travar“.

Sem nunca referir os e-mails durante o seu discurso, fica implícito que Francisco J. Marques falava sobre a divulgação dos e-mails do Benfica. Isto depois do diretor de comunicação do FC Porto ter negado qualquer conhecimento da SAD do clube anteriormente à divulgação pública do correio eletrónico das “águias”.

Esta foi também a posição defendida em julgamento por Diogo Faria, que negou o envolvimento da administração do clube nortenho. O colaborador da comunicação do FC Porto afirmou ainda que, juntamente e apenas com Francisco J. Marques, tinha acesso a uma sala fechada, com um computador privado, onde eram analisados os e-mails do Benfica.

“O nosso objetivo era analisar as caixas de correio para ver se existiria informação do interesse público e confirmar as suspeitas que já existiam no futebol português”, afirmou o funcionário do FC Porto.

O vídeo recolhido pelo Benfica da gala portista acaba por mostrar uma realidade oposto à referida pelos dois elementos da comunicação do clube. No seu discurso, Francisco J. Marques dá a entender que o presidente e a SAD tinham conhecimento e apoiaram a divulgação dos e-mails.

Ligações entre Rui Pinto e Francisco J. Marques

O Correio da Manhã dá ainda conta de uma ligação entre Rui Pinto e Francisco J. Marques. Diogo Faria, co-autor do livro “O Polvo Encarnado” e antigo colega de universidade de Rui Pinto, é o elo que une o hacker e o diretor de comunicação do FC Porto. Contudo, o colaborador do clube portista nega que haja uma relação de amizade com Rui Pinto.

Não temos círculos de amigos em comum. Não vejo o Rui Pinto desde que deixámos de frequentar a faculdade há cinco, seis anos. Não tenho qualquer contacto com ele desde essa altura. Era um mero colega das turmas que tinham mais de 100 elementos. Nunca fomos amigos”, disse Diogo Faria à CMTV.

O Correio da Manhã alega que algumas das declarações de Diogo Faria são contraditórias. Nomeadamente, o facto de não ter círculos de amigos em comum com o pirata informático, apesar de uma foto de 2013 mostrar Rui Pinto à beira de um jovem que também é amigo de Diogo Faria.

Além disso, uma viagem do colaborador do departamento de comunicação dos “dragões” a Budapeste — já depois de ter sido revelada a identidade do pirata informático — levanta ainda mais suspeitas quanto ao seu envolvimento com o clube no caso dos e-mails.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Esta empresa está a produzir "carne" feita de ar

Enquanto várias startups estão a vender "carne" feita de plantas, a Air Protein, uma empresa sediada na Califórnia, nos Estados Unidos, está a criar carne feita de ar. A ideia não é nova, uma vez que …

Autoridade da Concorrência faz buscas em cinco empresas de vigilância privada

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, esta segunda-feira, que realizou diligências de busca e apreensão em cinco empresas do setor da vigilância privada, no distrito de Lisboa, "por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas do normal …

"Breaking Bad" da vida real. Dois professores de Química acusados de produzir metanfetamina

Dois professores universitários de Química do estado do Arkansas, nos Estados Unidos, foram detidos no domingo por suspeitas de produzirem metanfetaminas. O caso tem atraído atenção mediática por se parecer inspirar no enredo da série …

TAP regista prejuízos de 111 milhões de euros até setembro

A TAP registou, nos primeiros nove meses deste ano, prejuízos acumulados de 111 milhões de euros que atribui a "variações cambiais sem impacto na tesouraria". "A TAP S.A. apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses …

Coreia do Norte não está interessada em mais cimeiras com os EUA

A Coreia do Norte advertiu, esta segunda-feira, que "não está interessada" em mais cimeiras com os Estados Unidos, se Washington persistir na recusa em fazer concessões. A Coreia do Norte deu a Washington até ao final …

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …

Pinto Luz não se resigna a disputar "campeonato dos pequeninos"

O candidato à liderança social-democrata afirmou, esta segunda-feira, não se resignar a um partido que disputa o "campeonato dos pequeninos" ou é "uma segunda escolha do PS", pedindo a "quem não gosta deste PSD" que …

Militares portugueses já salvaram mais de 14 mil migrantes no Mediterrâneo

Marinha, Polícia Marítima e Unidade de Controlo de Costa da GNR, ao serviço da agência Frontex, no sul de Espanha e de Itália, já resgataram 14.151 migrantes no Mediterrâneo desde 2014. As equipas militares portuguesas, a …

Estudantes de Medicina dizem adeus ao "terrível" Harrison

Mais de 2.700 recém-licenciados de Medicina realizaram, esta segunda-feira, a Prova Nacional de Acesso (PNA), que substitui o "terrível" Harrison. Esta segunda-feira, mais de 2.700 candidatos responderam pela primeira vez a 150 questões da Prova Nacional …

Vítimas de legionella de Vila Franca de Xira reclamam 2,6 milhões ao Estado

A Associação de Apoio às Vítimas do Surto de Legionella de Vila Franca de Xira reclama uma indemnização de 2,6 milhões de euros por falhas e omissões de entidades públicas em relação às vítimas que ficaram …