Benfica vs D. Aves | Jonas e Raúl desatam nó

O Benfica cumpriu a sua “obrigação” e venceu o Desportivo das Aves em casa, por 2-0, colocando pressão sobre FC Porto (que joga este domingo) e Sporting (segunda-feira).

A equipa “encarnada” sentiu muitas dificuldades para bater a formação de José Mota, que foi coesa e pragmática a defender, e apenas nos últimos 20 minutos (e já com Raúl Jiménez em campo) conseguiu marcar, quebrando a resistência contrária. A “águia” demonstrara até meio da segunda parte alguma ineficácia ofensiva no capítulo do remate, mas, quando corrigiu esse detalhe, os golos surgiram.

Início de partida algo confuso, com o Benfica a dominar por completo os primeiros dez minutos (75% de posse), mas sem conseguir fazer qualquer remate. O primeiro disparo da partida aconteceu aos 11 minutos, e para o Aves, por Amilton, sem a melhor direcção.

Aos poucos os “encarnados” começaram a fabricar lances de perigo, em especial pelo flanco direito, onde Rafa começava a mostrar-se inspirado. Velocidade, capacidade de drible, faltando apenas afinar nas decisões. Por volta dos 20 minutos, o Benfica registava os mesmos 75% de posse, dois remates, um deles enquadrado, e 86% de eficácia de passe.

Dificuldades para as “águias” criarem perigo. À passagem da meia-hora de jogo, os homens da casa ainda não tinham criado qualquer ocasião flagrante, e os dois remates enquadrados (em cinco disparos) poucas dificuldades criaram ao guarda-redes Adriano Facchini. O brasileiro destacava-se, porém, nas saídas pelo solo, registando três, todas eficazes, evitando que os benfiquistas surgissem isolados.

Perto do intervalo, o Benfica somava apenas mais um remate que o Aves (5-4), embora dois enquadrados, contra nenhum dos visitantes. Os “encarnados” registavam também seis cantos, contra nenhum do Aves, mas os 21 alívios do seu adversário anulavam quaisquer tentativas benfiquistas de fazerem valer a sua presença na grande área, onde Jonas estava demasiado sozinho.

Nulo ao intervalo que premiava a forma pragmática com que o Desportivo das Aves defendeu, sem problemas em recorrer ao alívio puro e duro, e que penalizava a fraca capacidade de decisão do Benfica, quer no último passe, quer no remate (apenas cinco, dois enquadrados). O melhor em campo na primeira parte acabou por ser Jorge Fellipe. O defesa-central brasileiro varreu todas as bolas de potencial perigo para a sua equipa, chegando ao descanso com oito alívios e quadro desarmes, e um GoalPoint Rating de 6.5. Belo jogo na segunda presença na Liga NOS.

O segundo tempo começou com uma ocasião flagrante falhada por Zivkovic (47′). O sérvio estava desinspirado, com dois dribles eficazes em quatro como única estatística de relevo até esta altura.

A hora de jogo chegou com Rui Vitória a lançar Raúl Jiménez para o lugar de João Carvalho, à procura de maior presença física na grande área contrária. Nesta fase as “águias” tinham 64% de posse de bola nos primeiros 15 minutos do segundo tempo, mas também quatro remates. Só que todos desenquadrados.

Pressão total do Benfica por volta dos 70 minutos, com 73% de posse na segunda parte, 87% de eficácia de passe, sete remates nesta fase, só um enquadrado, apesar de seis terem acontecido dentro da área. Mas essa avalanche ofensiva acabou por dar frutos.

Aos 71 minutos, um jogador pouco dado a remates, Ljubomir Fejsa, arrancou um forte disparo, Facchini defendeu, mas a bola sobrou para Franco Cervi, que assistiu Jonas para um golo fácil. Era o quinto remate do “Pistolas”. Estava feito o mais difícil, pois aos 74 minutos…

… surgiu o 2-0. Raúl Jiménez (fundamental a sua entrada para abrir espaços no ataque benfiquista) rematou, mais uma vez Facchini defendeu e a bola sobrou para Rúben Dias, que rematou forte para golo.

O jogo encaminhava-se para dar a vitória ao Benfica. Por volta dos 80 minutos, as “águias” somavam um total de 16 remates, sete deles enquadrados (fruto dos cinco do segundo tempo) e 13 deles realizados dentro da área contrária, e 12 pontapés de canto. O Aves tinha rematado seis vezes, apenas uma na direcção da baliza.

Jonas chegou ao 31º golo na Liga NOS, em mais uma bela exibição que lhe valeu a décima distinção de MVP GoalPoint. O brasileiro sentiu dificuldades perante os centrais contrários, sem espaço para a sua habitual manobra, mas a entrada de Raúl Jiménez soltou o “Pistolas”, que abriu o activo e terminou com cinco remates (dois enquadrados), dois passes para finalização e um drible eficaz. Registou um GoalPoint Rating de 7.3.

PARTILHAR

RESPONDER

Pela primeira vez, uma astronauta corrige página da Wikipédia a partir do Espaço

Pela primeira vez na história da Humanidade, a astronauta norte-americana Christina H. Koch fez a edição de uma página da Wikipedia na Internet a partir da Estação Espacial Internacional (EEI), enquanto orbitava o planeta Terra. A …

Rover Mars 2020 vai procurar fósseis microscópicos

Cientistas do rover Mars 2020 da NASA descobriram o que poderá ser um dos melhores locais para procurar sinais de vida antiga na Cratera Jezero, onde o veículo vai pousar no dia 18 de fevereiro …

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …

Ataque a Alcochete. Advogados pedem impugnação do auto de notícia da GNR

Uma discrepância nas datas de elaboração e de assinatura do auto de notícia que relata a invasão à academia do Sporting motivou, esta terça-feira, a apresentação de um requerimento de impugnação subscrito por vários advogados. No …

Japão diz que é seguro libertar água radioativa de Fukushima no Pacífico

O Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão afirmou esta segunda-feira que é seguro libertar água contaminada de Fukushima no Oceano Pacífico, de acordo com o jornal local Japan Today. A central nuclear, recorde-se, sofreu …

Dez autarcas e quatro clubes entre os 68 acusados na operação Ajuste Secreto

O Ministério Público da Feira deduziu acusação contra 68 arguidos, incluindo dez autarcas e ex-autarcas, quatro clubes desportivos e os seus respetivos presidentes, no âmbito da operação "Ajuste Secreto". Numa nota publicada no seu site oficial, …