Asteroide tem nome de astrofísico português Nuno Peixinho

(dr) Detlev van Ravenswaay

O astrofísico português Nuno Peixinho dá nome a um asteroide, descoberto em 1998 e que tem pouco mais de 10 quilómetros de diâmetro, anunciou esta segunda-feira o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), onde é investigador.

Anteriormente designado (40210) 1998 SL56, o asteroide passa a chamar-se (40210) Peixinho, por decisão do Grupo de Trabalho para a Nomenclatura de Pequenos Corpos da União Astronómica Internacional (UAI).

Descoberto a 16 de setembro de 1998, numa campanha de observações do Observatório de Lowell, nos Estados Unidos, tem cerca de dez quilómetros de diâmetro e está na cintura de asteróides entre Marte e Júpiter, a uma distância do Sol cerca de três vezes superior à da Terra, completando uma órbita em cerca de 5,3 anos.



O seu novo nome foi escolhido em homenagem a Nuno Peixinho, astrofísico da Universidade de Coimbra, que é o único português de uma extensa lista de nomes de cientistas que foram atribuídos em junho a pequenos corpos celestes pela UAI, dirigida pela astrónoma portuguesa Teresa Lago.

O asteroide Peixinho “é o tipo de asteroide que, se viesse em direção à Terra, poderia causar um evento de extinção em massa”, assinala em comunicado o IA. Mas o astrofísico português tranquiliza, dizendo que não representa perigo para a Terra.

“Saber que há agora aí pelo espaço um asteroide com o mesmo tamanho daquele que, presumivelmente, ao colidir com a Terra há 66 milhões de anos levou à extinção em massa do Cretáceo-Paleogeno, onde se incluem os famosos dinossauros… deixa-me sem palavras”, comentou, citado no comunicado, Nuno Peixinho, especialista na caracterização física e química de pequenos corpos do Sistema Solar.

Segundo o IA, existem pouco mais de um milhão de pequenos corpos do Sistema Solar catalogados, cerca de meio milhão já têm designação permanente, mas só 22.505 têm nome.

Pequenos corpos do Sistema Solar “é a designação genérica para asteroides, corpos gelados (como cometas e objetos transneptunianos) e satélites destes”.

Inicialmente, um destes corpos “recebe uma designação provisória de acordo com uma fórmula bem definida que envolve o ano da descoberta, duas letras e, se necessário, outros algarismos”.

Depois, “quando a sua órbita se encontra suficientemente bem determinada, o corpo recebe uma designação permanente, que consiste em acrescentar um número à designação provisória”.

No fim, sob proposta dos autores da descoberta do pequeno corpo celeste, o Grupo de Trabalho para a Nomenclatura de Pequenos Corpos da UAI atribui um nome.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

PSD considera "achincalhante" rever normas sobre declarações de rendimento dos juízes

O PSD manifestou-se esta quarta-feira surpreendido com a decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), depois de ter obrigado a revisão das normas que regulam a apresentação de declarações de rendimentos dos juízes, considerando a …

Marcelo envia para o Constitucional norma que dá ao MP maior acesso a comunicações privadas

O Presidente da República enviou para o Tribunal Constitucional a lei que permitia ao Ministério Público aceder a comunicações eletrónicas privadas em investigações de cibercrime, sem uma autorização prévia de juízes. Numa nota publicada no site …

Ratos obesos perderam peso ao "suar" gordura

Ao estudar uma proteína produzida por células imunológicas, uma equipa de cientistas dos EUA fez uma descoberta inesperada: em ratos de laboratório, a citocina TSLP ajudou os animais a perderem gordura abdominal e peso, independentemente …

Ouro para Portugal. Pedro Pablo Pichardo conquista "melhor participação de sempre"

Pedro Pablo Pichardo conquistou hoje a medalha de ouro na prova do triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020. Pichardo venceu o concurso com um salto de 17,98 metros, conquistando a primeira medalha de ouro para Portugal …

Pichardo campeão olímpico

Primeira medalha de ouro para Portugal nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a quinta em toda a história do evento - e todas no atletismo. 5 de agosto, 5 medalhas de ouro para Portugal na história dos …

Bactérias produzem seda de aranha sintética (mais forte do que o aço)

A seda da aranha é um dos materiais mais fortes e resistentes que existem. Recentemente, uma equipa de cientistas da Washington University, nos Estados Unidos, desenvolveu uma seda de aranha sintética capaz de superar a …

Agosto é o mês ideal para ver o "Senhor dos Anéis" do céu

As noites do início de agosto podem ser reservadas para o espetáculo que o "Senhor dos Anéis" nos vai oferecer: este ano, o hemisfério norte de Saturno está inclinado em nossa direção, uma inclinação que …

A "Capela Sistina" está a chegar aos EUA (e vai ser possível ver de perto os frescos de Michelangelo)

A famosa Capela Sistina de Michelangelo está a chegar a várias cidades dos Estados Unidos, graças a reproduções de alta resolução, quase em escala real, dos famosos quadros do artista. Michelangelo’s Sistine Chapel: The Exhibition é …

Há uma nova Barbie inspirada na cientista que criou uma das vacinas contra a covid-19. Mas não é a única

Sarah Gilbert, uma das cientistas que desenvolveu a vacina britânica contra a covid-19, juntou-se a Beyoncé, Marilyn Monroe e Eleanor Roosevelt — há uma Barbie que foi inspirada em si. Sarah Gilbert, professora da Universidade de …

Bangladesh. Trabalhadores retornam às confeções, apesar do recorde de mortes por covid-19

Centenas de milhares de trabalhadores regressaram às confeções em Bangladesh, após o governo permitir a sua reabertura, apesar do elevado número de mortes por covid-19. As autoridades ordenaram o encerramento de fábricas, escritórios, transportes e lojas …