Artista escocês cria candelabros de luxo no Algarve

beaumcclellan.com

Beau McClellan junto ao seu REFLECTIVE FLOW, o maior candelabro do mundo, no edifício Hitmi Al Hitmi

Beau McClellan junto ao seu REFLECTIVE FLOW, o maior candelabro do mundo, no edifício Hitmi Al Hitmi

Um artista escocês residente no Algarve há 25 anos tem na cidade de Loulé um estúdio onde cria candelabros personalizados de luxo que aliam design, tecnologia e ecologia e cujas encomendas chegam de todos os cantos do mundo.

Beau McClellan detém atualmente o recorde Guiness para o maior candelabro do mundo, peça que tem 48 metros de comprimento, 55.000 Leds (Díodo Emissor de Luz) incorporados, mais de 2.500 luminárias e quase 20 toneladas e que está instalada no Al Hitmi–Doha, no Qatar.

Anualmente, produz entre 50 a 60 candelabros, 15 a 20 dos quais para clientes privados, juntamente com uma equipa de jovens designers portugueses e a sua mulher, dando ainda apoio em consultoria de design e comunicação a empresas nacionais e internacionais.

Beau McClellan contou à Lusa que cada candelabro que faz é único e concebido para refletir os seus clientes e a sua forma de vida, razão que o leva a visitar pessoalmente cada cliente, onde quer que seja.

“O candelabro de entrada de uma casa de luxo é uma coisa fundamental porque é a representação deles [clientes] próprios e quando abrem a porta para os convidados, eles entram e têm uma coisa para falar”, comentou.

Funcionalidade, ecologia, tecnologia, design e intemporalidade são conceitos que Beau McClellan procura fundir em cada trabalho.

“Vendo candelabros de luxo mas tento sempre ligar a parte ecológica. Daí o LED”, comentou observando que este é um novo nicho de mercado onde há alguma concorrência, “mas pouca”.

A Bybeau, empresa sedeada na cidade de Loulé há dois anos, foi uma aposta do criador após sentir que tinha perdido o contacto com a parte criativa do processo na empresa de grande dimensão e de âmbito internacional que entretanto vendeu.

“Acho que tenho sucesso na iluminação porque não venho do mundo da iluminação, venho do lado da música e do ferro forjado e de outros lados”, notou.

Há 25 anos, Beau McClellan chegou ao Algarve desiludido com o fim da carreira na área da música. Comprou uma casa que reconstruiu e começou a fazer peças contemporâneas com ferro forjado que começaram a ser adquiridas para casas de luxo no Algarve.

Um arquiteto acabaria por desafiá-lo a criar um candelabro de grandes dimensões para condizer com casas grandes e o resultado surpreendeu o próprio criador.

“Eu sabia que tinha algum potencial nesta nova direção mas não sabia muito sobre iluminação“, observou, acrescentando que, no ano seguinte, correu o mundo para conhecer os melhores especialistas na área, tendo-se deparado com a fibra ótica e o LED.

O seu próximo candelabro, já com tecnologia LED, integrou várias revistas internacionais de design e chamou a atenção de uma empresa da área que o contratou para criar uma gama de produtos que viria a arrecadar quatro prémios.

O reconhecimento arrecadado com prémios como o de “Red Dots Awards”, abriram-lhe as portas do mundo da iluminação e, mais recentemente, recebeu o prémio “World Interiors News” 2014.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …

Invocando Sá Carneiro, Miguel Albuquerque também defende diálogo entre PSD e Chega

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu que o PSD deve dialogar com vários partidos, incluindo o Chega de André Ventura. Depois de Rui Rio admitir em entrevista à RTP que poderá vir …

Sobe para 18 o número de mortos no acidente de avião na Índia

As autoridades indianas atualizara para 18 o número de mortes no acidente com o avião da Air India Express, que voava do Dubai para Kozhikode, no sul da Índia, e que se partiu em dois …

Luz verde para reabertura de centros de dia. DGS sugere dois metros de distância entre idosos

Os centros de dia vão poder reabrir a partir de 15 de agosto, mas de forma faseada e condicionados a uma avaliação prévia da Segurança Social e entidade de saúde local sempre que funcionem juntamente …

Vacina russa para a covid-19 preocupa cientistas. País pode estar a saltar etapas

Países de todo o mundo continuam na corrida por uma vacina contra a covid-19. A Rússia diz estar prestes a anunciar a vacina, deixando preocupada a comunidade científica, ao passo que Itália avança para os …

Bastonário dos Médicos sugere uso obrigatório de máscara na rua (e em todo o país)

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, sugere que o Governo pondere decretar o uso obrigatório de máscara no espaços exteriores de todo o país, à semelhança do que fez a Região Autónoma da …