Tomar aspirina diariamente tem riscos para a saúde dos mais velhos

Uma nova e importante pesquisa realizada nos Estados Unidos e na Austrália sugere que os idosos em boas condições de saúde não devem tomar uma aspirina por dia, como já indicaram outros estudos.

Há benefícios comprovados do uso diário da aspirina para as pessoas que sofreram um ataque cardíaco ou derrame, porque a droga ajuda a diluir o sangue, evitando assim um novo ataque.

Algumas pessoas completamente saudáveis optam por tomar aspirina para diminuir as hipóteses de ataque cardíaco ou derrame e há pesquisas contínuas sobre o uso deste medicamento para reduzir o risco de cancro.

Mas, o novo estudo não encontrou benefícios para pessoas saudáveis ​​com mais de 70 anos tomarem diariamente aspirina – pelo contrário, o medicamento aumentou o risco de hemorragias, os sangramentos internos que podem levar à morte.

A maioria das investigações sobre os benefícios da aspirina é realizada em pessoas na meia-idade e há evidências crescentes de que os perigos aumentam à medida que envelhecemos.

O estudo, que foi apresentado num artigo publicado na semana passada na revista científica New England Journal of Medicine, foi feito com 19.114 pessoas nos Estados Unidos e na Austrália.

Os entrevistados têm mais de 70 anos, boas condições de saúde e não possuem histórico de problemas cardíacos. Metade dos participantes recebeu uma dose diária de aspirina em baixa dose durante cinco anos.

Três relatórios diferentes, publicados New England Journal of Medicine, mostraram que as pílulas não reduziram o risco de problemas cardíacos ou proporcionaram algum outro benefício para quem as tomou. A pesquisa aponta que nestas pessoas o uso da aspirina aumentou o número de grandes hemorragias estomacais.

“Isso significa que milhões de idosos saudáveis ​​em todo o mundo que estão a tomar aspirina em doses baixas sem qualquer razão médica podem estar a fazê-lo desnecessariamente, porque o estudo não mostrou nenhum benefício geral para compensar o risco de sangramento”, disse o investigador John McNeil, da Universidade Monash.

“Essas descobertas ajudarão a informar os médicos que prescrevem há muito tempo esta droga para que saibam se devem recomendar a aspirina a pacientes saudáveis.”

O estudo descobriu também um aumento nas mortes por cancro, embora os investigadores achem que este crescimento precise de uma investigação mais aprofundada, já que vai contra as descobertas atuais nesta área.

O professor Peter Rothwell, da Universidade de Oxford, que estuda esta medicação há muito tempo, disse que as descobertas são definitivas.

“Tomar aspirina se não estiver saudável e com mais de 70 anos e se não teve um ataque cardíaco prévio ou acidente vascular cerebral é algo realmente muito pouco benéfico. Portanto, a auto-medicação com aspirina, na ausência de uma indicação médica definitiva, não é aconselhável“, diz.

As descobertas não se aplicam a pessoas que tomam aspirina devido a um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral – estas devem continuar a seguir os conselhos de seus médicos.

Cibéria // BBC / The Independent

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Virgin Galactic abre as portas do primeiro aeroporto espacial do mundo

A empresa norte-americana Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson, está a preparar o primeiro aeroporto espacial comercial do mundo, tendo revelado esta semana algumas das imagens daquelas que vão ser as instalações. O aeroporto, localizado …

A Internet está a regar esta planta há três anos

A comunidade online do Reddit tem tratado de uma planta durante três anos. Os utilizadores escolhem diariamente se a planta de ou não ser regada. Tudo começou com uma pequena brincadeira no Reddit, um dos maiores …

O pulmão de um chinês colapsou (e a culpa foi do karaoke)

O pulmão de um homem de 65 anos, na China, colapsou após ter tentado atingir uma nota alta durante uma intensa sessão de karaoke. O homem, residente em Nanchang, na província de Jiangxi, teria estado a …

"Emergência nacional". Deputados pedem a Boris que convoque imediatamente o Parlamento

Mais de 100 deputados britânicos pediram, numa carta divulgada este domingo, ao primeiro-ministro Boris Johnson para convocar imediatamente o Parlamento e voltar a debater o Brexit. As férias de verão do Parlamento terminam normalmente a 03 …

Rambo Luso. Há um português a viver na selva venezuelana há 25 anos

Há 25 anos que o português António Pestana Drumond realiza expedições às regiões de selva do Delta Amacuro e do Parque Nacional Canaima, leste da Venezuela, onde é conhecido pelos indígenas locais como o Rambo …

Já é possível saber se alguém está a mentir. Basta olhar nos olhos

Os olhos não mentem. Pelo menos é o que acham os investigadores da Universidade de Stirling, na Escócia, que criaram uma prova que diz se a pessoa está a mentir ou não com a monitorização …

NASA detetou (e mediu) o primeiro choque interplanetário

A Multiscale Magnetospheric Mission (MMS) da agência espacial norte-americana conseguir fazer as primeiras medições de um choque interplanetário. Em comunicado, a NASA explica que os choques interplanetários são um tipo de choque sem colisão, no …

Quem ganhou a Segunda Guerra Mundial? Aliados e Eixo dizem que foram eles próprios

Em média, tanto os cidadãos de países dos Aliados como cidadãos de países do Eixo dizem que foram eles mesmos os vencedores da Segunda Guerra Mundial. Se perguntarmos a qualquer um dos poucos veteranos remanescentes da …

Norte-americano passou 30 anos na prisão por erro. Vai ser indemnizado em 10 milhões

Um norte-americano que há 30 anos foi erradamente condenado a 57 anos de prisão por violação e roubo vai agora receber uma indemnização de quase 10 milhões de dólares, avança o jornal New York Post. …

O Pólo Norte está a ser atingido por relâmpagos (e isso não é normal)

Uma tempestade perto do Pólo Norte pode não parecer a maior preocupação, tendo em conta o rápido aquecimento do Ártico. Mas é mais um sinal de que o Ártico continua a ter um verão anormal. A …