O nível do mar poderá subir até 38 centímetros até ao final do século devido ao degelo dos glaciares provocado pelo aquecimento do planeta. Esta é a conclusão de um novo estudo publicado esta quinta-feira, citando o cenário mais pessimista traçado.

Para este estudo, publicado no dia 9 na revista científica The Cryosphere, cientistas de cerca de 40 instituições projetaram dois cenários de emissões de gases com efeito de estufa e o seu impacto nas massas de gelo da Gronelândia e da Antártida.

No primeiro cenário, por força da continuação regular do aumento das emissões, o degelo na Antártida fará subir até 30 centímetros o nível do mar. Na Gronelândia, o derretimento da massa de gelo contribuirá para um aumento de 38 centímetros do nível dos oceanos.

Considerando o segundo cenário, uma forte redução das emissões de gases com efeito de estufa, levaria a que o degelo na Gronelândia aumentasse o nível das águas em apenas três centímetros.

Um estudo anterior, publicado na Nature Climate Change no início de setembro, alertou para a possível subida do nível dos oceanos em 40 centímetros até 2100, ameaçando assim centenas de milhões de habitantes das zonas costeiras pelo mundo fora.

Em fevereiro, outro trabalho, que sintetiza modelos realizados por 27 instituições internacionais, estimou que só o degelo na Antártida poderá levar a um drástico aumento até 58 centímetros do nível do mar até ao fim do século, caso o ritmo global das emissões de gases com efeito de estufa se mantenha inalterado.

Se os glaciares da Antártida e da Gronelândia derretessem por completo, o nível das águas poderia subir até 65 metros.

O aumento do nível do mar é uma tendência que já se tem vindo a mostrar preocupante ao longo dos últimos anos.

Em 2015, um grupo de cientistas da agência espacial norte-americana apresentou dados sobre o aumento do nível da água do mar em todo o mundo — que foi, em média, 7,62 centímetros superior ao de 1992. Ainda assim, o panorama varia em diferentes partes do mundo, tendo em algumas zonas chegado a superar os 22 centímetros.

Tendo como base o exemplo do passado, não é difícil prever o futuro que nos espera.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A ignorância humana vai subir uns quilómetros, são tão idiotas que até dói, mas não ia subir 2 metros? Agora já passou a centímetros, daqui a uns anos ainda vão descobrir que afinal desceu.

RESPONDER

Mais de dois milhões de vacinas da gripe começam hoje a ser administradas

A vacinação contra a gripe arranca esta segunda-feira em Portugal, mais cedo do que o habitual devido à pandemia de covid-19, havendo 2,24 milhões de vacinas para serem distribuídas gratuitamente a grupos de risco pelo …

Cientistas encontram galáxias massivas primitivas "sem combustível"

As primeiras galáxias massivas - aquelas que se formaram nos três mil milhões de anos após o Big Bang - deveriam conter grandes quantidades de gás hidrogénio frio, o combustível necessário para fabricar estrelas. Contudo, os …

Cientistas criam frango impresso em 3D (e que é cozinhado através de lasers)

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Columbia mostrou que diferentes tipos de lasers podem ser usados ​​para cozinhar frango impresso em 3D. De acordo com um comunicado de imprensa, o frango impresso a 3D passou …

"Contra tudo e contra todos". Moedas fez história em Lisboa

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, afirmou hoje ter vencido “contra tudo e contra todos”, porque “a democracia não tem dono”, agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se …

Ventura admite que “vitória não foi total” ao falhar objetivo de ficar em terceiro

O líder do Chega admitiu hoje que a “vitória não foi total” nas autárquicas de domingo, ao falhar o objetivo de ser a terceira força política, mas defendeu que se “fez história” em Portugal, recusando …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Medina assume derrota em Lisboa. "É uma indiscutível vitória de Carlos Moedas"

Fernando Medina acaba de assumir a derrota nas eleições autárquicas, felicitando Carlos Moedas pela vitória na Câmara de Lisboa. "É uma indiscutível vitória pessoal e política de Carlos Moedas", sublinha Medina. "Foi um privilégio servir esta …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …