BdC diz que jogadores do Sporting recusaram meio milhão para ganhar a Benfica e Marítimo

Rodrigo Antunes / Lusa

Bruno de Carvalho foi ouvido esta quarta-feira em tribunal pelo juiz Carlos Delca. Numa das afirmações mais controversas, o ex-presidente leonino disse que o plantel sportinguista recusou um prémio de meio milhão de euros para derrotar o Benfica e o Marítimo.

O antigo presidente do Sporting CP foi recebido às portas do tribunal por várias pessoas que mostraram o seu apoio com tarjas e aplausos. Sem a presença de Nuno Saraiva, por problemas de saúde, também Mustafá esteve presente em tribunal.

Bruno de Carvalho começou por falar que na noite de 13 para 14 de maio, em 2018, recebeu uma chamada de vários elementos da claque a dizerem que queriam “apertar” com o então presidente e com os jogadores. Além disso, Bruno disse que falou abertamente com os jogadores e pediu para que eles o avisassem caso recebem qualquer tipo de ameaças – coisa que nunca fizeram.

Suspeitava que tinha havido ali alguma coisa no aeroporto. Mas não sabia que estava a ser planeado um ataque. Dirigi-me ao Acuña, ao Bataglia, ao William e nenhum me alertou para absolutamente nada”, disse Bruno de Carvalho, citado pelo Correio da Manhã.

Na véspera do ataque, Bruno esteve em reunião na casa de André Geraldes, na qual os intervenientes não estavam contentes com ele. “Senti que me podia acontecer alguma coisa”, disse.

O antigo presidente do emblema de Alvalade nega ainda que alguma vez tenha dito “façam o que quiserem” aos jogadores. Bruno de Carvalho esclareceu que se estava apenas a referir às tarjas.

“Antes do jogo com o Benfica foi oferecido meio milhão aos jogadores, antes do jogo com a Madeira igual e os jogadores recusaram. Nunca tinha visto um funcionário a recusar um prémio. Coincidência ou não o Sporting não consegue cumprir os objetivos. Um destes jogos originou o episódio no aeroporto. Nunca tinha visto um funcionário ou jogador a recusar prémios de performance”, contou BdC a meio da audiência.

Em declarações ao juiz Carlos Delca explicou que nunca conversou com Nuno Mendes nem com ninguém sobre o que se passou no aeroporto. “E alguns tinham a obrigação de me dizer o que se tinha passado”, realçou.

Quanto ao ataque à academia, Bruno de Carvalho responsabiliza o responsável da segurança por permitir que membros da claque entrassem em Alcochete. “Penso que iam lá algumas vezes. Mas nunca dei indicações para isso. Só soube que acontecia. Uma vez até me foi solicitado que pessoas que estavam fora entrassem. Eu não autorizei mas o responsável da segurança sim”, disse em tribunal.

De acordo com o jornal OJOGO, uma vez, Jorge Jesus também chegou a dar autorização aos adeptos para entrarem na academia. “Depois teve de pedir desculpa ao presidente”, atirou. Depois do incidente, Bruno de Carvalho admite ter contado ao treinador e à equipa técnica que já não contaria mais com Jorge Jesus para o futuro.

Carlos Vieira, ex-vice presidente do Sporting e José Ribeiro, que avisou que a academia estava a ser atacada, também foram ouvidos esta tarde em tribunal.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Domingo invulgar: 17 grandes jogos para ver, em poucas horas

A ementa começa em França, ao meio-dia, e acaba no Chile, já depois das oito da noite. Não estamos perto do Carnaval mas vem aí um "domingo gordo" no futebol. Vários jogos grandes, uns mais mediáticos …

Sporting 1-0 Moreirense | Capitão Coates embala leão

O Sporting igualou hoje o FC Porto na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Moreirense, por 1-0, em jogo da nona jornada. O capitão Sebastián Coates marcou, aos …

Relatório médico indica que jovem chinês morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em dez minutos

Um homem chinês morreu depois de beber uma garrafa de 1,5 litros de Coca-Cola em dez minutos, informaram os médicos num relatório. O jovem de 22 anos, que não tinha doenças subjacentes, dirigiu às urgências do …

Universidade no Reino Unido tem arquivo de "casas assombradas"

A Universidade de Sheffield, no Reino Unido, tem um arquivo aberto ao público com quase 80 mil fotografias de "casas assombradas" de várias feiras populares. Para muitos, o medo é parte integrante da experiência de uma …

J&J acusada de usar manobra para impedir processos judiciais relativos à venda de pó de talco com propriedades cancerígenas

A Johnson & Johnson está a ser criticada por usar uma manobra para impedir cerca de 38 mil processos judiciais que alegam que o famoso baby powder da marca causa cancro. De acordo com a NPR, …

Tondela 1-3 FC Porto | Hat-trick de Taremi castiga insolência beirã

O iraniano Mehdi Taremi foi a grande figura da vitória do FC Porto em casa do Tondela, por 3-1. Os homens da casa marcaram primeiro, mas cedo se viram reduzidos a dez elementos e tiveram …

Chamam-lhe "Lady Trump". A candidata a governadora do Nevada que está a gerar polémica

Conhecida como "Lady Trump", Michele Fiore anunciou a sua candidatura a governadora do estado do Nevada em estilo, gerando polémica nos Estados Unidos. Michele Fiore, vereadora de Las Vegas, anunciou esta terça-feira a sua candidatura a …

Benfica abre inquérito a envolvimento de colaboradores em negócio de ações da SAD

O Benfica abriu um inquérito interno para averiguar o possível envolvimento de dois colaboradores num eventual negócio de transação de ações da SAD ‘encarnada’, informou hoje o clube, em comunicado. “Tendo em conta as recentes notícias …

Um hipopótamo na água

Tribunal norte-americano reconhece hipopótamos de Pablo Escobar como pessoas jurídicas

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do legado deixado na Colômbia por Pablo Escobar, recebeu o estatuto de "pessoas jurídicas". Um tribunal federal dos Estados Unidos defendeu que os descendentes dos hipopótamos do barão da …

Mais rapidez e menos ruído. E-bikes permitem que militares em ação passem despercebidos

Os soldados do Regimento de Cavalaria da Infantaria Montada de Queensland, na Austrália, estão a testar e-bikes para perceber se o veículo poderá ser uma opção válida para operações no terreno. Passar despercebido no terreno é …