Superbactéria benigna presente na pele protege-nos do cancro

R. Gallo, Teruaki Nakatsuji / UC San Diego

Staphylococcus epidermidis cultivados numa placa de Petri

Uma bactéria benigna presente na pele, que tem a capacidade de nos proteger contra o cancro, foi identificada por investigadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, em San Diego, nos Estados Unidos, anunciou ter identificado uma bactéria benigna da pele, “prima” da famigerada superbactéria multi-resistente Staphylococus aureus, que tem a capacidade de proteger a epiderme contra o cancro.

“Identificámos uma estirpe de Staphylococus epidermidis, comum na pele humana saudável, que tem uma capacidade seletiva para inibir determinados tipos de cancro”, disse Richard Gallo, responsável pelo Departamento de Dermatologia da faculdade.

No trabalho, publicado recentemente na Science Advances, os investigadores revelam o potencial novo papel de um bactéria que está presente naturalmente na pele saudável. Além disso, sublinham que a ciência continua a surpreender todos os dias e a desvendar as camadas do microbioma da pele para revelar as suas propriedades protetoras.

“Esta espécie única de bactéria da pele produz um químico que mata vários tipos de células cancerígenas, mas não parece ser tóxico para as células normais”, refere um comunicado divulgado pela universidade.

O componente químico produzido é o 6-N-hydroxyaminopurina (6-HAP). Em experiências com ratos, os animais com Staphylococus epidermidis na pele que não produziram 6-HAP tiveram muitos tumores de pele depois de serem expostos a raios ultravioleta causadores de cancro. Pelo contrário, os ratos com a estirpe da bactéria que produz 6-HAP resistiram ao desenvolvimento de tumores.

Janice Carr / Wikimedia

A estirpe de Staphylococus epidermidis, comum na pele humana, tem capacidade seletiva de inibir certos tipos de cancro

A universidade explica que a 6-HAP é uma molécula que reduz a produção de ADN, conhecida como síntese de ADN, e previne a expansão das células tumorais transformadas, além de ter potencial para suprimir o desenvolvimento de tumores de pele induzidos por raios ultravioleta.

Os ratos que receberam injeções intravenosas de 6-HAP a cada 48 horas durante um período experimental de duas semanas não apresentaram efeitos tóxicos, mas quando transplantados com células de melanoma, o tamanho dos seus tumores foi suprimido em mais de 50% face aos registos.

“Há indícios crescentes de que o microbioma da pele é um elemento importante na saúde humana. Na verdade, reportamos anteriormente que algumas bactérias na nossa pele produzem péptidos antimicrobianos que defendem contra bactérias patogénicas como a Staphylococus aureus“, afirmou Gallo.

ZAP // Lusa / Science News

PARTILHAR

RESPONDER

Governo negoceia com Bruxelas injeção de 200 milhões de euros na TAP

O Executivo estará a negociar uma injeção estatal imediata na TAP que permita fazer pagamentos urgentes, como salários a trabalhadores e pagamento a fornecedores. Segundo o Jornal Económico, o Governo está a negociar com a Comissão Europeia …

O canibalismo mútuo pode ser a chave do sucesso da relação destas baratas

Estas baratas são um dos poucos insetos que se suspeita acasalarem com o mesmo parceiro até ao fim da sua existência. O segredo deste amor duradouro? Um bocadinho de canibalismo mútuo. De acordo com o site …

Cronista do “Observador" é o autor do falso plano de desconfinamento (mas não sabe quem o divulgou)

Carlos Macedo e Cunha, cronista convidado do jornal digital Observador, é o autor do plano de desconfinamento que foi posto a circular nas redes sociais, mas garante desconhecer como é que o documento se tornou …

Governo está a analisar alterações à Lei do Ruído pedidas por Marcelo (mas admite "ser difícil")

Após ignorar o pedido feito pelo Presidente da República no decreto que renovou o estado de emergência há duas semanas, o Governo anunciou estar a analisar alterações à Lei do Ruído neste novo decreto. Há duas …

Santana Lopes não vai ser candidato do PSD à Figueira da Foz

O ex-primeiro-ministro não vai ser o candidato do PSD à Câmara da Figueira da Foz, avançou o jornal digital Observador esta sexta-feira. Segundo o jornal online Observador, havia quem quisesse Pedro Santana Lopes como candidato do …

O segredo para a investigação do cancro pode estar escondido nas baleias

Algumas espécies de baleias vivem durante muitos anos graças a genes supressores de tumores duplicados. Esta descoberta pode ajudar na investigação sobre cancro em humanos. Um novo estudo sugere que o tamanho gigantesco das baleias não …

Passos Coelho cancela participação em fórum para afastar "especulações infundadas" sobre o seu regresso

O antigo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, decidiu cancelar a presença numa conversa via Zoom agendada para 25 de março, inserida num ciclo denominado “Repensar Portugal”. Esta quinta-feira, o semanário Expresso adiantou que o antigo primeiro-ministro Pedro …

A física quântica pode causar mutações no nosso ADN

Simulações de computador e métodos de mecânica quântica têm sido usados ​​para determinar o papel que o tunelamento de protões, um fenómeno puramente quântico, desempenha nas mutações espontâneas no ADN. A biologia quântica é um campo …

Buracos negros minúsculos podem estar a "esconder-se" dentro de estrelas (e a devorá-las por dentro)

Uma equipa de investigadores tem um novo palpite sobre onde procurar a misteriosa matéria escura: esta pode estar a assumir a forma de buracos negros endoparasitários. De acordo com o ScienceAlert, buracos negros primordiais minúsculos, quase …

Maionese está a salvar tartarugas após derrame de petróleo em Israel

Membros do Centro Nacional de Resgate de Tartarugas Marinhas de Israel estão a usar maionese para limpar as vias respiratórias de tartarugas que inalaram petróleo em alto-mar. Israel fechou este domingo as praias mediterrânicas dias após …