Autarca alcoolizada tem acidente de carro, após conhecer a família de vítimas de condutores bêbedos

Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Presidente da câmara australiana tem acidente de carro, sob o efeito de álcool, uma hora depois de se encontrar com a família de vítimas de condução bêbada.

Karen Williams, Presidente da Câmara de Redland City, na Austrália, admitiu ter bebido “vários copos de vinho” antes de bater com o carro contra uma árvore, segundo noticiaram os meios de comunicação locais.

A Austrália tem uma das taxas mais elevadas do mundo de acidentes de viação causados por condução sob efeito de álcool, bem como os Estados Unidos, o Canadá e a África do Sul, de acordo com o Global Status Report on Road Safety da Organização Mundial de Saúde (OMS).

O consumo de álcool é a principal razão dos acidentes de viação, em 30% das mortes em acidentes rodoviários na Austrália.

Nos Estados Unidos, a percentagem é ligeiramente mais elevada (31%). No ano passado, o Congresso obrigou a que os fabricantes de automóveis implementassem tecnologia para evitar mortes por influência do álcool.

Em março deste ano, o Tennessee tornou-se o primeiro estado dos EUA a aprovar uma lei que responsabiliza os condutores bêbados pelo apoio a crianças, após a morte de um dos pais em acidentes de viação.

A autarca australiana alega que cometeu “um grave erro” e ficou “profundamente arrependida” após o seu acidente de condução embriagada. No entanto, Williams resiste aos pedidos de demissão.

“Cometi um erro, aprenderei com esse erro, e continuarei a servir a minha comunidade como tenho feito nos últimos 18 anos”, realçou a presidente da câmara, em declarações aos repórteres.

Precisamos de acabar com a condução embriagada“, declarou a autarca, pouco antes do acidente, de acordo com Seven News.

Williams apelou a uma condenação mais responsável por parte dos jovens, fazendo campanha com a família de um casal que foi morto, juntamente com o seu filho por nascer, por um adolescente alcoolizado em janeiro de 2021.

  Alice Carqueja, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.