Ataque cardíaco deixa um “rasto de células”

Luis Carlos Araujo / Flickr

"Heart Attack", por Luis Carlos Araujo (TD)

Heart Attack“, por Luis Carlos Araujo (TD)

Pacientes que sofreram um ataque cardíaco apresentam células diferentes no sangue, segundo um estudo de investigadores americanos. Os cientistas agora querem saber se poderão prever ataques cardíacos futuros.

O estudo, que envolveu 111 voluntários e foi publicado na revista especializada Physical Biology, conseguiu encontrar no sangue uma diferença entre os pacientes saudáveis e os que sofreram ataque cardíaco.

Agora, os pesquisadores do Scripps Research Institute, na Califórnia, estão a tentar descobrir se esta diferença pode ajudar a prever um futuro ataque cardíaco.

As placas gordurosas que se acumulam nas paredes dos vasos sanguíneos podem romper-se, liberando fragmentos para a corrente sanguínea, podendo bloquear o fluxo de sangue para os vasos em volta do coração e causar um ataque cardíaco.

Segundo os cientistas, durante este processo “são libertadas no sangue células endoteliais”.

Ausentes nos saudáveis

Exames feitos em 79 pacientes depois de um ataque cardíaco foram comparados com os exames realizados em 25 pessoas saudáveis e outras sete que estavam sob um tratamento para problemas nos vasos sanguíneos.

The Scripps Research Institute.

O investigador Peter Kuhn

O investigador Peter Kuhn

“O objetivo desta pesquisa foi estabelecer provas de que estas células endoteliais que circulam no sangue podem ser detectadas em pacientes depois de um ataque cardíaco e não existem em pacientes saudáveis”, afirmou um dos investigadores, Peter Kuhn, “e conseguimos provar isso”.

“Os nossos resultados foram tão significativos em relação aos pacientes de controle saudáveis que o próximo passo óbvio é avaliar a utilidade do exame para identificar pacientes nos primeiros estágios de um ataque cardíaco”, acrescentou.

Para Mike Knapton, da organização britânica especializada em campanhas de esclarecimento relacionadas com a saúde do coração, a British Heart Foundation, “é improvável que a descoberta mude a forma como as pessoas são tratadas” no curto e médio prazo.

“Já temos boas maneiras de tratar e diagnosticar ataques cardíacos e metas para garantir tratamento rápido”, afirmou.

“Mas este estudo parece estabelecer as bases para pesquisas futuras para verificar se este exame pode ser usado para identificar pacientes nos primeiros estágios de um ataque cardíaco”, acrescentou.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Vila Real vs FC Porto | Goleada com poker de Adrián

O FC Porto garantiu hoje a passagem à quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol, ao golear por 6-0 o Vila Real, num encontro marcado pelos quatro golos de Adrián López, que abriu e …

85% dos medicamentos estão em falta na Venezuela

A Federação Farmacêutica Venezuelana (Fefarven) informou hoje que estão em falta 85% dos medicamentos que se comercializam no país. A denúncia surgiu um dia depois de o Governo venezuelano estabelecer preços fixos para 56 medicamentos, durante …

Obrigar as crianças a beijar os avós é mesmo uma "violência"

O professor universitário Daniel Cardoso pôs o país a discutir se é ou não uma violência obrigar as crianças a beijar os avós. Uma posição que é defendida por inúmeros especialistas e que nem sequer …

Cidade da Maia testa passadeira 3D

O município da Maia está a testar a colocação de passadeiras 3D, cujo objetivo é criar uma ilusão de ótica que faz os condutores abrandar quando se aproximam, descreveu hoje a autarquia. Em causa está, de …

Portugal recebe em novembro cerca de 150 refugiados que estão no Egito

Portugal vai receber, em novembro, cerca de 150 refugiados que estão no Egito, primeiro grupo de mais de mil pessoas que vão ser reinstaladas em Portugal até 2019, disse hoje o ministro da Administração Interna. "Vamos …

Crianças até 2 anos são as que mais usam apps

Mais de metade das crianças com menos de 8 anos usa aplicações como entretenimento e as crianças que mais usam os dispositivos eletrónicos têm até 2 anos. Segundo o estudo "Happy Kids: Aplicações Seguras e Benéficas …

Abstenção galopante alastra-se à faixa dos 30-44 anos

A abstenção aumentou de forma galopante em Portugal, dos 8,1% em 1975 para os 44,2% nas legislativas de 2015, e a tendência está a alastrar das gerações mais jovens para a faixa dos 30 aos …

Descida da propina vai retirar bolsas a alunos carenciados. Medida "demagógica e perversa"

A descida do valor máximo da propina poderá significar o fim da bolsa para muitos alunos carenciados, alertou o reitor da Universidade Nova de Lisboa, que considera a medida ''demagógica e perversa''. Segundo a proposta de …

Hugo Abreu caiu da viatura e “não se mexeu mais”. Instrutor dos comandos viu e ignorou

Rodrigo Seco afirmou que, no decurso da Prova Zero, os dois instrutores desvalorizaram os sintomas de mal-estar, sinais de cansaço e ignoraram os vários pedidos dos instruendos para que pudessem beber água. Um dos instruendos do …

Nunes da Fonseca é o novo Chefe do Estado-Maior do Exército

O tenente-general José Nunes da Fonseca é o escolhido para suceder ao general Rovisco Duarte como Chefe do Estado-Maior do Exército. Rovisco Duarte demitiu-se no âmbito do caso do roubo de armas em Tancos. O nome …