Há uma nova explicação para o facto de bebés amamentados terem sistemas imunitários mais saudáveis

Um novo estudo realizado por investigadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, descobriu que o leite materno promove o crescimento de importantes células imunitárias que ajudam a controlar eventuais inflamações.

De acordo com o site Science Alert, o estudo analisou as funções imunitárias de 38 recém-nascidos, todos nascidos por cesariana. Os bebés foram distinguidos pelo facto de terem sido amamentados, alimentados com fórmula infantil ou uma mistura de ambos. As amostras de sangue e das fezes também foram recolhidas em dois momentos: no nascimento e três semanas depois.

A diferença entre as células T dos dois grupos – um tipo de glóbulo branco que ajuda a manter o controlo das respostas imunitárias – foi profunda. Os bebés que foram exclusivamente amamentados viram o número de células duplicar em três semanas, em comparação com os que foram alimentados só com fórmula infantil.

As próprias células T também mostraram uma maior expressão de um marcador ligado ao aumento da atividade supressora. E a sua atividade também parecia especialmente virada para atuar especificamente contra o corpo da mãe.

O leite materno dá aos bebés uma variedade de antimicrobianos e nutrientes que fornecem ao sistema imunitário do recém-nascido tudo o que precisa para combater eventuais infeções. Mas o próprio processo de amamentação está longe de ser estéril, transferindo não apenas a microflora da pele da progenitoras, mas muitas das suas próprias células.

Aumentar as células T reguladoras para proteger o bebé contra as células perdidas da sua mãe pode ser uma forma de garantir que este se mantém saudável.

Ainda não se sabe exatamente porque é que o leite tem este efeito. Mas uma observação feita pelos cientistas neste último estudo, publicado a 12 de janeiro na revista científica Allergy, pode dar uma pista.

A equipa notou que bactérias intestinais específicas, conhecidas por apoiar a função reguladora das células T, eram mais abundantes no sistema digestivo dos recém-nascidos que eram amamentados.

“Esperamos que esta descoberta inestimável leve a um aumento nas taxas de amamentação e faça com que mais bebés se beneficiem das vantagens de receber leite materno”, afirmou Gergely Told, neonatologista da Universidade de Birmingham e um dos autores do estudo.

“Mas, ao mesmo tempo, esperamos que estes resultados contribuam para otimizar a composição do leite em pó para explorar esses mecanismos imunitários”, acrescentou.

  ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Depressão: o relato de Vanessa Fernandes

Escrava do seu sucesso, a vencedora de uma medalha nos Jogos Olímpicos confessa que teria ficado destruída, caso não tivesse pedido ajuda. A ideia era sempre "ganhar e ser a melhor" mas, nos bastidores, Vanessa Fernandes …

Squid Game. Coreia do Norte ataca Coreia do Sul com base no novo sucesso da Netflix

A série "Squid Game", que é a mais vista de sempre na Netflix, tornou-se tão popular que nem a Coreia do Norte ficou indiferente — mas por maus motivos. Enquanto a série sul-coreana tem conquistado espectadores …

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Albuquerque mostrou-se disponível para negociar o OE, mas Rio diz que "a Madeira não está à venda"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, manifestou hoje disponibilidade para conversar com o Governo sobre o OE, mas Rui Rio garantiu que os deputados madeirenses não vão contrariar o partido. “Se for para …

Golpe de Estado no Sudão. Confrontos nas ruas causam sete mortos e 140 feridos

Milhares de sudaneses têm saído às ruas para protestarem a tomada do poder pelos militares. A comunidade internacional tem sido unânime na condenação ao golpe de Estado. Na sequência do golpe de Estado de segunda-feira, os …

Amnistia Internacional pede que EUA retirem acusações a Assange e a Londres que evite extraditá-lo

A Amnistia Internacional (AI) pediu aos Estados Unidos que retirem as acusações contra o fundador da Wikileaks, Julian Assange, e ao Reino Unido que evite extraditá-lo, pedido feito hoje antes do início, quarta-feira, de nova …

Mudar de telemóvel pode ser um rombo nas poupanças a longo prazo, mais do que se pensa

Especialistas em finanças ouvidos pelo The New York Times consideram que mudar de telemóvel anualmente, dando o dispositivo anterior para retoma (quando este ainda tem um valor elevado), não é uma boa aposta, sobretudo a …

Costa confessa a "enorme frustração pessoal" com a morte da geringonça e admite governar em duodécimos

O debate deixou tudo em águas de bacalhau e nem a esquerda nem o governo dão sinais de ceder. Costa admite que o fim da parceria com o PCP e o Bloco é uma derrota …

Koeman: "O que se passou comigo é um problema social"

Treinador do Barcelona teve dificuldades em sair do Camp Nou, depois de perder frente ao Real Madrid. A contestação à volta de Ronald Koeman em Barcelona já se verifica há algum tempo (começou em alguns momentos …

Mais de 100 mil doentes podem ter covid longa e sobrecarregar o SNS

Com o crescimento do número de pacientes que reportam sintomas de covid prolongada, os especialistas receiam que o Serviço Nacional de Saúde não tenha capacidade de resposta. Segundo avança o Expresso, os directores e coordenadores de …

O serial killer John Wayne Gacy

Vítima de serial killer identificada 40 anos depois através do ADN de um dente

Os restos mortais de Francis Wayne Alexander foram encontrados há mais de 40 anos na casa do infame serial killer John Wayne Gacy. Mas só agora se conseguiu verificar a sua identidade. Segundo conta a cadeia …