Bancos portugueses têm 4 mil milhões em dinheiro parado

Os cofres da banca portuguesa têm quarto mil milhões de euros de excesso de liquidez, valor que representa 2% do PIB e supera as reservas mínimas exigidas pelo Banco Central Europeu (BCE), mas que não traz benefícios imediatos.

Este excesso de liquidez de quatro mil milhões de euros é avançado pelo Diário de Notícias, que cita dados do Banco de Portugal relativos a 29 de Julho passado.

O jornal sustenta que a banca portuguesa tem “dinheiro parado que vai muito além das reservas mínimas exigidas pelo BCE”, situando-se nos quatro mil milhões de euros, isto é, 2% do Produto Interno Bruto (PIB).

Este valor elevado não acarreta benefícios particulares para os bancos, cuja principal via de rentabilidade são os empréstimos, mas a sua colocação na economia real poderia também suscitar riscos.

Os bancos têm “no financiamento a particulares e a empresas a sua actividade core e a sua fonte primordial de receitas, fundamental para a recuperação da sua rendibilidade“, destaca o presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB), Faria de Oliveira, ao DN.

Apesar de evidenciar que “em Portugal, a procura de financiamento bancário está francamente abaixo da capacidade de oferta dos bancos”, o dirigente também nota que “é relativamente baixa a procura de crédito que satisfaz os critérios de concessão e de gestão de risco que os bancos estão obrigados a cumprir”.

O economista do Banco Carregosa Rui Bárbara acrescenta que os Bancos estão “menos propensos a emprestar” porque “os níveis de capital não estão num nível óptimo e o crédito malparado ainda é um grande peso nos balanços”.

Além disso, a banca tem ainda que contar com “outro dilema”, explica Rui Bárbara ao DN, sustentando que “só quer emprestar a boas empresas que não pretendem endividar-se, e não às que procuram crédito, que são as empresas com maior risco creditício“.

“Como as famílias portuguesas são das mais endividadas do mundo, é também compreensível que muitas não queiram aumentar o crédito. Daí a tendência para acumular liquidez”, conclui o economista.

Neste cenário de aperto ao crédito, há cada vez mais empresas portuguesas a procurarem financiamento em “bancos não residentes e, em menor escala, através da emissão de títulos de dívida no exterior”, sustenta o DN, dando os exemplos da construção e do imobiliário como os mais claros desta tendência.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação, no âmbito do concurso externo imposto ao Estado pela União Europeia. Mais de 800 professores passaram a integrar os quadros do Ministério da Educação através …