Bandeira a meia haste e silêncio marcam cerimónia de 5 de Outubro

Miguel A. Lopes / Lusa

O ato solene do 5 de Outubro também foi curto e silencioso, por coincidir com o dia de reflexão para as eleições legislativas, que acontecem no domingo.

A cerimónia do 109.º aniversário da Implantação da República, na Câmara Municipal de Lisboa, ficou marcada pela bandeira a meia haste, por se cumprir dia de luto nacional pela morte de Diogo Freitas do Amaral.

O ato solene do 5 de Outubro também foi curto e silencioso, por coincidir com o dia de reflexão para as eleições legislativas, que acontecem no domingo.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, chegou hoje aos Paços do Concelho pelas 09:00, tendo sido recebido pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina.

Marcelo Rebelo de Sousa recebeu Honras Militares ao som do Hino Nacional, tocado pela Banda da Guarda Nacional Republicana.

Depois das Honras Militares, o chefe de Estado, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, o presidente da Câmara de Lisboa, a presidente da Assembleia Municipal, Helena Roseta, e os vereadores da autarquia foram à varanda do Salão Nobre, onde foi hasteada a bandeira nacional.

No ato, Marcelo Rebelo de Sousa deixou a bandeira nacional apenas a meia haste, por respeito a Diogo Freitas do Amaral, fundador do CDS e ex-ministro, que morreu na quinta-feira, aos 78 anos.

Freitas do Amaral nasceu na Póvoa de Varzim em 21 de Julho de 1941. Foi líder do CDS, partido que ajudou a fundar em 19 de Julho de 1974, vice-primeiro-ministro e ministro em vários governos.

O político fez parte de governos da Aliança Democrática (AD), entre 1979 e 1983, e mais tarde do PS, entre 2005 e 2006, após ter saído do CDS, em 1992.

As comemorações foram encerradas com a explicação da partitura original do Hino Nacional, que se encontra exposta no átrio dos Paços do Concelho, pela diretora do Museu da Presidência da República, Maria Antónia Pinto de Matos.

A cerimónia do 5 de Outubro deste ano foi ajustada para um formato mais curto, sem intervenções públicas, por se realizar na véspera das legislativas, tendo terminado às 09:30 em ponto.

O 5 de Outubro voltou a ser feriado nacional em 2016 – tinha sido eliminado em 2013 pelo anterior Governo PSD/CDS-PP – e é uma das quatro datas anuais em que o chefe de Estado tem discursos protocolares, juntamente com o 25 de Abril, o 10 de Junho e Dia de Ano Novo.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Vergonhosa esta atitude que insulta a República e todos aqueles que por ela lutaram inclusive com o sacrifício da própria vida.

    Um dia que deveria ser de celebração de Norte a Sul do país, pois trata-se de uma data histórica que colocou um termo à corrupção e tirania monárquica/clerical, que abriu as portas a uma evolução da sociedade portuguesa e ao progresso tão desejado no país, vê-se agora deturpada e misturada de forma intencional com o falecimento de um indivíduo que nada diz aos cidadãos Portugueses nem à República.

  2. Ó Sr. Figueiredo. Tirania da monarquia… Vá lá perguntar ao Rafael Bordalo Pinheiro se se sentia tiranizado. E, já agora, faça a mesma pergunta ao José Vilhena…

    Que o Professor Diogo Freitas do Amaral não lhe diga nada, aceito. Que não diga nada aos portugueses, já discordo. Diz tão pouco aos portugueses que Primeiro Ministro algum teve os votos que ele conseguiu em 1986 para a Presidência da República. E, já agora, também Presidente algum, excepto o Dr. Mário Soares (que, esse sim, não me diz nada – nem a muitos portugueses), logrou alcançar o mesmo número de votos que o Professor Freitas do Amaral.

    Se é ignorante, ou sofre de memória selectiva, basta lembrar as gerações de juristas que o Professor Freitas do Amaral ajudou a formar. A obra científica que deixa.

