As bactérias viajam milhares de quilómetros pelo ar (e é assim que se tornam resistentes)

(dr) Yaroslav Ispolatov

As bactérias podem “voar” milhares de quilómetros pelo ar. Esta hipótese ajudar a explicar o motivo pelo qual o as bactérias prejudiciais partilham genes de resistência a antibióticos.

Konstantin Severinov, investigador e um dos autores do estudo, explica que a teoria sugere que deve haver um mecanismo em todo o planeta que garante a troca de bactérias em lugares distantes.

“Como as bactérias que estudamos vivem em água muito quente, a cerca de 71 graus Celsius, em locais remotos, não é possível imaginar que animais, pássaros ou seres humanos as transportem”, disse Severinov. “Elas devem ser transportados por via aérea e esse movimento deve ser muito extenso, para que as bactérias em locais isolados compartilhem características comuns”.

A equipa de Severinov estudou as “memórias moleculares” de bactérias e dos seus encontros com vírus, analisando memórias armazenadas no ADN bacteriano. O estudo foi recentemente publicado na Philosophical Transactions of the Royal Society B.

Os bacteriófagos, ou vírus das bactérias, são as formas de vida mais abundantes e omnipresentes do planeta, diz o estudo. Os vírus têm uma influência profunda nas populações microbianas, na estrutura da comunidade e na evolução.

Os cientistas recolheram bactérias Thermus thermophilus, amantes do calor, no Monte Vesúvio e fontes termais no Monte Etna, em Itália; em águas termais na região de El Tatio, no norte do Chile e na região de Termas del Flaco, no sul do Chile; e nas fontes termais no Caldera de Uzon, em Kamchatka, Rússia.

Nas células bacterianas infetadas por vírus, as memórias moleculares são armazenadas em regiões especiais do ADN bacteriano chamadas matrizes CRISPR. As células que sobrevivem às infeções passam as memórias para os seus descendentes. É a ordem dessas memórias permite aos cientistas acompanhar a história da interação bacteriana com os vírus ao longo do tempo, adianta a Europa Press.

Inicialmente, os cientistas pensavam que as bactérias da mesma espécie, que vivem em fontes termais a milhares de quilómetros de distância e isoladas umas da outras, teriam memórias muito distintas dos seus encontros com vírus, uma vez que todas as bactérias devem ter memórias independentes de infeções virais.

No entanto, “descobrimos que havia muitas lembranças compartilhadas: pedaços idênticos de ADN viral armazenados na mesma ordem no ADN de bactérias térmicas distantes”, disse Severinov.

A nossa investigação pode ser uma mais-valia para “estudos ecológicos e epidemiológicos de bactérias nocivas que compartilham genes de resistência a antibióticos em todo o mundo”. Além disso, o estudo acrescenta que as bactérias podem ser dispersadas pelo ar” em vez de viajarem através de humanos.

Os cientistas querem agora testar esta hipótese de transporte aéreo recolhendo amostras de ar em diferentes altitudes e lugares do mundo. Para isso, precisam de aviões, drones ou aviões de pesquisa.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vírus informático faz caixas de multibanco "cuspirem" notas (e está a espalhar-se pelo mundo)

Um vírus informático está a ser utilizado para entrar em caixas de multibanco e fazê-las ejetar todo o seu dinheiro. Os primeiros casos surgiram na Alemanha, mas têm-se alastrado um pouco por todo o mundo. Na …

Piloto Bernardo Sousa suspenso dois anos por controlo antidoping positivo a cocaína

O ex-campeão nacional de ralis Bernardo Sousa foi suspenso por dois anos devido a um controlo antidoping positivo a cocaína, anunciou na quinta-feira a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK). De acordo com o comunicado …

Porsche lança Taycan "low cost" para competir com a Tesla

https://vimeo.com/367293637 A Porsche lançou uma versão económica do Taycan de forma a competir com o Model S da Tesla. O veículo elétrico está disponível a partir de janeiro e custará cerca de 105 mil euros. A batalha …

Quartel da Graça vai ser um hotel de luxo

A concessão do Quartel da Graça, em Lisboa, vai ser entregue ao grupo Sana, no âmbito do programa Revive, estando previsto um investimento de 30 milhões de euros, para a instalação de um hotel, foi …

Infarmed retira do mercado protetor solar infantil

O Infarmed disse esta sexta-feira que está acompanhar as precauções da agência espanhola do medicamento em relação aos produtos de proteção solar ISDIN, indicando que em novos testes detetou variabilidade e inconsistência no fator de …

Com 13 anos, herdeira da Coroa de Espanha discursa pela primeira vez

O rei Filipe VI transmitiu esta sexta-feira à princesa Leonor o compromisso "pessoal e institucional" que possui como herdeira da Coroa na entrega dos Prémios Princesa de Astúrias 2019, cerimónia acompanhada no exterior por uma …

"El Mencho" quer ser o próximo "El Chapo" (e está a matar polícias para o conseguir)

"El Mencho", líder de um dos cartéis mais influentes do México, foi responsável pelo massacre de 14 polícias. O barão da droga quer ser o próximo "El Chapo". No México, Nemesio Oseguera Cervantes, conhecido como "El …

Marcelo promulga regime de acolhimento residencial para crianças e jovens em perigo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta sexta-feira o diploma governamental que estabelece o regime de execução do acolhimento residencial, medida de promoção dos direitos e de proteção das crianças e jovens …

Lenny Kravitz regressa a Lisboa para um concerto em 2020

Lenny Kravitz regressa a Portugal em 2020. O músico irá atuar na Altice Arena, em Lisboa, no dia 25 de julho do próximo ano. Este concerto faz parte da digressão "Here to Love", de apoio ao …

Conspirador condenado a pagar 450.000 dólares por negar massacre de Sandy Hook

Um tribunal de Wisconsin, nos Estados Unidos, condenou um conspirador a indemnizar o pai de uma das crianças que morreu no tiroteio de Sandy Hook, em 2012, com 450.000 dólares depois de este afirmar que …