Nova árvore genealógica de Da Vinci revela 14 descendentes ainda vivos

Mido / Wikimedia

Leonardo da Vinci

A nova árvore genealógica pode vir a ajudar os cientistas a determinar se os restos mortais enterrados numa capela francesa pertencem ao artista italiano.

Os historiadores Alessandro Vezzosi e Agnese Sabato passaram mais de uma década a traçar a genealogia de Leonardo da Vinci. O mapa estende-se por 690 anos, 21 gerações e cinco ramos de família, conta o site Live Science.

No novo estudo, publicado a 4 de julho na revista científica Human Evolution, a dupla utilizou documentos históricos de arquivos, bem como relatos de descendentes ainda vivos, para rastrear os cinco ramos da sua árvore genealógica. Segundo os historiadores, o artista italiano fez parte da sexta geração de da Vincis.

Tal como recorda o mesmo site, investigar a história da família de Da Vinci é difícil porque apenas um dos seus pais pode ser devidamente rastreado. Nascido fora do casamento, Leonardo da Vinci é filho do advogado florentino Ser Piero da Vinci e de uma camponesa chamada Caterina.

Uma anterior pesquisa de Martin Kemp, historiador de arte da Universidade de Oxford, sugeriu que Caterina era, à data do nascimento de Da Vinci, uma órfã de 15 anos. Aos cinco anos de idade, o jovem foi levado para a cidade italiana de Vinci (de onde a sua família aproveitou o sobrenome) para morar com os avós.

Quando o renascentista morreu, em 1519, não tinha filhos conhecidos e os seus restos mortais acabaram perdidos, o que significa que não havia ADN fidedigno para analisar. Como resultado, partes da sua descendência ficaram envolvidas em mistério.

O artista foi supostamente sepultado na capela de Saint-Florentin, em França, que ficou em ruínas depois da Revolução Francesa e acabou por ser demolida. Há quem diga que um esqueleto foi exumado do local e levado para a capela Saint-Hubert, nas proximidades, mas se este pertence realmente, ou não, a Da Vinci não se sabe.

A nova árvore genealógica, que começa em 1331 com o patriarca da família Michele, revelou 14 parentes vivos, do sexo masculino, com uma grande variedade de profissões, desde trabalhadores de escritório, um chef pasteleiro, um ferreiro, um estofador, um vendedor de porcelana e um artista.

Agora, os investigadores querem determinar se os restos mortais da capela francesa pertencem a Da Vinci, ao comparar o cromossoma Y nesses ossos com o mesmo cromossoma dos parentes masculinos encontrados. Isto porque, segundo os investigadores, o cromossoma Y é passado de pai para filho e fica praticamente inalterado por até 25 gerações.

Além disso, encontrar fragmentos do código genético de Da Vinci pode ajudar os historiadores da arte a verificar a autenticidade de obras de arte e notas supostamente criadas por este “génio” do Renascentismo, comparando o ADN descoberto com os vestígios de ADN encontrados nas peças.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Não são “descendentes” do Leonardo, pois este, ao que parece, era “alheio à dama”, e nunca terá gerado filhos. Serão, quando muito, descendentes dos irmãos consanguíneos do Leonardo…

  2. Portanto… o “estudo” pretende identificar Da Vinci com base no ADN dos alegados descendentes?
    Não deveria ser ao contrário?
    Esses descendentes não o são só porque o afirmam!

  3. Se andam a venerar restos mortais que não tem a certeza a quem pertencem, está bem apurar a verdade, mas, os descendentes são só catorze? ou os restantes não querem falar deles?

RESPONDER

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …

Companhia de aviação privada oferece voo de 20 mil dólares para reunir uma família separada pela pandemia

A empresa de aviação privada Tradewind Aviation está a comemorar o seu 20.º aniversário de uma forma original: vai dar um voo no valor de 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para reunir …

Mais de 60 pinguins morrem na África do Sul após ataque de abelhas

Dezenas de pinguins-africanos ameaçados de extinção foram mortos por um enxame de abelhas na África do Sul, na passada sexta-feira. Segundo a CNN, 63 pinguins-africanos, uma espécie ameaçada de extinção, foram encontrados mortos na sexta-feira numa …

Macron e Modi manifestam vontade de "agir em conjunto" após disputa submarina

O Presidente Emmanuel Macron discutiu a cooperação na região Indo-Pacífico com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, esta terça-feira. O Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, conversaram esta terça-feira, em plena crise dos …

Académica treme: salários, último lugar e treinador de saída

Clube de Coimbra, tal como o Boavista, terá de comprovar que tem cumprido no pagamento dos salários. Em campo, mais uma derrota complicou a situação de Rui Borges. Ainda não há muitos anos, a Académica apareceu …

Marcelo discursou na ONU, lembrou Sampaio e mostrou total sintonia com Guterres

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou nas Nações Unidas o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que morreu no dia 10 deste mês, aos 81 anos, pela sua atividade no acolhimento de refugiados. O chefe de …

Governo promete que preço da eletricidade não vai aumentar (e anuncia pacote de 430 milhões)

Esta terça-feira, João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e Ação Climática, anunciou um pacote de medidas no valor de 430 milhões de euros que visam travar a subida do preço da eletricidade no mercado …

"Alguma vez foi fácil?" Catarina Martins diz que Governo "tem pouca vontade" de discutir temas concretos

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, defendeu esta terça-feira que o Governo socialista “tem pouca vontade” de discutir questões concretas nas negociações do Orçamento do Estado para 2022, insistindo na necessidade de debater …

Fisco vai devolver 82 milhões no IVAucher

O programa IVAucher irá devolver aos contribuintes 82 milhões de euros, anunciou, esta terça-feira, António Mendonça Mendes. O secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, anunciou esta terça-feira que os contribuintes acumularam …