Autoridade da Concorrência investiga seguradoras por “indícios de cartel”

Tiago Petinga / Lusa

 Margarida Matos Rosa, presidente da Autoridade da Concorrência

Margarida Matos Rosa, presidente da Autoridade da Concorrência

A Autoridade da Concorrência informou ter realizado, nos últimos dias, “diligências de busca e apreensão em cinco instalações de quatro empresas” seguradoras, na Grande Lisboa, segundo um comunicado publicado ontem no seu ‘site’.

Depois de o Expresso ter noticiado este sábado que a Autoridade da Concorrência “suspeita de que há seguradoras a concertar preços”, a AdC confirmou buscas e apreensões, no “âmbito de uma investigação por práticas anticoncorrenciais, ao abrigo dos poderes sancionatórios que lhe são conferidos pela Lei da Concorrência”.

“As buscas foram motivadas pela verificação de indícios de cartel no setor segurador”, lê-se no comunicado da AdC.

A autoridade observou ainda que estas operações visam um “meio de obtenção de prova de ilícitos jusconcorrenciais, não decorrendo da sua realização que as empresas visadas venham a ser objeto de condenação, nem implicando um juízo sobre a culpabilidade da sua conduta no mercado”.

Nestas diligências colaborou o Departamento de Investigação e Ação Penal, informou ainda a entidade liderada por Margarida Matos Rosa, que decretou segredo de justiça neste processo para “preservar os interesses da investigação”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Queda de avioneta na Alemanha fez três mortos e vários feridos

Um pequeno avião Cessna caiu este domingo sobre um grupo de pessoas num aeródromo no centro da Alemanha fazendo pelo menos três mortos e oito feridos, anunciou a polícia. A avioneta atingiu as três vítimas mortais – …

Vacina da gripe já está disponível. SNS tem 1,4 milhões de doses

A vacina da gripe começa esta segunda-feira a estar disponível, sendo gratuita e sem necessidade de receita médica no Serviço Nacional de Saúde para pessoas a partir dos 65 anos, residente em lares e para …

Encontrado raro caracol fossilizado em âmbar com 99 milhões de anos

Uma equipa internacional de paleontólogos descobriu em Mianmar um caracol incrivelmente fossilizado em âmbar datado de há cerca de 100 milhões de anos - sendo, por isso, contemporâneo dos dinossauros.  Ao contrário da maioria dos …

Se não pararmos de comer carne, vamos acabar com o planeta

Cada cidadão deverá reduzir em 75% o seu consumo de carne de vaca, 90% de carne de porco, comer metade da quantidade de ovos e triplicar o consumo de sementes e frutos secos. Segundo um estudo …

Encontrado o mais antigo registo sobre Jerusalém

Especialistas da Autoridade de Arqueologia de Israel (AAI) encontraram uma pedra com uma inscrição de dois mil anos de idade na qual se lê "Jerusalém" em hebraico. Encontrada numa escavação subterrânea por baixo do Centro de …

NASA tem esperança que os ventos de Marte reanimem a Opportunity

Os ventos fortes, que se fazem sentir em Marte num determinado período do ano, poderão ajudar a limpar a poeira dos painéis solares do rover Opportunity, que está adormecido desde junho. De acordo com a …

Dormir muito é tão prejudicial como dormir pouco

Um novo estudo descobriu que dormir muito pode ter consequências tão prejudiciais para a saúde como dormir pouco, reduzindo igualmente as capacidades cognitivas.  Um grupo de cientistas da Universidade norte-americana de Ontario conduziu em junho de 2017 …

Cientistas desenvolveram uma retina humana em laboratório

Cientistas da Johns Hopkins University, nos Estados Unidos, desenvolveram a partir do zero tecido da retina humana para aprender como é que são compostas as células que nos permitem ver o mundo a cores. Os cientistas …

Asteróide deixa cientistas perplexos com a sua superfície incomum

Cientistas receberam os primeiros dados e fotos do rover MASCOT, que pousou recentemente na superfície do asteroide Ryugu, e ficaram completamente perplexos. Os dados obtidos apontam para uma quantidade extremamente baixa de poeira na superfície do …

Ossadas contam história de criança neandertal devorada por pássaro gigante da Idade do Gelo

Arqueólogos descobriram os restos humanos mais antigos já encontrados na Polónia. Análises posteriores revelaram pertencerem a uma criança neandertal que terá sido devorada por um pássaro gigante. Apesar de as ossadas terem sido recuperadas há já …