Austrália pode vir a ser o primeiro país a eliminar o cancro do colo do útero

USACE Europe District / Flickr

A Austrália pode vir a ser o primeiro país a eliminar o cancro do colo do útero, de acordo com um novo estudo que mostra que o programa nacional de prevenção está a ter muito bons resultados.

Segundo o Science Alert, uma equipa de investigadores do Cancer Council NSW explica que, nos próximos dois anos, a incidência de cancro do colo do útero na Austrália vai ser tão baixa, que será considerado um cancro raro.

De acordo com o estudo, publicado esta semana no The Lancet Public Health, isto significa ter apenas seis novos casos por 100 mil pessoas num ano. Até 2028, a equipa prevê que a taxa irá cair ainda mais, para menos de quatro novos casos pelo mesmo número de pessoas.

Além disso, não será apenas o número de casos a diminuir. Se o país continuar a apostar no seu programa nacional de prevenção, que está a ter muito bons resultados, em 2034 haverá menos de uma morte por 100 mil pessoas anualmente.

Estas previsões são conseguidas através de um modelo, no qual os cientistas utilizaram dados reais para prever a incidência deste cancro no país entre 2015 e 2100, baseando-se em vários cenários.

Os resultados são particularmente animadores, tendo em conta os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS): este é o quarto tipo de cancro mais frequente entre as mulheres e tem ainda uma alta taxa de mortalidade.

A boa notícia é que o cancro do colo do útero não tem de ser uma doença mortal, uma vez que existem as ferramentas necessárias para lhe fazer frente, nomeadamente a vacina contra o Papiloma Humano (HPV), um vírus contagioso transmitido sexualmente.

Em 1991, a Austrália começou a encorajar todas as mulheres sexualmente ativas a fazer o exame de Papanicolau a cada dois anos. A medida mais radical chegou em 2007, quando o país introduziu um programa de vacinação contra o HPV para jovens adolescentes que, por ser tão eficaz, se estendeu aos rapazes em 2013.

Resta saber se a OMS vai aceitar esta definição de cancro “totalmente eliminado” em 2028, ano em que a Austrália se propõe a erradicar a doença. De qualquer forma, o país já está a liderar esse caminho.

“Independentemente de qual seja o patamar onde situemos a potencial eliminação do cancro, é provável que seja a Austrália o primeiro país a consegui-lo devido à nossa baixa incidência da doença e aos nossos fortes programas de prevenção”, disse à BBC Megan Smith, uma das investigadoras deste estudo.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Nova aplicação deteta insuficiência cardíaca através da voz

Foi desenvolvida uma nova aplicação para smartphones que prevê a insuficiência cardíaca através da voz. A tecnologia baseia-se num dos sintomas mais comuns: a falta de ar. O sintoma mais comum da insuficiência cardíaca é a …

Atividade física ajuda a prevenir a perda de visão

Uma nova investigação sugere que o exercício físico pode ser um componente-chave na prevenção da perda de visão. Os benefícios da atividade física são cada vez mais conhecidos, mas há alguns que devem ser tidos em …

Dubai vai construir uma cidade marciana no deserto

O Dubai tem em mãos um projeto ambicioso: a construção de uma cidade marciana. O projeto foi apresentado por uma empresa sediada em Copenhaga e Nova Iorque e é uma parte do plano dos Emirados …

Coreia do Norte voltou a rejeitar negociações com os Estados Unidos

A Coreia do Norte disse, esta terça-feira, que não tenciona retomar o diálogo com os Estados Unidos, quando o vice-secretário de Estado norte-americano, Stephen Biegun, chegou à Coreia do Sul para discutir diplomacia nuclear. Num comunicado …

Construiu uma cadeira de rodas com bicicletas elétricas para a namorada. Agora, vai produzi-la em massa

Para Zack Nelson, construir esta  peça inovadora de engenharia foi "super divertido e surpreendentemente simples". Há cerca de um ano, Zack Nelson, o youtuber de tecnologia do canal JerryRigEverything, uniu duas bicicletas elétricas para criar uma …

A reeleição de Trump nunca esteve tão ameaçada. A culpa é do pessimismo dos americanos

A gestão do Presidente norte-americano face à pandemia e a perspetiva de uma crise económica ameaçam a reeleição de Donald Trump. Um estudo de opinião da Fundação Peter G Peterson para o The Financial Times indica …

Ministros da Indonésia promovem colar de eucalipto como cura para a covid-19

O ministro da Agricultura da Indonésia foi muito criticado por especialistas por alegar que um colar feito de eucalipto pode ajudar a impedir a transmissão da covid-19. Segundo o The Guardian, o ministro da Agricultura da …

SATA pede auxílio ao Estado no valor de 163 milhões de euros

A SATA, companhia aérea detida a 100% pela Região Autónoma dos Açores, precisa do valor até ao final do ano para pagar dívidas. A SATA pediu um auxílio ao Estado de 163 milhões de euros para …

Cortiça portuguesa usada em foguetões da Space X

A Corticeira Amorim forneceu a Space X, de Elon Musk, para componentes usados nos foguetões espaciais da empresa, adiantou o presidente da empresa, António Rios Amorim. "É o nosso maior cliente [deste segmento] neste momento desde …

Pandemia põe em risco mais de 40% dos empregos no Algarve

Além do Algarve, outros destinos turísticos europeus, como ilhas do sul da Grécia, Canárias e Baleares, estão também em risco. As regiões onde o turismo tem mais peso enfrentam um risco maior de destruição de emprego, …