Assis defende que só Maria de Belém pode unir a esquerda e atrair votos do centro

Paulo Novais / Lusa

O eurodeputado do Partido Socialista, Francisco Assis

O eurodeputado do Partido Socialista, Francisco Assis

O eurodeputado socialista Francisco Assis defendeu este sábado que só a candidata à presidência Maria de Belém pode unir toda a esquerda e ir buscar votos ao centro para ganhar as eleições na segunda volta.

“Estas primárias à esquerda, a primeira volta das presidenciais, são absolutamente essenciais para que passe à segunda volta a Maria de Belém”, afirmou o euro-deputado.

“Só ela está em condições de unir toda a esquerda, penetrar no centro e ir buscar alguns votos à direita e derrotar Marcelo Rebelo de Sousa“, afirmou Francisco Assis.

Assis discursava no almoço de apoiantes de Maria de Belém que hoje se realizou em Marco de Canaveses, com a presença da candidata.

Assis fez um paralelismo com as presidenciais de 1995 e recordou que naquelas eleições “havia vários candidatos de esquerda, mas verdadeiramente só havia um candidato de esquerda que pudesse ser eleito Presidente da República, que era o Dr. Mário Soares“.

Por isso, frisou o eurodeputado socialista, é importante assegurar que Maria de Belém seja a candidata mais votada da esquerda na primeira volta das presidenciais de janeiro.

“Estou absolutamente convencido que vamos ganhar estas eleições na segunda volta e que a Maria de Belém vai ser Presidente da República”, declarou.

Para Assis, “tudo o que se passou até agora reforça a convicção de que o país precisa de Maria de Belém como Presidente da República”.

E acrescentou: “Hoje vivemos num país profundamente dividido e com um nível de crispação política como não há memória há muitos anos. Essa crispação política, do meu ponto de vista, não vai diminuir nos próximos meses. Precisamos, por isso, de um Presidente da República que seja gerador de unidade nacional”.

Segundo o eurodeputado, “não há ninguém entre os vários candidatos à presidência da República em melhores condições para garantir essa unidade”, defendendo que Maria de Belém “é capaz de ser ouvida por todos os setores da sociedade portuguesa”.

Não precisamos de um presidente de fação de direita ou de esquerda mais radical. Precisamos de alguém que se situe no centro esquerda, mas com capacidade para falar com um lado e com o outro”, defendeu.

/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Se eu fosse a Maria de Belém pedia ao Assis para… não ajudar…

    Mas este homem não faz sentido! Então, primeiro quer que o PS se junte ao PSD para formar governo, ignorando o resto da esquerda, e agora, quer uni-la?

    “Hoje vivemos num país profundamente dividido e com um nível de crispação política como não há memória há muitos anos. Essa crispação política, do meu ponto de vista, não vai diminuir nos próximos meses. Precisamos, por isso, de um Presidente da República que seja gerador de unidade nacional”

    Também tens (Assis) contribuido para essa mesma divisão e crispação. O que é preciso é que vás para a “Europa” ganhares os teus milhares e deixar-nos em paz! Emigra, como aconselha o Passos! Aqui não fazes falta!

    A propósito… Quando é que te vais filiar (de uma vez por todas) no PSD? Olha que as inscrições estão a acabar…

RESPONDER

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …

Apple vai começar a produzir um milhão de máscaras por semana

O presidente da Apple, Tim Cook, anunciou que a empresa poderá produzir um milhão de máscaras por semana a partir do próximo fim de semana. Tim Cook explicou, na sua conta da rede social Twitter, que …

Robert Weighton é o homem mais velho do mundo. Tem 112 anos

Com 112 anos completados no dia 29 de março, o britânico Robert Weighton tornou-se o homem mais velho do mundo. Robert Weighton nasceu no dia 29 de março de 1908, em Kingston-Upon-Hull, no Yorkshire. Ao longo …

ISEG prevê queda do PIB entre 4% e 8% em 2020

O Grupo de Análise Económica do instituto da Universidade de Lisboa revelou o intervalo indicativo de variação do PIB usando duas evoluções diferenciadas da crise, com duração mínima de dois meses. A economia portuguesa deverá ter …

Boris Johnson nos cuidados intensivos

O primeiro-ministro britânico, que está infetado com covid-19, foi transferido esta segunda-feira para os cuidados intensivos. Boris Johnson, que está infetado com covid-19, foi transferido esta segunda-feira para a unidade de cuidados intensivos, depois de …