Artistas apoiam Kesha em processo contra produtor por abuso sexual

A cantora Kesha tem travado uma batalha contra o produtor Dr. Luke e a Sony Music para anular o contrato de exclusividade, com base em acusações que incluem abuso sexual.

Kesha Rose Serbert, de 28 anos, processou Dr. Luke em outubro de 2014, alegando que sofreu “abusos sexuais, físicos, verbais e emocionais” durante uma década.

Segundo os documentos do tribunal, a cantora revelou que Dr. Luke a começou a assediar quando ela tinha 18, obrigando-a a beber álcool e consumir drogas para ficar menos inibida.

Além disso, contou que o produtor a violou quando estava drogada.

No entanto, na última sexta-feira, a juíza Shirley Kornreich, do Supremo Tribunal de Nova Iorque, decidiu contra o pedido da jovem artista de ser libertada do contrato com a Kemosabe Records, editora de Lukasz Sebastián Gottwald (nome real de Dr. Luke), que também trabalhou com Katy Perry, Britney Spears, Christina Aguilera e muitos outros astros da música.

“Está a pedir ao tribunal para anular um contrato que foi fortemente negociado e que é típico da indústria”, alegou a magistrada. Kesha terá, assim, que continuar a trabalhar com o produtor que a terá violado nos seus próximos três álbuns.

Depois de divulgada a decisão, e perante a imagem de Kesha em lágrimas no tribunal, artistas como Lady Gaga, Ariana Grande, Lorde e Demi Lovato já vieram a público mostrar o seu apoio à cantora, acompanhando o movimento que se está a espalhar nas redes socais com a hashtag #FreeKesha.

Taylor Swift, que na semana passada venceu três Grammy, anunciou que doou à artista 250 mil dólares para ajudar a atravessar o período em que, impedida pelo contrato de trabalhar com outros produtores, a cantora está parada.

Também a atriz e diretora Lena Duhnam publicou o artigo “Why Kesha’s Case Is About More Than Kesha” (“Porque é que o caso de Kesha é sobre mais do que Kesha”, em tradução livre), em defesa das vítimas de abuso e criticando a Sony Music por colaborar com um processo que forçará a cantora a continuar a trabalhar com o seu alegado violador.

Dr. Luke garante que não violou Kesha

Esta segunda-feira, o produtor negou as acusações. “Não violei a Kesha e nunca tive sexo com ela. A Kesha e eu fomos amigos durante muitos anos e ela era como uma irmã mais nova”, escreveu no Twitter.

“É triste que ela tenha transformado um contrato em algo tão horrendo e falso. Mas sinto-me confiante de que, quando isto acabar, as mentiras serão expostas e a verdade virá ao de cima”, disse Dr. Luke.

“Imaginem que vocês, ou alguém que amam, era publicamente acusado de um ato de violação, que vocês sabiam que não tinha sido cometido. Imaginem isso“, acrescentou.

O produtor já tinha dado início a uma ação judicial contra Kesha, na qual afirma que a cantora inventou a história de assédio sexual para que possa terminar o seu contrato.

Dr. Luke e a Sony afirmam que Kesha está a violar o contrato por não fazer os três álbuns restantes, dos cinco prometidos.

ZAP / Move

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Tadinha… quem conhece o sistema, saberá que este tipo de gente não hesita em abrir as pernas para conseguir sucesso e dinheiro. Esta não recebeu em KESHA, mas em promissórias. Agora que não lhe convém o contrato, argumenta que foi violada.

  2. Infleizmente tenho de concordar com a/o Janeka. A verdade é que neste meio (e não só) as mulheres já há muito perceberam que em caso de dúvida, qualquer alegação falsa de assédio ou violação pode fácilmente dar um empurrão para se conseguir chegar a algum lado ou tirar dividendos.

  3. Os peritos sabem bem como chegar á verdade dos factos quando têm um problema de violação.È necessário honestidade na apreciação e quando fôr verdade haja mão pesada e respeito pelas vitimas e não fingir que se faz justiça

RESPONDER

"Armada espanhola" assegura 70% do mercado das obras públicas em Portugal

As empresas espanholas estão a assegurar 70% do mercado das obras públicas em Portugal, escreve esta segunda-feira o jornal Público, citando uma análise ao Portal Base, às obras públicas acima de sete milhões de euros No …

"Oitavos" da Liga dos Campeões não vão ser jogados em Portugal

A UEFA cedeu à pressão dos clubes e decidiu que os encontros da segunda mão dos oitavos-de-final vão ser disputadas nos respetivos estádios dos clubes. Os encontros por jogar relativos aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões …

Turmas repartidas e aulas ao sábado. O que muda no novo normal do Ensino Superior

Para o regresso às aulas do Ensino Superior no próximo ano letivo, as universidades estão a preparar medidas que permitam cumprir as regras sanitárias e zelar pela aprendizagem dos seus alunos. Se tudo correr como planeado, …

Presidente do Barcelona afasta interessados em Messi e desfaz mito

Rumores sugeriam que Lionel Messi estava decidido a sair do Barcelona. Não tardou a aparecerem interessados no argentino, mas o presidente do Barça já veio deixar um recado. Na semana passada, o mundo do futebol foi …

Doze jovens infetados após festa na Guarda. Politécnico suspende exames presenciais

Doze jovens, oito dos quais alunos do Instituto Politécnico da Guarda (IPG), testaram este fim de semana positivo para o novo coronavírus (covid-19). De acordo com a SIC Notícias, as infeções deram-se na sequência de uma …

Vieira pode demitir-se para provocar eleições antecipadas. Candidatura em Outubro "dificilmente chegará às urnas"

As eleições para a presidência do Benfica estão na ordem do dia numa altura em que o título nacional parece mais distante e quando se avança que Luís Filipe Vieira deve vir a ser acusado …

Laboratório de Wuhan "esconde" vírus semelhante ao novo coronavírus desde 2012

O laboratório de virologia de Wuhan armazena há quase oito anos um vírus “muito parecido” com aquele que originou a pandemia de covid-19. Esse vírus foi descoberto em 2012 numa antiga mina de cobre em …

Joelson Fernandes pode juntar-se a Trincão no Barcelona

A imprensa espanhola volta a realçar o interesse do Barcelona em Joelson Fernandes. O jovem sportinguista renovou recentemente o seu vínculo, mas pode juntar-se a Trincão na Catalunha. Esta não é a primeira vez que o …

Medina quer "livrar-se" do Airbnb e criar casas para trabalhadores essenciais em Lisboa

Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, quer “livrar-se" do Airbnb e transformar o alojamento local em casas para trabalhadores de serviços essenciais", de acordo com um artigo publicado no jornal britânico The Independent. De …

"Negociação com a Comissão Europeia será dura. Não tem é de ser filme de terror", diz Pedro Nuno Santos

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, admitiu que as negociações com Bruxelas relativamente ao plano de reestruturação da TAP vão ser duras, embora permaneça otimista. "Temos de encontrar o equilíbrio entre a reestruturação que garanta …