    É provável que esse seja o seu problema: como a única coisa que tem para dizer e mostrar são idiotices como as que escreveu, próprias de alguém acometido por um terrível sentimento de frustração e de nulidade, é natural que quando a sua hora chegar, rapidamente caia no esquecimento…

  3. confirma-se, há tipos (como dizia o Dr. Mário Soares) que não tendo sido nada para a nação republicana (a não ser pela mão do Sr. Eng. Sócrates) alguns, poucos seus amigalhaços conseguem com artimanhas trauliteiras colocá-los acima de tudo e de todos incluindo a pátria republicana. Hoje é dia da REPUBLICA nada está acima dela.

  4. E preciso notar o motivo de o acto ter sido curto: «O ato solene do 5 de Outubro também foi curto e silencioso, por coincidir com o dia de reflexão para as eleições legislativas, que acontecem no domingo.» Se não houvesse essa coincidência com certeza que não seria curto. Teria o tempo de silêncio, como tem acontecido com outras personalidades. Mas quero dizer outra coisa: será que nestes 109 anos não tem havido corrupção e tirania? Seria bom reler a História destes 109 anos….

RESPONDER

Suíça 3 - 1 Turquia | Seferovic e Shaqiri “abrem o livro”

A Suíça venceu de forma categórica a Turquia por 3-1, afastou os turcos da prova e terminou o Grupo A no terceiro lugar, com quatro pontos, esperando agora pelo final da fase de grupos para …

Presidente eleito do Irão promete governo "revolucionário e anticorrupção"

O Presidente eleito do Irão, o clérigo ultraconservador Ebrahim Raissi, prometeu hoje formar um governo "trabalhador, revolucionário e anticorrupção", aludindo ao estrito cumprimento dos princípios do sistema teocrático do país. Num comunicado, Raissi apresentou-se como “um …

Na Coreia do Norte, um pacote de café pode chegar aos 80 euros

Residentes norte-coreanos dizem que uma pequena embalagem de chá preto ou um pacote de café podem chegar aos 60 e 80 euros, respetivamente. Esta semana, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, reconheceu que o …

Mais de 2200 armas entregues à PSP em menos de quatro meses

Mais de 2200 armas de fogo, a maioria das quais espingardas, foram entregues de forma voluntária à PSP, entre 24 de Fevereiro e 15 de Junho, anunciou este domingo aquela força policial. Em comunicado, a PSP …

O Arco do Triunfo vai ser embrulhado em tecido azul e corda vermelha durante 16 dias

O projeto foi pensado por Christo Vladimirov Javacheff e Jeanne-Claude no início dos anos 60, mas nunca se realizou. Agora, o monumento será embrulhado em azul e vermelho entre 18 de setembro e 3 de …

Netanyahu irá deixar residência oficial do primeiro-ministro a 10 de julho

O ex-primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu irá deixar a residência oficial em Jerusalém a 10 de julho, depois de um acordo alcançado com o sucessor, Naftali Benet, que lhe dera um prazo de duas semanas …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Venha o tubarão

Portugal desilude e complica o apuramento. Segue-se a França. Itália, Bélgica e Países Baixos nos oitavos-de-final. O Campeonato da Europa visto da Linha de Fundo. Na corda bamba Portugal – Alemanha (2-4) “A vida é como uma corda 
De …

Praga de milhões de ratos está a aterrorizar a Austrália

O fim da seca de três anos e dos consequentes incêndios florestais permitiu à Austrália respirar de alívio. Em contrapartida, criaram-se as condições perfeitas para a pior praga de ratos da última década. "As pessoas estão …

Banca com nova vaga de saída de trabalhadores e admite despedimentos

Os grandes bancos vão reduzir milhares de trabalhadores este ano, um processo que vem acontecendo desde a última crise mas que em 2021 deverá atingir um novo pico, tendo mesmo BCP e Santander Totta admitido …

Cuba está a criar o seu próprio smartphone (e conta com a ajuda da Huawei)

O Governo cubano está a trabalhar na produção de um novo smartphone, que terá um sistema operativo original e conta com a ajuda da empresa chinesa Huawei. De acordo com a revista Vice, o projeto é …