Associação de Armas americana editou artigos da Wikipédia para desacreditar o Holocausto

A National Rifle Association (Associação Nacional de Armas) dos Estados Unidos tem estado a editar artigos da Wikipédia de forma a desacreditar o Holocausto.

Um trabalho de investigação da Splinter identificou pelo menos 150 edições em artigos da Wikipédia cujos endereços IP remetem para a sede da NRA, no estado norte-americano da Virgínia. Segundo o Boing Boing, não se sabe, porém, se estes foram atos por ordem superior ou se foi um mero funcionário administrativo que agiu de livre vontade.

Em causa estão edições em artigos como, por exemplo, a página da “Negação do Holocausto”, cuja gramática foi alterada. Importante lembrar que a Wikipédia permite que qualquer utilizador altere a informação das suas páginas.

Dentro deste artigo em específico, é dito por exemplo que a Alemanha nunca quis guerra e que uma suposta chacina de judeus foi simplesmente usada como propaganda para terem uma desculpa para um conflito militar.

A investigação da Splinter concluiu que, em menos de uma década, pelo menos 150 edições como estas foram feitas a partir do mesmo endereço de IP da sede da Associação Nacional de Armas, localizada em Fairfax, na Virgínia. Mais de metade delas foram feitas durante o horário de trabalho.

Sem excluir a hipótese de que as alterações tenham sido feitas por visitantes, algumas das edições feitas incluem material promocional da NRA disfarçado de factos. No ano passado, um moderador da Wikipédia detetou um editor que acreditava ser o diretor de comunicação da associação norte-americana há pelo menos dez anos.

Também foram detetadas mudanças na página sobre “Deficiência”, no qual foi acrescentada uma ligação para um artigo da Shooting Illustrated sobre as “estatísticas chocantes” da frequência com que pessoas com deficiência são vítimas de crimes violentos. Esta tem sido uma longa batalha da NRA para reforçar o uso de armas para autodefesa.

Em 2013, quando se falava muito deste assunto após o americano George Zimmerman ter sido absolvido de acusações de homicídio, o utilizador da Wikipédia “SkippG” criou uma página chamada “Brown vs. Estados Unidos” — um caso de 1921 que estabeleceu o precedente para matar alguém em legítima defesa. Por coincidência, um homem chamado Skipp Galythly é assessor jurídico na NRA há mais de 20 anos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …

Irão corta acesso à Internet após protestos contra a subida do preço da gasolina

O Irão cortou o acesso à internet no sábado, após os protestos contra o aumento do preço da gasolina, que provocaram fortes confrontos entre manifestantes e forças de segurança. O Irão cortou o acesso à internet …

A maior parte das Testemunhas de Jeová não apresenta queixa em caso de abuso sexual. Mas uma nova lei pode alterar essa realidade

Em casos de abuso sexual dentro organização religiosa Testemunhas de Jeová, a maior parte das vítimas não acusa os agressores por receio de serem excluídas, revelou um artigo da Vice. Agora, uma nova lei norte-americana, …

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …

Príncipe André nega ter abusado sexualmente de jovem de 17 anos

O príncipe André, filho de Isabel I, é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001 e, este …

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …

Será que os cães conseguem farejar uma gravidez?

Já ouvimos falar de cães a farejar bombas e de cães a farejar cancro. E quanto à gravidez, o que poderá o nariz de um cão dizer? Há várias mulheres grávidas a relatar que o cão …