Encontrada parte da matéria perdida da Via Láctea. Está “trancada” numa nuvem fria

ESA/ATG medialab; fundo - ESO/S. Brunier

Uma equipa de astrónomos usou, pela primeira vez, galáxias distantes como “pinos cintilantes” para localizar e identificar um pedaço da matéria perdida da Via Láctea.

Os cientistas estavam intrigados, há muitas décadas, com o facto de não conseguirem explicar toda a matéria do Universo conforme previsto pela teoria. Embora a maior parte da massa do Universo seja considerada a misteriosa “matéria escura”, 5% é matéria normal que compõe estrelas, planetas e asteróides – e é conhecida como matéria bariónica.

No entanto, a medição direta foi responsável por apenas cerca de metade da matéria bariónica esperada.

Agora, Yuanming Wang, candidatada a doutoramento na Escola de Física da Universidade de Sydney, desenvolveu um método engenhoso para ajudar a rastrear a matéria perdida.

A investigadora aplicou a sua técnica para localizar um fluxo de gás frio até então não detetado na Via Láctea, a cerca de 10 anos-luz da Terra. A nuvem tem cerca de um bilião de quilómetros de comprimento e 10 mil milhões de quilómetros de largura, mas pesa apenas cerca da massa da nossa Lua.

“Suspeitamos que grande parte da matéria bariónica desaparecida existe na forma de nuvens de gás frio, seja nas galáxias ou entre galáxias”, disse Yuanming Wang, em comunicado. “Este gás é indetetável usando métodos convencionais, já que não emite luz visível por si só e é muito frio para ser detetado por radioastronomia”.

A equipa de astrónomos procurou, então, fontes de rádio no fundo distante para ver como “brilhavam”. “Encontrámos cinco fontes de rádio cintilantes numa linha gigante no céu. A nossa análise mostra que a sua luz deve ter passado pela mesma massa fria de gás”, explicou Wang.

Assim como a luz visível é distorcida ao passar pela nossa atmosfera para dar às estrelas o seu brilho, quando as ondas de rádio passam pela matéria, isso também afeta o seu brilho. Foi essa “cintilação” que Wang e os seus colegas detetaram.

“Não temos a certeza do que é a nuvem estranha, mas uma possibilidade é que poderia ser uma nuvem de neve de hidrogénio interrompida por uma estrela próxima para formar um longo e fino aglomerado de gás”, disse Artem Tuntsov, coautor do artigo e investigador da Manly Astrophysics.

O hidrogénio congela a cerca de 260 graus negativos e os teóricos propuseram que parte da matéria bariónica desaparecida no Universo poderia estar trancada nessas “nuvens de neve” de hidrogénio, que são quase impossíveis de detetar diretamente.

“Este é um resultado brilhante para uma jovem astrónoma. Esperamos que os métodos desenvolvidos por Yuanming nos permitam detetar mais matéria perdida”, elogiou Tara Murphy, supervisora de Wang.

“Esta é a primeira vez que vários cintiladores foram detetados atrás da mesma nuvem de gás frio. Nos próximos anos, devemos ser capazes de usar métodos semelhantes para detetar um grande número dessas estruturas de gás na nossa galáxia”.

Esta descoberta adiciona um conjunto crescente de ferramentas para astrónomos na sua busca pela matéria bariónica perdida no Universo.

Este estudo foi publicado em janeiro na revista científica Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre 'bullying' na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e …

Telescópio vai "caçar" a luz de 30 milhões de galáxias para mapear Universo e "revelar" energia escura

Um instrumento de um telescópio nos Estados Unidos vai capturar nos próximos cinco anos a luz de quase 30 milhões de galáxias e outros objetos cósmicos, permitindo aos cientistas mapearem o Universo e desvendarem os …

Portugal ficou acima da média europeia quanto ao teletrabalho

Dados do Eurostat sobre o teletrabalho durante a pandemia revelaram que Portugal registou uma média ligeiramente superior (13,9%) à da União Europeia (12,3%) entre as pessoas com idade dos 15 e os 64 anos. Em anos …

"Idiotas". Bolsonaro critica pessoas que mantêm isolamento social na pandemia

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, criticou os brasileiros que seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mantêm isolamento social na pandemia, a quem chamou de 'idiotas', em conversa com os seus …

SEF com 18 casos de exploração de imigrantes na agricultura na região Oeste

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tem em investigação 18 casos associados a auxílio à imigração ilegal, angariação de mão-de-obra ilegal e tráfico de pessoas em explorações agrícolas da região Oeste desde 2017. Questionado pela …

Carlos Costa compara venda do Novo Banco a cabaz de fruta "parcialmente apodrecida"

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, considerou que o processo de venda do Novo Banco, em 2017, foi como alienar "um cabaz de fruta que está parcialmente apodrecida". "A questão é sempre a …

Irmãos presos injustamente durante 31 anos recebem 75 milhões de dólares

Henry McCollum e Leon Brown estiveram presos durante mais de 30 anos por um crime que não cometeram. Foram detidos em 1983 e condenados à pena de morte pela violação e homicídio de uma criança. …

"Há ali algumas coisas em que tem razão". Rui Rio concorda com críticas de Alberto João Jardim

Alberto João Jardim defendeu que o PSD nacional tem de "acordar" e "mudar já". Rui Rio ouviu o antigo governante madeirense "com atenção" e considera que tem razão. No artigo de opinião no jornal da Madeira …

Votar contra a reforma das Forças Armadas seria "uma contradição muito grande", diz Rio

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio, afirmou esta segunda-feira que seria uma "contradição muito grande" votar contra a reforma das Forças Armadas, defendida pelo partido "há anos", só porque foi apresentada pelo …

Testes da vacina da Sanofi-GSK mostram eficácia do composto

Os testes preliminares da vacina contra a covid-19 da Sanofi e GalxoDmithKline demonstraram eficácia nos grupos de adultos inoculados pelos cientistas responsáveis pela Fase 2 do processo. Após as duas doses da vacina, os testes realizados …