Anúncios de TV promovem mais os brindes do que o próprio fast food (e violam diretrizes do setor)

Para uma criança, a melhor parte de uma refeição de fast food não é a comida, mas o brinde que vem juntamente com a refeição.

Os anúncios televisivos de fast food são regidos por diretrizes que determinam que a publicidade deve concentrar-se na refeição e que o brinde deve ser secundário. Jennifer Emond e a sua equipa investigaram se os anúncios televisivos de fast food nos Estados Unidos respeitavam essas diretrizes e o relatório foi recentemente publicado na Pediatrics.

De acordo com o EurekAlert, os investigadores descobriram que o uso desproporcional de brindes em anúncios televisivos de fast-food direcionados a crianças é enganoso.

A investigação concluiu que os anúncios enfatizam os brindes em demasia em relação ao produto principal que está a ser vendido, o próprio fast food.

Esta prática de marketing viola as próprias diretrizes do setor – estabelecidas para garantir que o uso de brindes em anúncios não seja enganoso ou injusto – uma vez que as crianças não têm a capacidade cognitiva de entender a publicidade.

Da mesma forma, a prática atua contra os esforços de prevenção da obesidade infantil. Apesar dos números altos de crianças norte-americanas acima do peso recomendado, o fast food é fortemente promovido e consumido regularmente.

Neste estudo, os investigadores analisaram o conteúdo dos anúncios televisivos de fast food da Disney XD, Nickelodeon, Nicktoons e Cartoon Network, transmitidos de 1 de fevereiro de 2019 a 31 de janeiro de 2020.

A equipa quantificou a percentagem da transcrição de áudio (contagem de palavras) e tempo de antena visual (segundos) que incluíam brindes ou comida, assim como o tamanho dos brinquedos. Durante o período do estudo, que incluiu 142 horas de tempo total, mais de 20 mil anúncios dirigidos a crianças de 11 restaurantes fast food foram veiculados nas quatro redes de TV.

Dos 28 anúncios exclusivos dirigidos a crianças durante o ano de estudo, 27 eram do McDonald’s, e equivaliam a 99,8% do tempo total de antena.

Em média, os brindes representaram 53% das palavras na transcrição de áudio e 59,2% do tempo de transmissão visual.

As empresas “não cumprem as suas próprias diretrizes”, reagiu Jennifer Emond. “É preciso responsabilizá-las – através de uma supervisão mais forte do marketing direcionado a crianças nos Estados Unidos, de um órgão de revisão independente ou de uma agência reguladora”, rematou.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida. O teste do íman resulta …

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …

Paquistão. Quem não se vacinar pode ficar sem acesso ao telemóvel

O governo regional de Punjab, no Paquistão, decidiu que os cidadãos que não se vacinarem contra a covid-19 "ao fim de um certo tempo" podem ver o cartão SIM do seu telemóvel bloqueado. "Estamos a fazer …

Seleção Nacional testa negativo na véspera da estreia no Europeu

Depois do susto de João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, a seleção nacional respira de alívio na véspera da estreia no Europeu, depois de ter testado negativo à covid-19. Esta segunda-feira de manhã, a …

Associação quer que os testes em eventos culturais sejam gratuitos

A Associação Espetáculo - Agentes e Produtores Portugueses defendeu que os testes de diagnóstico à covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais. A Associação Espetáculo – Agentes e Produtores Portugueses defendeu, este domingo, que os testes …

Advogados repudiam declarações de Cabrita sobre agendamentos do SEF

Um grupo de advogados repudiou as declarações do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que atribuem a um escritório de advogados a responsabilidade pelo mau funcionamento do sistema de agendamentos para atribuição de vistos de …

Fundo Azul só aplicou um quarto do orçamento desde 2016

O Fundo Azul tem tido um orçamento anual de 13 milhões de euros nos últimos cinco anos, mas não tem gasto três quartos desde 2016. Em cinco anos, o Fundo Azul entregou apenas 17 milhões de …

Polónia 1-2 Eslováquia | Paulo Sousa surpreendido no arranque

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, entrou hoje da pior forma no Euro2020, ao perder por 2-1 com a Eslováquia, em encontro do Grupo E, disputado em São Petersburgo, na Rússia. O guarda-redes Wojciech …

Agostinho Branquinho nega tráfico de influências na construção de hospital em Valongo

O antigo deputado Agostinho Branquinho negou esta segunda-feira qualquer envolvimento ou tráfico de influências junto da Câmara de Valongo, no processo de licenciamento e construção do Hospital de São Martinho, naquele concelho do distrito do …

Estádio Sp. Braga

17 anos depois, Câmaras ainda devem 55 milhões dos estádios do Euro 2004 (só 2 já pagaram tudo)

Apenas duas Câmaras municipais já não têm dívidas no âmbito da construção de estádios para o Euro 2004. Ao cabo de 17 anos, as autarquias ainda têm cerca de 55 milhões de euros para pagar …