Arqueólogos encontram fábrica de cerveja com 4,5 mil anos no Egito

(dr) Ancient Egypt Research Associates

Encontradas duas casas antigas perto das pirâmides de Gizé, no Egito

Um grupo de arqueólogos descobriu duas casas antigas perto das pirâmides de Gizé, no Egito. As estruturas podem ter ser sido utilizadas para a produção de alimentos e cerveja há mais de 4.500 anos.

Sábios e pioneiros em tanta coisa, os antigos egípcios eram grandes engenheiros e sabiam o que era preciso para realizar as suas impressionantes construções – sabiam, inclusive, o que era necessário para manter bem e produtivos os milhares de trabalhadores que as colocavam de pé.

Para levantar as pirâmides, os trabalhadores precisavam também, além de alimentos e mantimentos em geral, de cerveja. Na construção da pirâmide de Miquerinos – uma das três pirâmides de Gizé em homenagem ao faraó Menkaure -, havia entre as instalações da obra uma fábrica de cerveja.

Entre a estruturas, que datam de 2490 a.C a 2472 a.C, foi descoberta uma instalação que funcionava como uma espécie de sede, onde sacerdotes e altos funcionários do governo coordenavam a fabricação de pães e cerveja, na mesma época da construção da pirâmide.

A descoberta foi confirmada através das ferramentas encontradas no local. As instalações fazem parte de um grande complexo que servia como um porto, localizado ao pé do rio Nilo, por onde chegavam os mantimentos.

Na segunda casa descoberta funcionava uma sala destinada especialmente para a contenção e o abate de animais. Para alimentar os trabalhadores e manter a monumental construção em funcionamento, era fundamental a existência de um porto.

A cerveja, no entanto, era fabricada no próprio local, sendo oferecida como parte fundamental do cardápio dos trabalhadores, na sua maioria escravizados, que colocaram as pirâmides de pé.

“Porto nacional do seu tempo”

Ambas as casas encontradas estão localizadas no que Mark Lehner, diretor Associação de Pesquisa do Egito Antigo, acredita ser “basicamente o porto nacional de seu tempo“, onde mercadorias e materiais chegavam provenientes de todo o Egito e do leste do Mediterrâneo.

Segundo o investigador, estas estruturas faziam parte das chamadas “galerias“, que podem ter alojado uma força paramilitar em Gizé. Lehner disse que estes espaços podiam abrigar cerca de mil pessoas e, qualquer alimento produzido perto das duas casas, era provavelmente destinado aos moradores das galerias. Podendo, no entanto, parte dele ser também destinado aos trabalhadores.

Os arqueólogos já tinham encontrado outras residências junto a este porto, incluindo uma casa com 21 cómodos, que era utilizada por escribas que trabalhavam lá.

Associação de Pesquisa do Egito Antigo liderou e coordenou as descobertas na área. As escavações serão novamente retomadas em 2019.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Secretário da Defesa discorda de Trump no envio de tropas para conter distúrbios. Aliados europeus afastam-se

O Secretário norte-americano da Defesa, Mark Esper, rompeu na quarta-feira com o Presidente, Donald Trump, no apoio ao envio das forças armadas para as cidades e os estados que se recusarem "a tomar as medidas …

Vai "nascer" em Arouca a maior ponte suspensa do mundo. É a esperança para fazer renascer o turismo

O Turismo de Arouca está a enfrentar dificuldades devido à quebra gerada pela pandemia, mas os empresários aguardam com expectativa a abertura daquela que será a maior ponte suspensa do mundo, já descrita como "extraordinária". Ainda …

"Será difícil não voltar a adiar a abertura" dos centros comerciais na região de Lisboa

O presidente da Associação dos Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, considerou que "será difícil não voltar a adiar a abertura" dos centros comerciais na Grande Lisboa, tendo em conta os números da região nos …

Atraso na partilha de informação. Responsáveis da OMS recusam responder a perguntas sobre China

Os mais altos responsáveis da Organização Mundial de Saúde (OMS) recusaram-se esta quarta-feira a responder diretamente a perguntas sobre um atraso da China na partilha do mapa genético do novo coronavírus com a agência. Três perguntas …

Espanha reabre fronteiras a 22 de junho. Portugal diz que ainda não há uma decisão tomada

Espanha vai reabrir as fronteiras com Portugal e França a 22 de junho. O país tinha planeado abrir as fronteiras ao turismo estrangeiro a 1 de julho, mas decidiu adiantar a data. Porém, Portugal diz …

Conceição critica arbitragem, mas em Espanha fala-se de penálti de Pepe "que roça o escândalo"

Os 'dragões' perderam no primeiro jogo após a retoma do campeonato. Sérgio Conceição deixou críticas à arbitragem, mas em Espanha fala-se de um penálti escandaloso... de Pepe. O FC Porto ficou com a liderança da I …

Redução do IVA, abono para crianças e incentivos para comprar elétricos. O plano de 130 mil milhões de Merkel

A chanceler alemã, Angela Merkel, anunciou esta quinta-feira um pacote de estímulo de 130 mil milhões de euros para este ano e 2021, para impulsionar a economia do país, duramente atingida pela pandemia de covid-19. Entre …

De Jorge Jesus a Bruno de Carvalho. Rui Pinto terá espiado 72 pessoas e entidades

O português Rui Pinto terá espiado 72 pessoas e entidades, acusa o Tribunal da Relação de Lisboa. A defesa do denunciante criticou a manutenção da prisão preventiva. De acordo com o acórdão do Tribunal da Relação …

Empresas podem manter lay-off até ao fim de setembro. Apoio pode chegar a 85% do salário

Os traços gerais do plano do Governo para a retoma da economia e para tentar travar a escalada do desemprego foram apresentados aos parceiros sociais, esta terça-feira, por Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade …

O próximo Wolves? Charlton pode tornar-se "português"

O consórcio português Corporate Football Organisation Portugal (CFO), liderado por Fernando Côrte-Real, está a estudar a compra do Charlton, clube que milita no Championship, o segundo escalão inglês. "A CFO Portugal já existe há pelo menos …