A “Arca Perdida” com os Dez Mandamentos pode estar escondida na Etiópia

Art Gallery of New South Wales / Wikimedia

Josué atravessa o Rio Jordão com a Arca da Aliança, óleo de Benjamin West (1800)

Novas evidências apontam que a Arca da Aliança, o cofre coberto de ouro que se acredita que preserva Os Dez Mandamentos da Lei de Deus, estará escondida na Etiópia, “vigiada em permanência por um guardião”.

As novas provas foram anunciadas pelo BASE, Instituto de Pesquisa e Exploração em Arqueologia Bíblica , uma entidade privada fundada por um antigo polícia de investigação norte-americano, que se dedica à procura de vestígios arqueológicos que sustentem os relatos bíblicos.

A Bíblia refere que a Arca da Aliança, um cofre de madeira coberto de ouro, contém duas tábuas de pedra com os Dez Mandamentos que Deus entregou a Moisés no Monte Sinai, em Israel. E há muito que se especula onde é que estarão os vestígios deste objecto sagrado.

A Etiópia é um dos possíveis destinos apontados, tal como o Monte Nebo em Israel, o Egipto ou diferentes locais na Europa.

Mas agora “a equipa do BASE descobriu evidências convincentes de que a Arca pode muito bem ter sido levada até ao rio Nilo para um eventual local de descanso nas terras altas remotas da antiga Kush – a Etiópia dos dias modernos”, aponta a entidade numa nota no seu site.

Esta teoria aponta que a Arca terá sido levada do Templo do Monte em Jerusalém, durante o reinado de Manassés I, para uma colónia judaica na Ilha Elefantina no Egipto. Daí terá sido levada para o Lago Tana na Etiópia, na ilha de Tana Kirkos que é considerada sagrada e que só é habitada por monges cristãos.

A Arca terá depois sido transferida da ilha para Aksum, cidade no norte da Etiópia que é considerada Património Mundial pela UNESCO desde 1980, onde se encontrará guardada na Igreja de Nossa Senhora de Sião.

O BASE assegura que falou com “o Guardião da Arca” na Igreja de Aksum, salientando que este homem vive numa zona cercada, protegendo-a em permanência. Será o único que pode olhar para a Arca por se tratar de um objecto sagrado, e só abandonará o local quando morrer e for substituído por um novo guardião.

Apesar das alegações dos especialistas do BASE, não há imagens que o comprovem, nem sequer do “guardião da Arca”.

Mas o Instituto assegura que elementos da sua equipa falaram com “um padre de 105 anos” que esteve colocado na Igreja de Nossa Senhora de Sião e que afirma ter visto a Arca durante um período de transição, depois da morte do anterior “guardião”, descrevendo-a como “uma caixa dourada com dois anjos alados no topo”.

Apesar de destacar estas evidências, o BASE trata de notar que “não alega que encontrou a Arca da Aliança”, mas uma possível “candidata”.

“Concluímos que a Igreja de Nossa Senhora de Sião em Aksum, é o local de descanso de uma incrível réplica da Arca da Aliança bíblica, ou da verdadeira Arca da Aliança“, aponta o instituto.

SV, ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Incrível, um tão ilustre investigador é um Zero em geografia e não sabe que o Sinai não é em Israel (apesar de ter sido durante uma temporada), mas sim no Egipto. Não é correcto dizer que Arca da Aliança tem as duas Tábuas de Moisés com o Dez Mandamentos, mas sim os cacos das Tábuas, pois Moisés partiu as ditas mal-disposto quando viu o forrobodó dos hebreus que perderam a paciência enquanto o Profeta esperavam da sua escalada ao Sinai, além disso tem também outras relíquias religiosas da época. A lenda que a Arca está na Etiópia é coisa antiga, criada pelos judeus etíopes, os Falashas, para manterem a sobrevivência da comunidade. Por fim toda a gente sabe que a Arca já foi encontrada. Indiana Jones encontrou a Arca, ou ninguém viu o filme 🙂

  2. Bom dia !!
    Eu acredito que absolutamente ninguem tem posse da arca da aliança juntamente com as tabuas das leis..
    Mas que esta guardada sobre os cuidados do proprio Deus..

RESPONDER

Itália volta a disputar a fronteira do Monte Branco com França

Depois das autoridades francesas imporem medidas restritivas que afetaram o território italiano, o país reacendeu uma disputa antiga com França. Em causa estão os direitos de fronteira do Monte Branco. Luigi Di Maio, ministro das Relações …

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …

Portugal regista mais 2.447 casos e 27 mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 2.447 casos positivos e 27 mortes por covid-19. A informação foi divulgada, esta segunda-feira, no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico divulgado hoje revela que …