Apple pede desculpa por tornar os iPhones mais lentos

Depois de confirmar que reduz o desempenho dos iPhones mais lentos, a Apple emitiu um comunicado a pedir desculpa aos utilizadores por não os ter informado.

Esta quinta-feira, a Apple pediu desculpa por ter diminuído a velocidade dos iPhones mais antigos. A empresa garante, num comunicado publicado no seu site, que vai proceder a uma série de mudanças e “reconhecer a lealdade dos clientes e para reconquistar a confiança de todos aqueles que possam ter duvidado das suas intenções”.

Na semana passada, a empresa reconheceu que reduz o desempenho dos telemóveis mais antigos quando se atualiza o software, para prolongar a bateria e evitar o colapso.

O comunicado da empresa é dividido em quatro pontos: um quanto à explicação sobre como as baterias envelhecem, uma explicação sobre o porquê de inserirem a funcionalidade para prevenir que o iPhone se desligue inesperadamente, o conhecimento de críticas dos consumidores e o último dedicado à “reação às preocupações dos clientes”.

Neste último ponto, a Apple afirma que irá reduzir em 50 dólares (42 euros) o preço de substituição das baterias dos smartphones fora da garantia. No final de janeiro, o preço passará de 79 dólares, (cerca de 66 euros), para 29 dólares ( aproximadamente 25 euros) – para os modelos iPhone 6 e seguinte.

O Observador contactou a empresa sobre se os utilizadores de iPhones comprados em Portugal poderão usufruir do mesmo desconto mas, até ao momento, não foi obtida resposta.

É, também, prometida uma alteração no software, que será lançada no início do próximo ano. O objetivo é permitir que o sistema informe quando a bateria já não tem capacidade para fazer com que os telemóveis funcionem a 100%.

A empresa foi alvo de pelos menos oito processos judiciais nos Estados Unidos, baseados na ideia de que a empresa defraudou os clientes ao reduzir a velocidade dos aparelhos sem aviso prévio. Em França, a obsolescência programada é ilegal, pelo que também enfrenta queixas no país europeu.

No comunicado, a Apple diz nunca ter feito nada intencionalmente para reduzir o tempo de vida dos iPhones. “Sabemos que alguns de vós sentem-se desiludidos. Pedimos desculpa”, lê-se na nota.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Tatuagens racistas, saias curtas, cabelos e bigodes estranhos proibidos na PSP

Os polícias que tenham tatuagens com símbolos, palavras ou desenhos de natureza partidária, extremista, racista ou que incentivem à violência têm seis meses para as remover, de acordo com novas normas da PSP que também …

Republicação das caricaturas de Maomé foi o motivo do ataque junto ao Charlie Hebdo

A republicação das caricaturas de Maomé terá estado na origem do ataque junto ao edifício da antiga redação do jornal satírico Charlie Hebdo, confessou o principal suspeito. Quatro pessoas foram esta sexta-feira feridas, duas das quais …

Segunda vaga pode matar menos (mesmo com novos casos a disparar)

Os especialistas acreditam que a segunda vaga de covid-19 em Portugal vai ser menos letal, embora o número de novos casos diários possa vir a ser "muito elevado". Isto porque temos a lição mais bem …

BCP disponível para fusão com o Montepio

Na eventualidade de ser necessária uma intervenção, o Millennium BCP mostrou-se disponível para uma fusão com o Banco Montepio. Esta hipótese foi apresentada pela instituição bancária numa reunião com o ministro das Finanças, João Leão. O …

Otamendi mais 55 milhões. O negócio que pode levar Rúben Dias para o City

Rúben Dias está muito próximo de reforçar o Manchester City. O clube inglês oferece 55 milhões de euros mais Nicolás Otamendi em troca. A oficialização do acordo deve estar para breve. O Manchester City está muito …

Líbano: Após um mês no cargo, primeiro-ministro demite-se perante impasse político

O primeiro-ministro designado do Líbano, Mustapha Adib, demitiu-se este sábado do cargo numa altura de impasse político sobre a formação de Governo, um mês depois de ter sido nomeado e da violenta explosão no porto …

Governo joga últimos trunfos à esquerda (mas "na 25.ª hora pode ser PSD a salvá-lo" e esse é outro problema)

A duas semanas do fim do prazo para entregar o Orçamento de Estado para 2021 (OE2021), o Governo ainda não tem garantias de aprovação do documento. E enquanto Marcelo pressiona o PSD para "salvar" o …

-

Governo aponta para regresso progressivo de público aos estádios

O regresso de público aos estádios de futebol continua proibido, devido à pandemia de Covid-19, com o secretário de Estado da Juventude e Desporto a admitir esta sexta-feira a possibilidade de um retorno faseado quando …

Há escolas sem intervalos ao ar livre devido à covid-19

Há escolas que estão a proibir os alunos de passarem os intervalos ao ar livre por receio de contágio do novo coronavírus. O pediatra Hugo Rodrigues considera que "é um perfeito disparate". Como tal, os estudantes …

"Aumentar o salário mínimo é criminoso", diz presidente do Fórum para a Competitividade

Pedro Ferraz da Costa, presidente do Fórum para a Competitividade, antecipa uma onda de desemprego até ao final do ano, que muitas empresas não conseguirão manter a atividade e que aumentar o salário mínimo "é …