Australiana condenada a prisão por ter mentido no currículo

Uma australiana de 45 anos foi condenada a um ano de prisão efetiva por ter mentido no seu currículo para conseguir uma vaga no Governo regional, conta esta quinta-feira a ABC Australia.

Veronica Hilda Theriault foi condenada a 25 meses de prisão, 12 dos quais de pena efetiva, por desonestidade e abuso de cargo público. Em tribunal, declarou-se culpada, tendo o seu advogado afirmado que a cliente estava “profundamente envergonhada”.

O caso remonta a 2017, quando Theriault falseou o seu currículo para garantir uma no gabinete do primeiro-ministro da Austrália do Sul, cuja remuneração anual era de 270.000 dólares australianos, cerca de 168 mil euros.

A mulher ainda trabalhou durante um mês, mas acabou por atrair as atenções da administração devido à rápida deterioração da sua saúde mental. Michael Boylan, o juiz responsável pelo caso, teve em conta a sua condição de saúde, que inclui transtorno bipolar, mas considerou que o crime foi sofisticado e exigiu planeamento.

Boylan frisou que a australiana forneceu falsas recomendações do último emprego, fazendo-se passar por outra pessoa e avaliando a sua sua performance como “brilhante”.

A acusada entregou também uma carta de um médico que a própria tinha escrito, bem como um recibo de vencimento falsificado para demonstrar que tinha conseguido um salário mais alto no setor privando, conseguindo assim negociar uma remuneração no Governo local mais elevada.

A SIC Notícias escreve ainda que a mulher, já no Governo australiano, contratou o seu irmão, apesar de este não reunir as condições necessárias para desempenhar a função.

O tribunal foi ainda informado de que Theriault já tinha falsificado currículos para conseguir emprego em duas empresas em 2012 e 2014.

ZAP //

 

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Se a moda pegar por cá, ficamos com o Parlamento e o Conselho de Ministros desertos… Uma bênção para os cofres públicos, diria…

  2. É urgente “importar” esta lei para cá, exactamente como está em vigor na Austrália – basta traduzir e siga!
    E não pode passar por advogados para “verificação”, senão sai de lá logo “minada”!…

RESPONDER

"Agiu com responsabilidade, legalidade e integridade". Boris Johnson segura assessor

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, apoiou este domingo o seu principal conselheiro, Dominic Cummings, acusado de violar as regras de confinamento impostas para combater a pandemia covid-19, assegurando que o assessor agiu legalmente e com …

Dieselgate. Volkswagen condenada a indemnizar cliente

A justiça alemã condenou hoje a Volkswagen a indemnizar em parte um cliente que comprou um automóvel equipado com um motor diesel falsificado, numa sentença que deve influenciar dezenas de milhares de processos cinco anos …

Caso prazo das moratórias não seja alargado "terão de ser criadas outras medidas extraordinárias"

Caso as "as moratórias dos créditos não forem prolongadas, ou o Governo ou a Assembleia da República terão de criar outras medidas extraordinárias para as apoiar", disse a coordenadora do Gabinete de Proteção Financeira (GPF) …

Santuário de Fátima retoma no sábado celebrações com presença de peregrinos

O Santuário de Fátima vai retomar as celebrações com a presença de peregrinos a partir de sábado, garantindo as condições de segurança para o maior número de pessoas. O Santuário de Fátima, no concelho de Ourém, …

Ex-ministro da Saúde da Bolívia em prisão preventiva por suspeitas de corrupção

O ex-ministro da Saúde da Bolívia foi detido, na semana passada, por suspeita de corrupção na compra de ventiladores. O ex-ministro da Saúde da Bolívia, detido na última semana por suspeita de corrupção na compra a …

OMS considera cada vez mais improvável segunda grande vaga

A diretora do departamento de Saúde Pública da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que é "cada vez mais" improvável uma segunda grande vaga do novo coronavírus, mas aconselhou muita prudência. Em entrevista à rádio …

Açores reabrem creches e jardins de infância. Aulas de 11.º e 12.º também em São Miguel

As respostas sociais, encerradas devido à pandemia, reabrem esta segunda-feira no Pico, Faial, Terceira e São Jorge, e na ilha de São Miguel são retomadas as aulas dos 11.º e 12.º anos para alunos inscritos …

"Há muita gente a passar fome" no sector das Artes (alguns artistas receberam 50 euros de apoio)

Não vai haver condições para abrir muitas salas de espectáculos a 1 de Junho, como está permitido, alerta-se no sector das Artes, onde há "há muita gente a passar fome". Alguns artistas só conseguiram receber …

Cancelamento de consultas leva a quebra de vacinação contra a pneumonia

O cancelamento ou adiamento de milhares de consultas levou a uma quebra na vacinação contra a pneumonia. É preciso "voltar a dar confiança às pessoas para que regressem aos estabelecimentos de saúde", apela o Mova. De …

Há 11.636 casos activos de covid-19 em Portugal (e duas crianças nos Cuidados Intensivos)

Portugal regista esta segunda-feira 1.330 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 30.788 infectados, mais 165, segundo o boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS). Há duas crianças internadas nos Cuidados …