Apenas 18% dos medicamentos fora de prazo são recolhidos pelo sistema que os trata

Apenas cerca de 18% das embalagens ou dos medicamentos fora de prazo são recolhidos pelo sistema que os trata, denunciou a associação Zero, alertando que “são urgentes medidas que melhorem a recolha e previnam a poluição”.

De acordo com a associação, citada pelo Expresso no domingo, existe uma “muito baixa” taxa de recolha de resíduos de embalagens e de medicamentos. Em comunicado, chamou a atenção para a necessidade de se sensibilizar os consumidores, os produtores de medicamentos e os decisores políticos para o problema.

Com base na análise do relatório de atividades da entidade responsável pela gestão dos resíduos de embalagens vazias e medicamentos fora de uso – a VALORMED, que gere o Sistema Integrado de Resíduos de Embalagens e Medicamentos (SIGREM) – os ambientalistas constataram que “apenas cerca de 18% destes resíduos” estão a ser entregues nas farmácias para reciclagem.

Não se sabe o que acontece aos restantes 82%, se ficam nas gavetas, se vão parar ao lixo comum, se vão pela sanita abaixo ou que outro destino terão, sublinhou o Expresso.

Em 2018, o número de embalagens colocadas no mercado e declaradas pela indústria farmacêutica terá gerado, segundo a Zero, “um potencial de 5.954 toneladas de resíduos”. Contudo, apenas foram entregues nas farmácias 1.051 toneladas de restos de embalagens de medicamentos e outros resíduos que não são tratados por este sistema.

Em 2020, a meta é recolher 20% das embalagens de medicamentos, e a taxa nacional está aquém disso. Os números apresentados pela VALORMED demonstram “uma quase estagnação dos indicadores de desempenho do sistema”, disse a Zero.

Para inverter esta tendência, os ambientalistas alertaram para “a necessidade urgente de se repensar o modelo de funcionamento do sistema” e propõem “o alargamento dos pontos de recolha” à rede de parafarmácias bem como a “aplicação de incentivos” para intensificar a colaboração dos consumidores no encaminhamento dos resíduos.

Apontam ainda numa aposta em estratégias de comunicação e de informação mais eficazes junto de consumidores e profissionais de saúde e a redução das embalagens de modo a serem mais ajustadas à necessidade terapêutica e gerarem menos desperdício.

O alargamento dos pontos de recolha à rede de parafarmácias “já se encontra aprovado pela Agência Portuguesa do Ambiente desde março deste ano”, indicou a Zero. Contudo, o despacho que determina essa aprovação continua por aprovar, lembrou.

Os ambientalistas frisaram também que, apesar das melhorias no tratamento de água para consumo e das águas residuais, tem sido cada vez mais detetada “a presença de compostos farmacêuticos nas massas de água”, devido, em parte, “à incorreta deposição de restos de medicamentos no sistema de saneamento”. Ao irem para a rios ou ao mar, “aumenta o risco de entrada na cadeia alimentar de substâncias cuja toxicidade é suscetível de alterar significativamente o metabolismo dos seres vivos”.

ZAP // //

PARTILHAR

RESPONDER

Rui Rio considera que “silenciar” deputados únicos contraria valores da democracia

Recorrendo ao Twitter, o presidente do PSD, Rui Rio, defendeu esta terça-feira um “estatuto diferente” para os deputados únicos em relação aos grupos parlamentares, mas manifestou-se contra “silenciar completamente a sua voz”. No dia em que …

Ataque com químico corrosivo em infantário chinês deixa 54 feridos

Um total de 51 crianças e três educadores ficaram feridos, entre os quais dois em estado grave, após um ataque com soda cáustica num infantário em Kaiyuan, no sul da China, informaram hoje as autoridades. Um …

PSP alerta para o aumento do número de burlas com o MB WAY

A PSP alertou, esta segunda-feira, para o facto de as burlas relacionadas com a aplicação de pagamentos MB WAY estarem a aumentar. De acordo com a publicação feita na sua página oficial do Facebook, a Polícia …

Rui Moreira admite fazer projetos "de renda acessível" no Porto. Mas Estado tem que financiar 50%

O presidente da Câmara do Porto admitiu na segunda-feira que se o Estado comparticipar com 50% o fundo de investimento para habitação social e renda acessível, a autarquia fará "todos os projetos públicos de renda …

Lalanda e Castro terá "lavado" 70 milhões de euros em sete anos

Paulo Lalanda e Castro, o principal arguido do caso Máfia do Sangue e ex-administrador em Portugal da farmacêutica Octapharma, continua a ser investigado pelas autoridades por suspeitas de fraude fiscal. Segundo avançou o Correio da Manhã, …

Embrulhos com cocaína dão à costa desde outubro no sudoeste de França

Desde outubro, dezenas de embrulhos com cocaína têm dado à costa nas praias do oeste de França, tendo já sido recuperados pelo menos 760 quilogramas desde a região de Saint-Nazaire ao País Basco. Apesar das fortes …

Há uma nova doença a atacar os castanheiros em Portugal

Um investigador da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) alertou esta terça-feira para a podridão da castanha, uma “nova doença” que está a atacar os castanheiros e que atingiu “especial evidência” este ano em …

Descoberta a causa das 39 mortes após uso de cigarros eletrónicos nos EUA

O acetato de vitamina E foi identificado como a causa provável das 39 mortes devido à utilização de cigarros eletrónicos nos EUA, na passada sexta-feira. O uso deste substituto do tabaco também já fez mais de …

Polícia francesa retira manifestantes catalães da autoestrada na fronteira

Manifestantes catalães bloquearam a AP-7, autoestrada que liga Espanha e França, esta segunda-feira, em protesto contra a condenação judicial de vários independentistas.  Segundo o Observador, que cita o jornal espanhol El País, a polícia francesa já …

Ex-Presidente dos EUA Jimmy Carter internado para intervenção cirúrgica

O antigo Presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter foi hospitalizado na segunda-feira e será esta terça-feira submetido a uma cirurgia para aliviar a pressão craniana causada por hemorragias após recentes quedas, anunciou a porta-voz. O procedimento …