BE fará uma campanha “sem energia perdida, palavras ocas ou provocações”

Rodrigo Antunes / Lusa

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins

Um partido que pretende ao mesmo tempo trilhar um “caminho de alternativa” e “caminhos de convergência”. Assim definiu Catarina Martins a orientação do Bloco de Esquerda (BE) na campanha eleitoral.

Ao discursar num almoço com agentes da cultura e militantes dos concelhos de Sintra e da Amadora, realizado no domingo, no salão dos Bombeiros Voluntários de Queluz, a coordenadora bloquista fez o elogio dos “artistas” portugueses durante o período da ‘troika’, “quando tudo estava a ser atacado”, noticiou o Expresso.

“Tivémos nos palcos deste país a crise que o país vivia, e isso humanizou-nos”, disse Catarina Martins.

A ouvi-la, além de outros oradores da sessão – o ator Pedro Lamares, a jornalista Diana Andringa (mandatários distritais no Porto e em Lisboa, respetivamente) e o escritor José Luís Peixoto -, estavam as atrizes Cucha Carvalheiro e Lúcia Moniz, os músicos Fernando Tordo e Luanda Cozetti, e ainda Pilar del Rio.

Catarina Martins defendeu a necessidade de um “novo paradigma” nas políticas governamentais para o sector, insistindo na obrigatoriedade de toda a verba para a Cultura a consagrar no Orçamento do Estado (1% do PIB, no entender do BE) “ser mesmo para as artes e o património”.

Antes de ter passado em revista alguma decisões desta legislatura no sector da Cultura, que tiveram o selo do BE, Catarina Martins fixou as baias do discurso bloquista para os próximos 13 dias. “Estaremos empenhados em esclarecimento e em mobilização, sem energia perdida, sem palavras ocas, sem provocações”, indicou.

Catarina Martins afirmou igualmente o “compromisso” de um “exercício de respeito pelas pessoas”. Noutro ponto, salientou que o BE não dará gás a “distrações”.

O BE, salientou a sua coordenadora, apresenta-se a votos “como uma alternativa programática e como um [partido] fazedor de pontes, que sempre foi” e pretende “continuar” a ser.

De acordo com o Expresso, o Bloco irá recordar o papel que teve na solução governativa destes quatro anos, e mostrar-se disponível para continuar a fazer parte de uma solução: “Não estamos arrependidos do caminho que fizemos e continuamos, por isso, a fazer este caminho de alternativa e também os caminhos de convergência”, disse Catarina Martins. “O país sabe a diferença que o Bloco de Esquerda pode fazer”, acrescentou.

Na primeira iniciativa do partido no período oficial de campanha – realizada em Queluz, uma escolha intencional, para ser “fora da grande Lisboa, que tudo absorve”, como explicou Mariana Mortágua – estiveram presentes dois dos fundadores: Fernando Rosa e Francisco Louçã.

Só o primeiro falou aos jornalistas. Questionado sobre a “geringonça”, declarou que “era bom que ela se pudesse voltar a repetir”. Contudo, antes algumas questões, foi muito pedagógico a apontar a “condição importante” para que possa ocorrer novamente: “não haver uma maioria absoluta do PS”.

“Já tivemos três maiorias absolutas e a memória que delas tenho não é nada boa”, sublinhou Fernando Rosas.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Fã descobriu morada de estrela pop nos reflexos nos olhos de uma selfie e atacou-a

A influencer japonesa Ena Matsouk que integra uma banda pop do país foi atacada sexualmente por um fã, depois de este ter descoberto onde é que morava através de uma selfie que ela publicou nas …

Comer bem melhora ativamente os sintomas de depressão

Uma nova investigação, levada a cabo por cientistas da Universidade Macquarie, na Austrália, sugere uma conexão casual entre a dieta e a depressão. Uma equipa de cientistas da Universidade Macquarie, na Austrália, realizou um estudo controlado …

Presidente da China promete esmagar o corpo e quebrar os ossos aos separatistas

O Presidente da China, Xi Jinping, afirmou que "quem tentar atividades separatistas em qualquer lugar da China acabará com o corpo esmagado e os ossos quebrados", de acordo com a edição digital desta segunda-feora do …

Ucrânia 2 vs 1 Portugal | Adeus ao primeiro em dia de CR700

O primeiro lugar do Grupo B já não foge à Ucrânia. Portugal foi a Kiev dominar e atacar muito, com 24 remates e diversas oportunidades, mas esbarrou no guarda-redes Andriy Pyatov – tal como no …

Primeira protagonista feminina de Astérix é parecida com a ativista Greta Thunberg

Como sempre, a saída de um novo álbum de Astérix, o grande herói da banda desenhada franco-belga, está rodeado de um grande segredo. Aliás, não poderia ser de outro modo pois é também um irredutível …

O Fortnite, um dos jogos mais populares do mundo, foi "engolido" por um buraco negro e desapareceu

O Fortnite, que já é considerado um dos jogos mais populares da atualidade, desapareceu durante o fim-de-semana. Agora, o que surge no ecrã dos jogadores, depois do fim da temporada X, é apenas um buraco …

Kais Saied eleito Presidente da Tunísia com 72,71% dos votos

O professor universitário Kais Saied, um estreante no mundo da política, foi eleito Presidente da Tunísia com 72,71% dos votos na segunda volta das presidenciais antecipadas de domingo, anunciou esta segunda-feira a instância eleitoral (Isie). De …

Série SpongeBob acusada de "violência", "racismo" e de perpetuar o "colonialismo"

A série infantil SpongeBob foi acusada de perpetuar o "racismo" e o "colonialismo" junto dos mais novos. A crítica é feita por uma professora da Universidade de Washington. No fundo do mar, a vida parece feliz. …

Neymar pára quatro semanas devido a lesão na coxa

O futebolista do Paris Saint-Germain Neymar (PSG) vai ficar afastado da competição nas próximas quatro semanas, após ter contraído uma lesão na coxa ao serviço da seleção brasileira, informou esta segunda-feira o clube francês no …

Vitor Baía e Villas-Boas voltam a abordar o futuro como potenciais sucessores de Pinto da Costa no FC Porto

André Villas-Boas foi entrevistado pela rádio France 3 e voltou a falar do sonho de ser presidente do FC Porto. Já Vitor Baía diz estar em paz em relação ao que poderá acontecer quando Pinto …