Arqueólogos revelam o que Jesus e os apóstolos comeram na Última Ceia

“A Última Ceia” de Leonardo da Vinci

Os católicos de todo o mundo comemoraram ontem a Sexta-Feira Santa, o dia em que, de acordo com o Evangelho, se celebrou a Última Ceia de Cristo – refeição que terá sido afinal mais rica do que é tradicionalmente representada.

A última ceia de Critso foi, ao longo dos século, representada de variadas formas em inúmeras obras artísticas. Autor de uma das representações mais famosas, Leonardo da Vinci não coloca na mesa mais que pão e vinho.

Mas dois arqueólogos italianos, Generoso Urciuoli e Marta Berogno, reconstruíram a lista de possíveis pratos que Jesus Cristo e os seus discípulos terão tido na sua última ceia, e defendem que Leonardo estava errado: a ceia terá sido bem mais abundante e variada.

Comparando dados históricos e seguindo diversos indícios arqueológicos de pinturas em catacumbas do século III d.C., os arqueólogos conseguiram reconstituir os hábitos alimentares palestinianos de há 2000 anos atrás.

Com base neste estudo, divulgado pelo Discovery, os arqueólogos afirmam que a refeição terá incluído algo mais do que pão e vinho.

A ceia terá constado de uma espécie de guisado de feijão chamado “cholent”, cabrito, azeitonas com hortelã, ervas aromáticas, molho de peixe, tâmaras, pistachio e pasta de noz, pão não levedado e vinho aromatizado.

“Os versículos do Evangelho segundo São João indicam que Judas se encontrava ao lado de Jesus, provavelmente à sua esquerda, e que molhou o seu pão no prato de Cristo, de acordo com a tradição de partilhar a comida num prato comum”, diz Urciuoli.

“A Bíblia relata o que ocorreu durante a ceia, mas não especifica o que comeram Jesus e os seus companheiros”, continua o arqeuólogo.

“A Última Ceia de Leonardo da Vinci está carregada de simbolismo, mas completamente errada, tal como a maior parte das representações tradicionais”, defende Urciuoli, “a começar pela mesa retangular. Na altura, colocavam-se os pratos num base junto ao chão e os convidados comiam reclinados”.

O ponto de partida da investigação de Urciuoli e Nerogno é o pressuposto de que Jesus Cristo era judeu.

“Jesus e os seus discípulos seguiam as tradições transmitidas pela Torá, o livro sagrado dos judeus, e as suas restrições quanto aos alimentos”, conclui o cientista.

Generoso Urciuoli, especialista em História do Cristianismo Primitivo do Centro Petrie de Itália, e Marta Berogno, arqueóloga do Museu Egípcio de Turim, vão agora publicar as suas conclusões em livro, com o título “Jerusalén: a Última Ceia”.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Um dinossauro gigante com o dobro do comprimento dos tiranossauros dominou a cadeia alimentar

A nova espécie foi descoberta no Uzbequistão e tinha dentes semelhantes aos de um tubarão. Pesava cinco vezes mais do que o principal predador conhecido até agora, o tiranossauro. Há cerca de 90 milhões de anos, …

A teimosia de Simeone e a "cabeça dura" de Conceição vão defrontar-se já amanhã

O FC Porto e o Atlético de Madrid vão arrancar a campanha na Champions já amanhã, e os velhos amigos Sérgio Conceição e Diego Simeone deixaram recados um ao outro nas conferências de imprensa. É já …

Parlamento Europeu apela ao reconhecimento das uniões homossexuais em toda a União

Os eurodeputados querem que os casais homossexuais e as suas famílias sejam tratadas de forma igual em todos os estados-membros. Os eurodeputados exigiram esta quarta-feira que os casais homossexuais beneficiem dos mesmos direitos dos restantes em …

Dínamo Kiev 0-0 Benfica | Tanta posse para acabar a rezar a São VAR

As “águias” dominaram as operações durante grande parte deste primeiro encontro de Liga dos Campeões “a sério” em 2021/22, mas não materializaram essa superioridade e no fim viram Vlachodimos, os postes e o VAR a …

Reino Unido avança com terceira dose para maiores de 50 anos. Máscara pode regressar

Boris Johnson anunciou hoje o plano de protecção do Reino Unido para o Outono e Inverno, que inclui medidas que vão entrar já em vigor e que prevê o regresso da máscara e a exigência …

Uma bactéria que "come carne" está a causar mortes da Flórida

A bactéria está mais presente na água do mar em zonas quentes e já matou 125 pessoas no estado norte-americano desde 2008. Pelo menos oito pessoas já morreram este ano na Flórida devido a uma infecção …

Siemens vai criar comboio de alta velocidade que ligará Mar Vermelho e Mediterrâneo

Um consórcio liderado pela multinacional alemã Siemens estabeleceu um contrato de 4,5 mil milhões de euros para construir uma linha ferroviária de alta velocidade que ligue Ain Sukhna, no Canal de Suez, a Alexandria e …

Alaba joga no Real Madrid mas o seu sonho era jogar no Barcelona

Véspera do grande jogo entre Barcelona e Bayern Munique serviu para Uli Hoeneß divulgar uma conversa pouco simpática para as pessoas ligadas ao Barcelona. A fase de grupos da Liga dos Campeões está de volta. Neste …

Chuva está a ajudar a controlar incêndios em Espanha

Há quase uma semana que as chamas deflagram em Málaga e o incêndio já matou um bombeiro. A chuva tem ajudado a combater o fogo. Há seis dias consecutivos que os bombeiros estão a combater incêndios …

Voos da ONU para Cabul são retomados. Doadores angariam 850 mil milhões de euros de ajuda

Os talibãs garantem que vão proteger as equipas humanitárias da ONU que vão ajudar o Afeganistão, que enfrenta uma grave crise devido à seca. Desde 15 de Agosto que os voos com ajuda humanitária da ONU …