Arqueólogos descobriram uma “Pompeia britânica”

Ao contrário do que aconteceu na verdadeira Pompeia, esta vila britânica, situada no leste do Reino Unido, terá sido destruída por um incêndio, meses depois da sua construção.

Uma vila da Idade do Bronze, entre 3.300 a.C. e 1.000 a.C., foi descoberta na região de Cambridgeshire, no leste do Reino Unido, e os arqueólogos já a chamam de “Pompeia Britânica”.

Em causa, conta a BBC, está o facto da vila ter sido construída praticamente com madeira e ter sido destruída por um incêndio, poucos meses depois da sua construção.

Apesar da cidade romana – a “verdadeira Pompeia” – ter sido destruída de forma bem diferente (graças à erupção do Vesúvio em 79 d.C.), os investigadores encontraram algumas semelhanças.

Isto porque, apesar de estar praticamente toda destruída, os arqueólogos consideram que o sítio, também batizado de “Must Farm”, oferece detalhes impressionantes sobre a vida quotidiana daquela época.

A equipa esteve dez meses no local a fazer escavações, tendo encontrado evidências de que já se fabricavam tecidos de alta qualidade como o linho.

Os restos mortais encontrados sugerem que a população tinha hábitos alimentares variados como, por exemplo, carne de javali, veado, vaca e peixe.

Os arqueólogos também encontraram vestígios do consumo de mingau, uma espécie de papa espessa, algumas vezes num excelente estado de preservação (ainda nas tigelas em que foi servido, por exemplo).

Também encontraram restos de, pelo menos, cinco casas circulares construídas sobre palafitas, ou seja, um sistema construtivo que permite perceber que as edificações estavam situadas em regiões pantanosas.

E, mesmo há três mil anos, parece que a população tinha as suas residências bem equipadas.

Foram descobertos potes de vários tamanhos, baldes, pratos de madeira, ferramentas de metal, pilões, armas e contas de vidro, sendo estas últimas provenientes do Mediterrâneo ou do Médio Oriente.

David Gibson, da Universidade de Cambridge, explicou que o sítio praticamente permitiu aos arqueólogos a sensação de “visitarem a vida na Idade do Bronze”.

“A atividade doméstica é percetível desde o vestuário até aos móveis e à alimentação. Encontrámos aquilo que podemos chamar de casas completas”, continuou.

Duncan Wilson, diretor-executivo da ONG Historic England, disse que a descoberta vai transformar o conhecimento sobre a Idade do Bronze no Reino Unido.

“Temos uma extraordinária janela para ver como é que as pessoas viviam há três mil anos. Must Farm está a desafiar uma série de perceções há muito tempo estabelecidas”, concluiu.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Catarina Martins entreabre porta a nova geringonça

Catarina Martins lembrou que nas últimas legislativas se fez na política "o que nunca se tinha feito antes" e alerta que o que se conseguiu alcançar "não chega" face a "tudo o que há para …

Destroços de navio interditam praia em Torres Vedras

A praia do Navio, em Santa Cruz, está interdita a banhos e a desportos náuticos devido ao aparecimento de destroços de um navio afundado. A praia do Navio, em Santa Cruz, no concelho de Torres Vedras, …

Ministro da Justiça demite-se após eleição de Boris Johnson (e não é o único)

O ministro da Justiça britânico, David Gauke, anunciou a sua demissão após ser conhecida a eleição de Boris Johnson para a liderança dos conservadores e a sua designação como primeiro-ministro do Reino Unido. No domingo, David …

TdC deteta pagamentos "ilegais" do Serviço de Saúde da Madeira a empresa que pertencia ao presidente

A sociedade gerida pelo então presidente do Serviço de Saúde da Madeira recebeu 116 mil euros do Serviço de Saúde da Madeira. O Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM) autorizou "ilegalmente" o pagamento de 116 mil …

Fábio Coentrão apontado ao FC Porto

O lateral esquerdo, que se encontra neste momento sem clube, terá sido alvo de sondagem por parte do FC Porto para reforçar a equipa de Sérgio Conceição. Segundo o jornal A Bola, Fábio Coentrão já foi …

EUA. Explosão em refinaria levanta questões sobre utilização de produtos químicos letais

Na madrugada de 21 de junho, explosões na refinaria Philadelphia Energy Solutions, no sul da Filadélfia, Estados Unidos (EUA), sacudiram as casas, enviaram bolas de fogo para o ar e acordaram os moradores próximos. Este …

Irão anuncia reunião extraordinária para salvar acordo de Viena

Uma nova reunião extraordinária para tentar salvar o acordo sobre o programa nuclear iraniano vai realizar-se em Viena no domingo, anunciou esta terça-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão. De acordo com o comunicado do …

PS aprova listas de candidatos a deputados. Braga ainda em aberto

A Comissão Política Nacional do PS aprova nesta terça-feira as listas de candidatos a deputados às próximas eleições legislativas, num processo em termos globais pacífico internamente. Em Braga, há nomes em aberto. O processo para a …

Morreu Li Peng, o antigo primeiro-ministro chinês que pôs fim aos protestos de Tiananmen

O antigo primeiro-ministro chinês, Li Peng, morreu esta segunda-feira, avançou a agência estatal Xinhua. Aos 91 anos, o político que liderou a "ala dura" do Governo durante os protestos de Tiananmen, em 1989, faleceu de …

Kim Jong-un inspeciona novo submarino em contexto de impasse com EUA

O submarino vai ser lançado no mar do Leste, confirmou a agência de notícias norte-coreana. Não há informações sobre o sistema de armas que o submarino continha ou onde e quando a inspeção ocorreu. O líder …