Astrónomos detetaram atividade nunca antes vista num magnetar

(dr) Carl Knox / OzGrav

Impressão artística do magnetar Swift J1818.0–1607

Novas observações de uma estrela incomum, localizada a aproximadamente 15 mil anos-luz da Terra, revelaram um padrão bizarro de atividade estelar que os astrónomos dizem nunca ter visto antes.

De acordo com o site Science Alert, a estrela em questão chama-se Swift J1818.0–1607, foi descoberta no ano passado e é aquilo a que os astrónomos chamam de magnetar, ou seja, um tipo especial de estrela de neutrões, com um campo magnético muito poderoso, que se forma quando estrelas supergigantes não conseguem transformar-se em supernovas, colapsando em núcleos incrivelmente densos.

Apesar de ainda só terem sido detetados 30 objetos deste género na Via Láctea, este consegue destacar-se. Isto porque, entre estes magnetares que emitem ondas de rádio de uma forma semelhante aos pulsares (outro tipo de estrela de neutrões), nenhum foi visto a fazê-lo como o Swift J1818.0-1607. O que leva alguns especialistas a sugerir que pode representar algum tipo de “elo perdido” entre magnetares e pulsares.

Agora, graças às oito observações realizadas em 2020, astrónomos notaram que os seus pulsos de rádio mudam distintamente de caráter: em maio pareciam os de um pulsar, em junho mudaram para uma forma diferente de tremulação clara/fraca e em julho adotaram uma mistura entre os dos pulsares e os dos magnetares.

“Este comportamento bizarro nunca foi visto em qualquer outro magnetar”, explicou Marcus Lower, investigador da Universidade de Swinburne e da Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation (CSIRO), cujo estudo foi publicado, em dezembro, na revista científica Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

Embora estas flutuações ainda não possam ser explicadas de forma clara, os investigadores sugerem que podem representar uma forma de evolução estelar que ainda não entendem totalmente.

“Talvez este magnetar tenha evoluído de um pulsar mais regular ao longo do tempo… ou talvez nós estejamos a perder outros magnetares na Via Láctea porque estão tão distantes de nós que as ondas de rádio de baixa frequência que vemos estão demasiado espalhadas para que os possamos detetar”, acrescentou.

Além disso, as novas observações do Swift J1818.0–1607 sugerem que o seu eixo magnético não está alinhado com o eixo de rotação e, em vez disso, mergulha no seu hemisfério sul. Se assim for, trata-se de mais uma estreia para um magnetar e poderia explicar algumas das mudanças observadas no perfil de emissão de rádio.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O momento angular destas estrelas muito densas, pode variar consideravelmente ao longo do tempo devido a eventos dinâmicos no interior da própria estrela. O campo magnético destas estrelas é fortíssimo quando elas giram muito rápido. Estes corpos muito particulares, podem sofrer acelerações e desacelerações muito pronunciadas no seu movimento de rotação e daí a hipotética explicação.

RESPONDER

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …

Mundial de Futsal. Portugal esmaga as Ilhas Salomão por 7-0 e tem um pé nos oitavos

Portugal lidera o grupo C e pode garantir o apuramento caso Marrocos não perca contra a Tailândia. A seleção portuguesa de futsal, campeã europeia em título, somou hoje o segundo triunfo em dois jogos no grupo …

"Dezenas de pessoas" da comitiva de Putin infetadas com covid-19

O Presidente russo, Vladimir Putin, informou que dezenas de pessoas da sua comitiva testaram positivo para o coronavírus, doença que afetou mais de 7 milhões de habitantes no país. Putin entrou em isolamento no início desta …

Uber investe 90 milhões em novo ‘hub’ e sede em Lisboa e espera contratar mais 200 pessoas

A Uber está a investir 90 milhões de euros num novo ‘hub’ e sede de operações em Lisboa, hoje inaugurados, criando mais de 400 empregos diretos e pretendendo contratar mais 200 pessoas até final do …

Máscara nos espaços fechados e eventual terceira dose em massa - as conclusões da reunião no Infarmed

Terminou há momentos a reunião do governo com especialistas no Infarmed sobre o balanço da evolução da pandemia e as recomendações das medidas que devem ser adoptadas nesta nova fase. A reunião começou com as …

"Cruzeiro espacial" da SpaceX com quatro civis já está em órbita

Voo espacial terá a duração de três dias e cada um do seus tripulantes (quatro civis) terá uma tarefa na missão. Ainda assim, viagem tem um objetivo nobre e social. Passo a passo, Elon Musk parece …

Líder do PAN faz queixa no Ministério Público depois de ser ameaçada de morte

A deputada mostrou no Twitter o tipo de insultos e ameaças que tem recebido e avisa que não se vai calar ou permitir que o desrespeito continue. Inês Sousa Real foi insultada e ameaçada nas redes …

Árbitro foi muito "benévolo" com o FC Porto

O golo de Taremi e a expulsão de Mbemba originaram protestos portugueses. Os espanhóis têm uma visão diferente. O Atlético de Madrid-FC Porto contou com duas boas equipas em campo e uma "que esteve menos bem", …

Buraco na camada de ozono ultrapassa o tamanho da Antártida

A dimensão do buraco na camada de ozono no hemisfério sul ultrapassou o tamanho da Antártida, continente com cerca de 14 milhões de quilómetros quadrados, anunciou hoje o serviço europeu Copernicus, de monitorização da atmosfera. “O …

Políticos e especialistas querem legalizar canábis (com impostos para prevenir o consumo)

Um grupo de 65 personalidades, entre especialistas médicos e ex-ministros, apela à legalização da canábis, considerando que é a melhor forma de prevenir o consumo desta droga, nomeadamente através dos impostos aplicados ao sector. Esta carta …