Avião norueguês aterrou de emergência no Irão (e está “refém” há quase um mês)

Há um avião norueguês ”preso” há quase um mês num aeroporto no Irão. O Boeing 737 MAX da Norwegian Air Shuttle com 192 passageiros a bordo descolou do Dubai, rumo a Oslo, no dia 14 de dezembro.

Menos de uma hora depois, a tripulação detetou uma falha técnica que obrigou a uma aterragem por precaução em Shiraz, do outro lado do Golfo Pérsico. Era a primeira vez que uma aeronave da segunda maior companhia área da Escandinávia e a terceira maior lowcost da Europa aterrava no Irão, país onde não opera.

Os passageiros e tripulação passaram a noite num hotel local e seguiram viagem para Oslo no dia seguinte, a bordo de uma aeronave de substituição. Mas o mesmo não aconteceu com o Boeing 737 MAX, recentemente fabricado e entregue à companhia norueguesa em outubro.

Na origem do problema estão as sanções impostas pelos Estados Unidos ao Irão. As peças necessárias para a reparação do avião não podem ser enviadas dos EUA para o Irão, uma vez que as empresas norte-americanas estão proibidas de vender aviões ou partes de aeronaves a Teerão.

Em maio de 2018, o Presidente Donald Trump retirou os EUA de um histórico acordo internacional sobre o programa nuclear iraniano, que previa a prossecução deste para fins civis, e voltou a impor sanções a Teerão.

Ao jornal dos Emirados Árabes Unidos The National, a companhia aérea norueguesa recusa-se a comentar o incidente, mas garante que estão a ser ponderadas várias opções para que o Boeing 737 MAX possa voltar a voar.

Os passageiros do voo não chegaram a ter os seus passaportes carimbados pelas autoridades iranianas, de modo a evitar dificuldades em eventuais viagens para os Estados Unidos.

São muitas companhias ocidentais a sobrevoar o Irão, um país atravessado por importantes rotas aéreas entre a Europa e a Ásia, mas são poucas as que operam voos naquele país.

British Airways, Air France e KLM tinham restabelecido recentemente as suas ligações a Teerão ao abrigo do acordo internacional, mas voltaram a suspender as rotas em 2018.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Ó ZAP… então mas que raio de frase é esta??!! “…uma vez que se encontram as empresas norte-americanas estão proibidas de vender aviões ou partes de aeronaves a Teerão.” Que raio de linguagem é esta? Está tudo fumado por aí?

RESPONDER

Encontrada vida nas profundezas do manto de gelo da Antártida

As águas escuras de um lago nas profundezas do manto de gelo da Antártida e a algumas centenas de quilómetros do Polo Sul estão cheias de vida bacteriana. A descoberta tem implicações para a busca de …

A primeira exolua alguma vez descoberta vai ficar escondida durante a próxima década

Uma boa exolua é difícil de encontrar e provar que a primeira lua em torno de um exoplaneta realmente existe pode levar até uma década. "Estamos a enfrentar alguns problemas difíceis em termos da confirmação da …

Por um euro, é possível comprar casa na cidade italiana do "Esplendor"

O município italiano de Sambuca, localizado na região italiana da Sicília, está a vender casas por um euro (1,14 dólares), visando travar o declínio populacional que a zona tem sofrido nos últimos anos.  A pequena cidade, cheia …

Pela felicidade dos professores, escola chinesa cria “licença do amor”

A escola secundária de Dinglan, localizada na cidade chinesa de Hangzhou, apresentou esta terça-feira a "licença do amor", que visa melhorar o humor dos seus professores e, consequentemente, o trabalho que fazem com os alunos. …

60% das espécies de café estão em risco de extinção

Pela primeira vez, o café integra a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza como espécie em vias de extinção. De acordo com um estudo publicado esta quarta-feira nas revistas ScienceAdvances e Global …

Norte-americanos morrem mais por overdose do que por acidente de carro

Pela primeira vez na História, os norte-americanos estão mais propensos a morrer por 'overdose' de opióides do que por acidente de carro, sendo a morte devido ao consumo excessivo destas substâncias considerada uma epidemia que …

Choques elétricos e chicotadas: relatório denuncia tortura de mulheres sauditas

Um relatório da Human Rights Watch ​​​​​denuncia que a Arábia Saudita prendeu e torturou ativistas e dissidentes, nomeadamente mulheres que lutam pelos seus direitos. Segundo o "Relatório Mundial 2019" da organização não governamental Human Rights Watch …

"Robôs" podem eliminar um milhão de empregos (e criar outros tantos) até 2030

A adoção da automação em Portugal pode levar à perda de 1,1 milhões de empregos na indústria e comércio até 2030, mas criar outros tantos na saúde, assistência social, ciência, profissões técnicas e construção. Segundo um …

Hacker Rui Pinto admite ser denunciante no Football Leaks

Os advogados de Rui Pinto, o alegado 'hacker' que terá acedido ilegalmente a e-mails do Benfica, defenderam esta quinta-feira a sua conduta, por denunciar "práticas criminosas", e vão opor-se à sua extradição da Hungria, onde …

Duarte Lima recorre para plenário do Constitucional e suspende ida para a prisão

Duarte Lima recorreu esta quinta-feira para o plenário do Tribunal Constitucional (TC) evitando que comece a cumprir a pena de seis anos de prisão a que foi condenado no caso BPN/Homeland, disse à agência Lusa …