O asteróide que matou os dinossauros pode ter feito nascer a floresta amazónica

Um novo estudo sugere que o impacto do asteróide que aniquilou os dinossauros pode ter feito nascer as primeiras florestas tropicais da Terra.

Uma equipa de investigadores examinou mais de 50 mil registos de pólenes fósseis e mais de seis mil folhas fósseis da Colômbia para investigar a forma como o impacto do infame asteróide que matou os dinossauros mudou as florestas tropicais da América do Sul.

Os cientistas concluíram que, depois de a rocha espacial de 12 quilómetros de largura ter atingido a Terra há 66 milhões de anos, o tipo de vegetação que formava estas florestas mudou drasticamente. 



Segundo os investigadores, plantas com cones, chamadas coníferas e samambaias, eram comuns naquelas florestas antes do enorme asteróide atingir o que hoje é a Península de Yucatán, no México.

Contudo, depois do impacto devastador, a diversidade de plantas diminuiu em cerca de 45% e as extinções foram generalizadas, particularmente entre as plantas com sementes.

Nos seis milhões de anos seguintes, enquanto as florestas recuperavam, as angiospermas – plantas com flores – passaram a dominá-las.

A estrutura das florestas tropicais também mudou como resultado dessa transição. Durante o final do período Cretáceo, quando ainda existiam dinossauros, as árvores que constituíam as florestas eram muito espaçadas. As partes superiores não se sobrepunham, deixando áreas abertas e iluminadas pelo sol no solo da floresta.

Porém, após o impacto, as florestas desenvolveram uma copa espessa que permitia que muito menos luz chegasse ao solo.

Os investigadores propõem três explicações diferentes para a transformação das florestas após o impacto do asteróide que matou os dinossauros.

Em primeiro lugar, os dinossauros poderiam ter evitado que a floresta ficasse muito densa, alimentando-se e calcando as plantas que cresciam nos níveis mais baixos da floresta.

Por outro lado, as cinzas do impacto podem ter enriquecido os solos dos trópicos, dando uma vantagem às plantas com flores de crescimento mais rápido.

Por fim, a extinção preferencial de espécies de coníferas pode ter criado uma oportunidade para as plantas com flores assumirem o controlo da floresta.

Segundo a equipa, estas explicações não são mutuamente exclusivas e todas elas podem ter contribuído, em conjunto, para o resultado atual.

“A lição aprendida aqui é que, sob distúrbios rápidos, os ecossistemas tropicais não apenas recuperam. São substituídos e o processo leva muito tempo”, disse Mónica Carvalho, do Smithsonian Tropical Research Institution, no Panamá, em declarações à BBC.

O estudo foi publicado este mês na revista científica Science.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Gotas quadradas e redes líquidas. Cientistas criaram o que se pensava ser impossível

Numa experiência inesperada, uma equipa de cientistas criou gotículas quadradas e redes líquidas - algo que, de acordo com a ciência, não seria possível. Quando duas substâncias se unem acabam por se estabelecer num estado estável …

Marte pode ser demasiado pequeno para ser habitável

Marte pode ser demasiado pequeno para ser habitável. Uma equipa de investigadores sugere que a sua dimensão reduzida não lhe permite reter muita água. Um novo estudo sugere que o pequeno tamanho de Marte pode ser …

"Era como se a morte estivesse num copo." No século XVIII, o gin estava a arruinar a Inglaterra

A bebida alcoólica tornou-se tão popular no Reino Unido que os empresários começaram a utilizar todo o tipo de aditivos para enriquecerem. No século XVIII, o gin tornou-se a maior droga que o homem poderia consumir …

Vacinar animais contra a covid-19? Dezenas de zoos nos EUA estão a avançar com a ideia

Cerca de 70 jardins zoológicos e espaços de conservação nos Estados Unidos estão a administrar a vacina da farmcêutica veterinária Zoetis aos seus animais. Não são só os humanos que estão a ser vacinados contra a …

Lewis Hamilton: "Eu não disse que estava a morrer"

Acidente com Max Verstappen originou dores no campeão; Helmut Marko disse que já era "espectáculo" a mais. Troca de palavras entre os dois candidatos ao título. Como se esperava, o acidente que envolveu Lewis Hamilton e …

Autorretrato de Frida Kahlo deverá ser vendido por um valor recorde de 30 milhões de dólares

A Sotheby’s espera ultrapassar os 30 milhões de dólares (mais de 25 milhões de euros) com o autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo, no qual aparece também o seu marido Diego Rivera. O autorretrato Diego y …

David Luiz: "Um dos dias mais especiais da minha vida" - e ainda se fala sobre Jorge Jesus

Flamengo ficou mais próximo de mais uma final da Libertadores, depois de derrotar o Barcelona de Guayaquil. David Luiz estreou-se. O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2-0, na primeira "mão" das meias-finais da Copa …

Iémen. Escassez de alimentos empurra 16 milhões de pessoas para a fome, revela ONU

Pelo menos 5 milhões de pessoas no Iémen estão à beira da fome e outros 16 milhões estão "a caminhar para a fome", num país dilacerado pela guerra civil. O Programa Mundial de Alimentos (WFP, na …

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …