Tomar aspirina diariamente tem riscos para a saúde dos mais velhos

Uma nova e importante pesquisa realizada nos Estados Unidos e na Austrália sugere que os idosos em boas condições de saúde não devem tomar uma aspirina por dia, como já indicaram outros estudos.

Há benefícios comprovados do uso diário da aspirina para as pessoas que sofreram um ataque cardíaco ou derrame, porque a droga ajuda a diluir o sangue, evitando assim um novo ataque.

Algumas pessoas completamente saudáveis optam por tomar aspirina para diminuir as hipóteses de ataque cardíaco ou derrame e há pesquisas contínuas sobre o uso deste medicamento para reduzir o risco de cancro.

Mas, o novo estudo não encontrou benefícios para pessoas saudáveis ​​com mais de 70 anos tomarem diariamente aspirina – pelo contrário, o medicamento aumentou o risco de hemorragias, os sangramentos internos que podem levar à morte.

A maioria das investigações sobre os benefícios da aspirina é realizada em pessoas na meia-idade e há evidências crescentes de que os perigos aumentam à medida que envelhecemos.

O estudo, que foi apresentado num artigo publicado na semana passada na revista científica New England Journal of Medicine, foi feito com 19.114 pessoas nos Estados Unidos e na Austrália.

Os entrevistados têm mais de 70 anos, boas condições de saúde e não possuem histórico de problemas cardíacos. Metade dos participantes recebeu uma dose diária de aspirina em baixa dose durante cinco anos.

Três relatórios diferentes, publicados New England Journal of Medicine, mostraram que as pílulas não reduziram o risco de problemas cardíacos ou proporcionaram algum outro benefício para quem as tomou. A pesquisa aponta que nestas pessoas o uso da aspirina aumentou o número de grandes hemorragias estomacais.

“Isso significa que milhões de idosos saudáveis ​​em todo o mundo que estão a tomar aspirina em doses baixas sem qualquer razão médica podem estar a fazê-lo desnecessariamente, porque o estudo não mostrou nenhum benefício geral para compensar o risco de sangramento”, disse o investigador John McNeil, da Universidade Monash.

“Essas descobertas ajudarão a informar os médicos que prescrevem há muito tempo esta droga para que saibam se devem recomendar a aspirina a pacientes saudáveis.”

O estudo descobriu também um aumento nas mortes por cancro, embora os investigadores achem que este crescimento precise de uma investigação mais aprofundada, já que vai contra as descobertas atuais nesta área.

O professor Peter Rothwell, da Universidade de Oxford, que estuda esta medicação há muito tempo, disse que as descobertas são definitivas.

“Tomar aspirina se não estiver saudável e com mais de 70 anos e se não teve um ataque cardíaco prévio ou acidente vascular cerebral é algo realmente muito pouco benéfico. Portanto, a auto-medicação com aspirina, na ausência de uma indicação médica definitiva, não é aconselhável“, diz.

As descobertas não se aplicam a pessoas que tomam aspirina devido a um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral – estas devem continuar a seguir os conselhos de seus médicos.

Cibéria // BBC / The Independent

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Pumpkin Island já custou 78 dólares. Agora pode comprá-la por 17 milhões

Se ainda não decidiu onde passar férias fica aqui uma dica: uma ilha privada na costa da Austrália está à venda por 17 milhões de dólares (cerca de 14,5 milhões de euros). A Pumpkin Island …

Desaparecem oito mulheres por dia no Peru, mais três do que antes da pandemia

O número de mulheres desaparecidas no Peru, um fenómeno endémico no país, subiu de cinco por dia, em média, para oito, desde a quarentena decretada para travar a pandemia de covid-19, indicou o provedor de …

EUA já gastaram quase tanto com a covid-19 como com a II Guerra Mundial

Até ao momento, os Estados Unidos da América gastaram quase tanto com a pandemia de covid-19 como gastaram com a II Guerra Mundial. A Segunda Guerra Mundial travou-se entre 1939 e 1945 e deixou milhões de …

Sporting recusou proposta de 32 milhões por Joelson Fernandes

O Sporting CP rejeitou uma proposta de 32 milhões de euros do Arsenal por Joelson Fernandes. Os 'leões' pedem 45 milhões pelo jovem extremo de 17 anos. Continua o leilão pela promessa sportinguista Joelson Fernandes. Depois …

CIA tentou desenvolver um "drone-pássaro" nuclear para espiar a União Soviética na Guerra Fria

Durante a Guerra Fria, a CIA tentou desenvolver um drone nuclear do tamanho de um pássaro para espiar a União Soviética e outros países do bloco comunista. Porém, o projeto nunca foi concluído. De acordo com …

Para combater o desperdício, China acaba com os banquetes tradicionais

Conhecidos pela gastronomia e pelo bom apetite, os chineses terão de adotar a austeridade, invertendo a tradição, que exige que sejam servidos à mesa tantos pratos quantos forem os convidados e mais um. A nova regra …

Com apenas 4 dólares é possível dormir na última Blockbuster. E ainda participa na festa pijama

Já sente saudades de sair de casa para ir alugar um filme e comprar umas pipocas? A última loja da icónica Blockbuster está agora disponível no Airbnb. A antiga loja da cadeia americana pode ser …

Espanha com quase mais 3.000 novos casos. É o maior aumento desde maio

Espanha registou o maior número de infeções de covid-19 desde o final de maio, com 2.935 novos casos nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde, ressalvando que o balanço inclui dados de Madrid …

Escolas devem reabrir normalmente. Governo preparado para decisões diferentes

As escolas devem reabrir em situação de normalidade e só uma evolução negativa da pandemia levará a decisões contrárias, de maior ou menor alcance, que o Governo disse esta quinta-feira estar preparado para tomar. Na conferência …

Família de ativista saudita teme que esteja a ser torturada na prisão

Familiares de uma importante ativista dos direitos das mulheres da Arábia Saudita, detida desde maio de 2018, temem que esteja a ser torturada na prisão, uma vez que não dá notícias há vários meses. Loujain al-Hathloul, …