Astrónomos encontram restos de antigos mini-planetas na órbita de Marte

Marte partilha a sua órbita com um conjunto de asteroides pequenos, chamados troianos. Agora, uma equipa internacional de astrónomos descobriu que a maioria desses objetos são restos de mini-planetas que foram destruídos por colisões.

Os asteroides troianos movem-se em órbitas com a mesma distância média ao Sol do que um planeta. Pensa-se que remontem aos primeiros tempos do Sistema Solar, quando a distribuição de planetas, asteroides e cometas era muito diferente da atual.

Marte é, até agora, o único planeta terrestre que se sabe ter companheiros troianos em órbitas estáveis. O primeiro troiano marciano foi descoberto há mais de 25 anos atrás e foi denominado “Eureka” em referência à exclamação do matemático grego Arquimedes.

Para começar, todos os troianos, exceto um, seguem Marte no seu ponto de Lagrange L5 (à frente do planeta). Além do mais, as órbitas de todos menos um dos 8 troianos em L5 estão agrupadas em redor do próprio Eureka.

Apostolos Christou

À esquerda, os percursos traçados pelos troianos de Marte em relação ao planeta e ao Sol. À direita, ampliação da inserção (retângulo) que mostra os percursos dos 8 troianos em L5: 1998 VF31 (a azul), Eureka (vermelho), e os 6 objetos identificados como membro da família.

À esquerda, os percursos traçados pelos troianos de Marte em relação ao planeta e ao Sol. À direita, os percursos dos 8 troianos em L5: 1998 VF31 (a azul), Eureka (vermelho), e os 6 objetos identificados como membro da família.

Num cenário, uma colisão destruiu um asteroide percursor no ponto L5, e os fragmentos constituem o grupo que observamos hoje. Outra possibilidade é que um processo chamado fissão rotacional fez com que Eureka girasse mais depressa, libertando pequenos pedaços de si próprio para uma órbita heliocêntrica.

Qualquer que seja a razão, o grupo sugere fortemente que os asteroides nesta “família Eureka” fizeram parte de um único objeto ou de um corpo progenitor. Embora as provas circunstanciais desta hipótese sejam fortes, o teste está em desvendar se os asteroides partilham uma composição comum ou não.

A equipa internacional de astrónomos liderados por Apostolos Christou e por Galin Borisov do Observatório e Planetário Armagh, na Irlanda do Norte, Reino Unido, usou o espectrógrafo X-SHOOTER acoplado ao telescópio “Kueyen”, a Unidade 2 do VLT do ESO no Chile, no início de 2016, para registar o espectro de dois asteroides que pertencem à família Eureka, 311999 e 385250.

Graças à análise dos espectros, os especialistas descobriram que ambos os objetos são “gémeos” de Eureka, em termos de composição, confirmando assim a relação “genética” entre os asteroides.

Os astrónomos concluíram ainda que os asteroides são compostos principalmente por olivina, um mineral que normalmente se forma dentro de objetos muito maiores sob condições de alta pressão de temperatura.

A implicação é que estes asteroides são provavelmente relíquias de material do manto de mini-planetas que, tal como a Terra, desenvolveram uma crosta, um manto e um núcleo através do processo de diferenciação, mas que foram destruídos por colisões há vários milhões de anos.

As descobertas foram divulgadas num artigo que será publicado na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

ZAP // CCVAlg

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Nada aconselhável tentar lá entrar porque uma pedrada dessas na cabeça é capaz de arranjar um galarucho de todo o tamanho!

RESPONDER

Em pânico, os norte-americanos estão a comprar pintainhos para lidar com a pandemia

Todo o mundo está a ser afetado pela pandemia de covid-19, tendo os norte-americanos, inicialmente, corrido aos supermercados para comprar o máximo de papel higiénico possível. Porém, agora, o produto é outro. De acordo com o …

20 anos depois, aldeias no Peru ainda sofrem com derrame de mercúrio

Em junho de 2000, um camião derramou mercúrio, da mina de ouro Yanacocha, a maior da América Latina, em três aldeias do Peru. 20 anos depois, os moradores ainda sofrem as consequências deste acidente. Quando Francisca …

Caso BPP. Ex-banqueiro João Rendeiro acusado de nova burla

O Ministério Público (MP) acusou o ex-presidente e fundador do BPP, João Rendeiro, de mais um crime de burla qualificada no caso BPP, segundo avança o Correio da Manhã. A acusação relaciona-se, de acordo com o …

EUA "confiscam" na Tailândia 200 mil máscaras que iam para a Alemanha

A polícia de Berlim, na Alemanha, encomendou 200 mil máscaras cirúrgicas a uma empresa americana. Porém, foram "confiscadas" em Banguecoque, na Tailândia, e desviadas para os Estados Unidos. O ministro do Interior de Berlim considerou o …

Valência chega a acordo com Diogo Leite. Saída do FC Porto estará quase consumada

O Valência tem 20 milhões de euros para oferecer ao FC Porto em troca do defesa-central Diogo Leite, com quem já terá chegado a acordo. De acordo com o jornal desportivo A Bola, Diogo Leite já …

Jornais espanhóis fazem boicote às "conferências-farsas" do Governo

Os jornais espanhóis, como o Libertad Digital, o El Mundo, o ABC e o Vozpópuli, estão a boicotar as conferências de imprensa do governo de Espanha, acusando-o de filtrar as perguntas dos meios de comunicação. Tudo começou …

Número diário de óbitos desce em Espanha. Mais um campo de refugiados grego em quarentena

Em Espanha, o número diário de óbitos por infeção de covid-19 tem mantido uma tendência de subida. Já na Alemanha, há menos casos, mas mais mortes. Espanha continua a manter a tendência de descida do número …

Trump diz que o pior está para vir (mas admite aliviar restrições para ir à missa na Páscoa)

Este sábado, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, admitiu que o pior ainda está para vir e que ainda “vai haver muitas mortes". Depois, disse que está a pensar aliviar as restrições para permitir …

Covid-19. Mais 754 casos de infeção e 29 mortes em Portugal

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Deral da Saúde (DGS) este domingo, há 11.278 infetados por covid-19 em Portugal e 295 óbitos. O número de infetados por covid-19 subiu, este domingo, para um total …

Inspetores do SEF suspeitos de assassinar ucraniano foram identificados em carta anónima

Os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) suspeitos de assassinar um ucraniano no aeroporto de Lisboa foram identificados numa carta anónima enviada à Polícia Judiciária (PJ). De acordo com o semanário Expresso, a …