Apoio à pena de morte é maior entre os norte-americanos brancos

Nos Estados Unidos (EUA) a pena de morte é autorizada em 29 Estados. Apesar de o apoio a esta lei ter vindo a diminuir nos últimos 25 anos, cerca de 60% dos indivíduos brancos apoiam a medida, em comparação com 47% da população latina e 36% da população negra.

Segundo um artigo do professor de Psicologia Educacional e Estudos da Diáspora Africana Kevin O’Neal Cokley, publicado no Conversation, os críticos desta medida apontam para fatores associados aos procedimentos desumanos, à queda nas taxas de criminalidade e ao alto custo relacionado com a pena de morte.

Mas, para o académico – que leciona na Universidade do Texas, em Austin (EUA) -, existe uma “disparidade racial significativa” na opinião pública sobre a pena de morte.

Segundo o próprio, a aplicação racialmente desigual da pena de morte foi destacada a 15 de novembro de 2019, quando, numa reviravolta inesperada, o Tribunal de Apelações Criminais do Texas cancelou a execução de Rodney Reed uma semana antes da data prevista para acontecer.

Rodney Reed, um homem negro, foi acusado de matar Stacey Stites, uma mulher branca, em 1996, e considerado culpado por um júri constituído por indivíduos brancos.

Este é um dos muitos casos onde a aplicação da pena de morte pode ser examinada, disse o professor, que é também diretor do Instituto de Pesquisa e Análise de Políticas Urbanas da Universidade do Texas, onde lidera uma organização que busca eliminar os preconceitos e as disparidades raciais, através da promoção de políticas públicas equitativas.

Desde 1976, 43% das execuções disseram respeito a indivíduos negros, que compõem mais da metade dos presos no corredor da morte. No Texas, os afro-americanos representam menos de 13% da população, mas retratam 44,2% dos reclusos nesta condição. A nível nacional, essa percentagem está nos 42%.

Na opinião do especialista, quando se consideram a raça e o género, as disparidades nas sentenças tornam-se ainda mais acentuadas. Homicídios que envolvam mulheres brancas são significativamente mais propensos a resultar em sentença de morte do que homicídios associados a outras características da vítima.

Disparidade nas crenças

Além dos exemplos de viés racial no sistema judicial, existe outra questão mais subtil. As pessoas que se opõem à pena de morte não podem compor um júri no caso de assassinato, onde esta medida é uma possibilidade. Somente pessoas que consideram a pena de morte podem fazer parte do mesmo, indicou o professor.

Quando se examinam os números por trás do apoio à pena de morte, os indivíduos brancos constituem o núcleo duro de apoio à medida nos EUA, havendo estudos que sustentam a teoria exposta pelo académico.

Essa teoria é também consistente com uma pesquisa de 2018, realizada pelo Pew Research Center, na qual se constatou que 59% da população branca é a favor da pena de morte, em comparação com 47% da população latina e 36% da população negra. Entre os brancos, os protestantes evangélicos mostram o maior apoio à pena de morte (73%).

De acordo com Kevin O’Neal Cokley, os norte-americanos brancos tendem a associar a criminalidade a minorias raciais. Noutro estudo destacado pelo professor, os investigadores descobriram que os indivíduos brancos com atitudes racistas têm uma maior probabilidade de apoiar a pena de morte.

Para o especialista, não são surpreendentes as opiniões divergentes sobre o sistema judicial entre os norte-americanos negros e brancos, sendo muito mais provável que os segundos o considerem preconceituoso.

Quando os júris são mais diversificados, indicou ainda o professor, a probabilidade de racismo ser discutido é maior. Além disso, outra pesquisa mostra que os júris compostos por indivíduos brancos condenam mais frequentemente réus negros do que brancos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Há alguns factos que ainda fazem com que tenha orgulho de ser português e um deles é precisamente por Portugal ter sido pioneiro na abolição da pena de morte para crimes civis e isso ocorreu com o decreto aprovado a 1 de Julho de 1867, durante o reinado de D. Luís.
    Pena é que só em 1976 é que o Código de Justiça militar em Portugal a aboliu completamente em 1976.
    Aqui sim, há que referir: “Heróis do mar; Nobre povo e imortal….”

RESPONDER

Livre não aplica sanção a Joacine, mas condena declarações da deputada

O Livre decidiu não aplicar qualquer sanção disciplinar a Joacine Katar Moreira no seguimento do conflito entre Direção e deputada que surgiu após a polémica abstenção num voto no parlamento sobre uma investida israelita na …

Rio alerta para "claro divórcio entre a sociedade portuguesa e os partidos políticos"

O presidente do PSD, Rui Rio, disse ontem, em Paredes, no distrito do Porto, haver "um divórcio entre a sociedade e os partidos", defendendo que só uma maior "abertura" das estruturas às "pessoas" pode inverter …

Megaoperação de combate à pedofilia detém mais de 30 pessoas

Mais de 30 pessoas foram detidas em onze países no âmbito de uma megaoperação de combate à pornografia infantil realizada pela Europol e pela polícia nacional de Espanha, país onde foram presos mais de metade …

Grandes hotéis acusados de ignorar tráfico sexual. Queixa em grupo relata casos de 13 mulheres

Uma ação judicial deu entrada segunda-feira em Columbus, Ohio, nos Estados Unidos (EUA), com vários grandes grupos hoteleiros a serem acusados de lucrar com o tráfico sexual, ignorando os crimes e os danos nas vítimas. Segundo …

Líder da Birmânia, Suu Kyi, vai a Haia defender o país de acusação de genocídio

A líder birmanesa Aung San Suu Kyi decidiu comparecer perante o Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) para defender o seu país da acusação de genocídio contra a minoria muçulmana rohingya, durante uma audiência de três …

Impeachment. Democratas preparam-se para avançar com duas acusações formais contra Trump

Os democratas estarão a planear apresentar esta terça-feira dois artigos de impeachment que acusam Donald Trump de abuso de poder e obstrução do Congresso. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, o Comité …

Esquema de venda de droga na darkweb. Fortuna em bitcoins fica nas mãos do Estado

Pedro e Rita vendiam droga para todo o mundo na darkweb. Agora, a fortuna em bitcoins acabou por ficar nas mãos do Estado. Pedro, um engenheiro informático, e Rita, uma web designer, montaram um esquema para …

CDS e PAN querem regime protetor do denunciante no combate à corrupção

CDS e PAN vão apresentar propostas no combate à corrupção que tem sido discutido desde segunda-feira. Os partidos querem um regime protetor do denunciante. Numa iniciativa de combate à corrupção, o CDS e o PAN vão …

Morreu Marie Fredriksson, vocalista dos Roxette

A cantora sueca Marie Fredriksson, dos Roxette, morreu segunda-feira aos 61 anos, anunciou esta terça-feira a sua manager em comunicado. Marie Fredriksson, vocalista e co-fundadora da banda Roxette, faleceu esta segunda-feira, aos 61 anos. A morte …

Taxa de sucesso no ensino profissional atinge os 63%. É o valor mais alto de sempre

No ano letivo de 2017/2018, 63% dos alunos inscritos no ensino profissional concluíram os seus cursos no tempo previsto, mais dez pontos percentuais do que quatro anos antes, avança o jornal Público. De acordo com um …