Basílio Horta eleito presidente da Organização das Cidades Património Mundial

Manuel de Sousa / wikimedia

Basilio Horta (foto: Manuel de Sousa / wikimedia)

Basilio Horta (foto: Manuel de Sousa / wikimedia)

O presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta, foi hoje eleito presidente da Organização das Cidades Património Mundial, organização que reúne os locais classificados pela Unesco, numa votação que decorreu esta madrugada na cidade do México.

A votação decorreu durante o XII congresso desta entidade, que não contou com a presença do autarca eleito pelo PS, que foi eleito presidente até 2015.

Em declarações à agência Lusa, Basílio Horta afirmou que o facto de ter sido eleito presidente desta organização que reúne “algumas das mais importantes cidades do mundo” significa uma “grande projeção para Sintra”.

“Sintra estará na primeira linha das iniciativas que a associação vai produzir. E há a possibilidade de grandes contactos. Permite a promoção de Sintra, especialmente no setor turístico. É esta abertura ao mundo de que falei na campanha [eleitoral]”, disse.

Segundo o autarca, durante o XII congresso, as cidades Património Mundial da Unesco votaram ainda na cidade espanhola de Córdoba para a realização do congresso de 2015.

Fundada em 1993, a Organização das Cidades Património Mundial (OCPM)reúne as 254 cidades com locais inscritos na lista do Património Mundial da UNESCO.

Dentro desta organização não-governamental, estas cidades são representadas pelos presidentes das respetivas câmaras municipais, contando também com a participação de especialistas em gestão do património.

A organização promove, de dois em dois anos, desde 1993, um congresso mundial para debater ideias sobre a gestão e reabilitação de Cidades Património Mundial, num intercâmbio de conhecimentos e de discussão de questões de interesse mútuo às várias cidades e respetivos intervenientes.

A OCPM tem como associadas entidades como o Centro de Património Mundial da UNESCO, o Conselho da Europa, o Getty Conservation Institute, o ICOMOS, o ICCROM e o World Monuments Fund.

Além de Sintra, Coimbra, Porto, Évora, Elvas, Guimarães, Angra do Heroísmo, são os locais portugueses que fazem parte da Organização das Cidades do Património Mundial.

Basílio Horta venceu uma votação à qual concorriam os autarcas de Bruxelas (Bélgica), Lyon (França), Puebla (México), Quebec (Canadá), Safranbolu(Turquia), Valparaíso (Chile) e Varsóvia (Polónia).

Basílio Adolfo Mendonça Horta da Franca, jurista e político português, nasceu em Lisboa, a 16 de novembro de 1943. Fundador do Partido do Centro Democrático Social (CDS) em 1975, Basílio Horta assumiu ao longo dos anos o papel de membro histórico deste partido da direita portuguesa.

Basílio Horta é licenciado em Direito e tem o Curso Complementar de Ciências Político-Económicas, pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Foi candidato à Presidência da República e representante de Portugal na OCDE, presidente do Conselho de Administração da AICEP Portugal Global. É professor convidado do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas.

Nas eleições legislativas de 2011, Basílio Horta foi cabeça de lista do Partido Socialista no Círculo Eleitoral de Leiria como candidato independente. É, actualmente, presidente da Câmara Municipal de Sintra, eleito pelo PS.

ZAP/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Caso Mayorga. Justiça norte-americana deixa cair acusação de violação contra Cristiano Ronaldo

A Justiça norte-americana deixou cair as acusações que remontam a junho de 2009, concluindo que as acusações contra Cristiano Ronaldo não podem ser provadas. A Procuradoria de Clark County, do Estado norte-americano do Nevado, anunciou esta …

Bloco vai reapresentar proposta de criação de juízos especializados em violência doméstica

O Bloco de Esquerda propõe juízos especializados para julgar violência doméstica, anunciou este domingo a coordenadora do partido, Catarina Martins. Este domingo, ao anunciar que o Bloco de Esquerda propõe juízos especializados para julgar violência doméstica, …

ISCEM vai fechar em setembro. Alunos só foram avisados agora

O ISCEM – Instituto Superior de Comunicação Empresarial vai fechar antes do arranque do próximo ano letivo. A escola terá enviado cartas aos alunos, informando-os do encerramento. Depois de não ter sido acreditado institucionalmente pela Agência …

Zidane aponta à saída de Bale. "Se puder ir embora amanhã, melhor"

O futebolista galês Gareth Bale pode deixar o Real Madrid nos próximos dias, disse no sábado o treinador da equipa espanhola, Zinedine Zidane, que o deixou de fora na derrota por 3-1 com o Bayern …

Abel Xavier deixa seleção moçambicana de futebol

Abel Xavier deixa o cargo de selecionador moçambicano após falhar a qualificação para as últimas duas edições da Taça das Nações Africanas. O treinador Abel Xavier vai deixar o comando da seleção moçambicana de futebol, ao …

Quase 800 portugueses vão participar no maior encontro de escuteiros do mundo

Quase 800 jovens portugueses vão participar no 'World Scout Jamboree', o maior encontro de escuteiros do mundo, que vai acontecer nos Estados Unidos, entre 22 de julho e 2 de agosto, informou a Federação Escutista …

Rui Rio acusa PS de copiar propostas e ideias do PSD

Rui Rio acusa os socialistas de copiar as suas propostas na área fiscal e no apoio à natalidade. "Se não estão a copiar, então porque é que não o fizeram nestes quatro anos?", questionou. O presidente …

Nove em cada 10 idosos em tratamento médico sofrem de solidão

Cerca de 91% dos idosos seguidos nos cuidados de saúde primários revelam sentir algum grau de solidão, sendo que um terço reporta mesmo níveis graves, o que interfere com os cuidados, revela uma nova investigação. A …

Juros baixos vão permitir ao Estado poupar mil milhões de euros

A redução nas taxas de juro da dívida pública vai permitir ao Estado poupar, de 2016 até final de 2019, cerca de mil milhões de euros. Só em 2019, o país deverá poupar em juros …

Praia de Fukushima reabre ao público oito anos depois do acidente nuclear

Este fim de semana, e pela primeira vez depois da catástrofe nuclear de Fukushima-1, os japoneses puderam voltar a nadar numa das praias da cidade afetada pelo terramoto e tsunami de 2011. De acordo com o …