Bebés que nascem em casa têm mais e melhores bactérias no intestino

Os bebés que nascem em casa podem ter bactérias intestinais mais diversas. Esta diferença pode ter impacto na imunidade e no metabolismo de uma pessoa em crescimento.

Assim que um bebé nasce, ele é rapidamente colonizado por inúmeros micróbios, incluinto biliões de bactérias, fungos e vírus que residem no nosso corpo. Esta espécie de “passageiros invisíveis” compõem o microbioma humano e acredita-se que os que residem no intestino desempenham um papel muito importante na digestão e no sistema imunológico.

Ainda assim, há muitos pormenores que os cientistas desconhecem acerca do microbioma humano, incluindo como é que é estabelecido e como é que se altera com o tempo.

Alguns cientistas sugeriram que um ambiente excessivamente limpo no começo da vida – como um hospital estéril – pode afetar adversamente o desenvolvimento de uma criança. No entanto, até agora, a maioria dos estudos foi confinada aos hospitais, pelo que ainda não está claro qual o papel que o ambiente do parte pode desempenhar no estabelecimento do microbioma de uma pessoa.

Para tirar as dúvidas, uma recente investigação, cujo artigo científico foi publicado na Scientific Reports, acompanhou 35 recém-nascidos e as suas mães, durante um mês. Dos 35 bebés, 14 nasceram em casa e 21 no hospital. Todos eles nasceram por via vaginal e foram exclusivamente amamentados após o nascimento: duas vias importantes para uma mãe transmitir os seus próprios micróbios.

Durante o mês de acompanhamento, os cientistas recolheram amostras de fezes das mães e dos bebés e concluíram por comparação que os bebés que tinham nascido em casa tinham uma maior diversidade de flora intestinal. Esta mudança foi verificada durante o mês inteiro.

“As razões para as diferenças entre bebés nascidos em casa e em hospitais não são conhecidas, mas especulamos que as intervenções hospitalares comuns como o banho infantil precoce e a profilaxia antibiótica ocular ou até mesmo fatores ambientais – como o ambiente assético do hospital – podem estar envolvidos”, explica a autora do estudo Maria Gloria Dominguez-Bello, investigadora na Rutgers University-New Brunswick.

Estes resultados sugerem que os bebés nascidos em hospitais são imediatamente expostos a menos micróbios e, por isso, possuem um microbioma menos diversificado no primeiro mês de vida.

No entanto, os cientistas salvaguardam que ainda não está claro se estas diferenças no microbioma das crianças que nascem em casa ou nos hospitais são perigosas ou duradouras. Apesar de uma flora intestinal diversificada ser considerada mais saudável, os investigadores ainda estão muito divididos sobre se o microbioma afeta a imunidade e causa doenças.

Serão precisas investigações futuras para esclarecer esta questão. Ainda assim, este novo estudo sugere que a renovação do ambiente hospitalar de modo a que se assemelhe às condições do lar pode ser benéfico

PARTILHAR

RESPONDER

Os gorilas têm amigos para toda a vida (e fazem grandes festas anuais)

Cientistas concluíram que os gorilas têm amizades que duram para toda a vida, inclusive entre animais que não são parentes, e celebram grandes reuniões anuais. De acordo com o ABC, uma equipa de cientistas concluiu que …

Bengala que guiou bote salva-vidas após o naufrágio do Titanic leiloada por 44 mil euros

Quando o Titanic afundou em águas geladas perto de Newfoundland em 1912, um bote salva-vidas de sobreviventes usou a luz operada por bateria na bengala de uma mulher para iluminar o caminho para a segurança. Essa …

Amostras de sangue de animais de zoológicos ajudam a prever doenças em humanos

Os cientistas querem usar padrões genéticos similares, que estão presentes no sangue de humanos e animais há milhares de anos, para melhorar o prognóstico da doença assistida por computador. Os jardins zoológicos de Saarbrücken e Neunkirchen, …

Encontrado no topo dos Alpes um lago que não devia existir

Um montanhista capturou a formação de um lago "alarmante" no alto dos Alpes franceses depois de a neve glacial ter derretido durante a intensa onda de calor que atingiu a Europa central no final de …

Fogo na Sertã reacendeu e há aldeias cercadas pelas chamas

O incêndio no concelho da Sertã reacendeu à tarde depois de sido dado como dominado durante a madrugada, continuando os fogos no distritos de Castelo Branco a mobilizar mais de mil bombeiros e 15 meios …

Há uma cidade onde o dinheiro cresce das árvores

Morador da remota cidade de Skagway, no Alaska, há cerca de um ano, John Sasfai entra na cervejaria Skagway Brewing Co. e pede uma cerveja artesanal local à base de broto de abeto (árvore conífera …

Os gatos são um problema na Austrália. Matam mais de dois mil milhões de animais selvagens por ano

Quando os gatos vagueiam livremente, pequenos animais selvagens morrem. Na Austrália, a contagem de corpos já excede os dois mil milhões de animais nativos por ano. Na Austrália, investigadores ambientais analisaram centenas de estudos sobre os …

Morreu a antiga apresentadora da RTP Isabel Wolmar

Morreu a antiga apresentadora da RTP Isabel Wolmar. A cara histórica da estação pública tinha 86 anos. A notícia foi avançada pelo amigo Júlio Isidro na sua página oficial de Facebook. No Facebook, o apresentador da …

Cidade americana usa músicas infantis para afastar os sem-abrigo

https://vimeo.com/349252020 A cidade de West Palm Beach, no estado americano da Flórida, está a usar músicas infantis em loop para evitar que os sem-abrigo durmam no parque da cidade durante a noite. Numa tentativa desesperada e bizarra …

Nicolás Maduro acusa EUA de usarem sanções para se apoderarem do petróleo da Venezuela

O Presidente Nicolás Maduro acusou sábado os EUA de usarem as sanções contra a Venezuela como uma maneira de dominar o país para se apoderarem dos recursos petrolíferos venezuelanos. "Os EUA querem dominar-nos para controlar o …