“Aviso à Humanidade”. Parem de matar insetos, antes que seja tarde demais

Metade do milhão de espécies animais e vegetais em extinção são insetos e os cientistas alertam, num “aviso à Humanidade”, que o seu desaparecimento pode ser catastrófico.

“A atual extinção de insetos é profundamente preocupante. No entanto, aquilo que sabemos é só a ponta do icebergue”, afirma à AFP Pedro Cardoso, biólogo do Museu Finlandês de História Natural e autor principal do estudo publicado, este domingo, na revista científica Biological Conservation.

“A atividade humana é responsável por quase todas as quedas e extinções na população de insetos”, acrescenta o investigador, entre as quais se inclui a diminuição e a degradação do habitat; o uso de poluentes, especialmente inseticidas; as espécies invasoras; a sobre-exploração (mais de 2000 espécies de insetos fazem parte da dieta humana) e as mudanças climáticas.

“Com a extinção de insetos, perdemos muito mais do que espécies. Muito insetos são provedores vitais de serviços insubstituíveis” — polinização, ciclagem de nutrientes e controlo de pragas são alguns desses casos.

Os cientistas estimam que o número de espécies de insetos se situa em cerca de 5,5 milhões. Deste, apenas um quinto dos animais foram identificados. “O número de espécies ameaçadas e extintas é lamentavelmente subestimado, porque muitas são raras ou ainda não foram descritas”, explica o biólogo.

A Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN) avaliou apenas 8400 espécies de insetos do milhão em extinção que se sabe existir.

Há um quarto de século, os cientistas emitiram um primeiro “aviso à Humanidade” sobre o colapso da Natureza. Em 2017, emitiram um segundo aviso, assinado por 15 mil cientistas. Quantos avisos vão ser precisos para mudar?

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. «…Há um quarto de século, os cientistas emitiram um primeiro “aviso à Humanidade” sobre o colapso da Natureza. Em 2017, emitiram um segundo aviso, assinado por 15 mil cientistas. Quantos avisos vão ser precisos para mudar?…» – in ZAP aeiou

    Só 15 mil? Porquê que não foram quinze mil e um, ou quinze mil e quinhentos, se é assim tão grave?

    • Estive a fazer uma contagem e na realidade não foram 15.000 foram exatamente 15.105, as desculpas pela imprecisão da contagem.
      Qual a importância de ser 15105 e 15000 ou o que for, são muitos.
      Agora que o bicho homem anda a cavar a sua sepultura, é verdade, que a revolução industrial veio dar uma ajuda é verdade. Se não mudarmos a nossa forma de viver é esse o caminho, a sepultura da espécie.
      De certeza que as espécies sobreviventes vão sentir as diferenças, do desaparecimento da espécie dominante mas para muito melhor. E vão dizer até que enfim o equilibrio natural finalmente foi reposto.

  2. O Presidente João Lourenço vai finalmente decretar o fim da caça aos marimbondos, de imediato após a leitura deste artigo. Pfizer, Bayer, BASF pararam de imediato o fabrico nas linhas de medicamentos contra pulgas, percevejos, carraças e até chatos. Está proibida a caça aos gafanhotos no Sudāo.
    Ora se se forem encher de moscas!

  3. Pois é meus amigos comentadores, os insectos pertencem á NATUREZA que é mãe e assim os humanos a destroe.
    Pois há mosquitos porque matam quem se alimentava deles.
    É saber que na era romana não havia mosquitos, porque era alimentação que hoje os humanos mataram e matam quem os comia!
    O humano destroe o mundo, com guerras, odio, e tudo mais…

  4. Os 15105 e os restantes preocupados com os insetos que venham aqui ao Alentejo ver a nossa diversidade de bichos. Aqui temos espécies extintas desde a era dos Romanos.
    Então políticos milionários, ladrões e capitalistas é aos montes.

    • Só faltou aí implantarem o comunismo pois andariam possivelmente agora a comer insectos e outra bicharada e mais extinções teriam!

  5. Enquanto os humanos não se mentalizarem que sobretudo um controlo da natalidade poderá salvar o planeta, nada estará resolvido. Quando se houve falar em previsões de grande aumento da população mundial basta perceber que o planeta não aumentará de tamanho e que a casa começará a ficar apertada para tantos habitantes e o quintal com menos recursos, é apenas isto!.

RESPONDER

Super-vulcão Yellowstone registou 91 terramotos em apenas 24 horas

Os vulcanólogos têm andado atentos ao super-vulcão localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) relatou recentemente a ocorrência de 91 terremotos em apenas 24 horas. Estes …

Cartoonista alemão Frank Hoppmann é o vencedor do 15.º World Press Cartoon

O 'cartoonista' alemão Frank Hoppmann, com a caricatura do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, é o vencedor da 15.ª edição do World Press Cartoon, foi hoje anunciado nas Caldas da Rainha, na cerimónia de entrega de …

Pequena e funcional. Assim se carateriza a Tiny House (que ainda evita dores de joelhos)

Esta pequena casa móvel pode ser a solução que procura. Devido à sua arquitetura dinâmica é ótima para pessoas com problemas de articulações e que sofrem com dores joelhos, pernas cansadas ​​ou dores nas costas. Hoje …

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …