Antropólogos descobrem o que unia os humanos antes das religiões

(dr) Johannes Krause / Museum of the Krapina Neanderthals

Recriação de uma cena da vida de um grupo de Neandertais

Um novo estudo de investigadores do London’s College sugere que a troca de contos tradicionais de povos antigos servia como instrumento universal para o estabelecimento de relações entre tribos.

As histórias e mitos dos povos antigos serviam como meio para unir a população, conclui um estudo de uma equipa de antropólogos da London’s College, publicado esta semana na revista Nature Communications.

Muitos antropólogos aceitam a teoria de que as religiões apareceram com o objetivo de manter a ordem social e o fortalecimento dos vínculos entre membros. No entanto, segundo avança este estudo, os povos antigos tinham outras formas de desenvolver relações, posto que as primeiras religiões apareceram há uns 13 a 15 mil anos.

Um dos autores do trabalho da universidade britânica, Andrea Migliano, estudou com a sua a equipa a vida de uma tribo indígena das Filipinas, os agta, caçadores coletores e que viviam alheios às “tecnologias” da altura.

Os especialistas lembraram que os também conhecidos como aeta concediam um respeito especial aos membros da comunidade que contavam as melhores histórias.

Os investigadores universitários pediram aos agta que lhes contassem histórias e fábulas tradicionais da sua tribo e perceberam que a maior parte dos contos falava no valor da cooperação, a importância das normas sociais, a igualdade de género e a proibição do uso da violência como instrumento para a solução de conflitos.

Além disso, os melhores narradores, homens e mulheres, tinham vantagens dentro da tribo. Eram especialmente respeitados pelos outros membros e tinham em média mais 0,5 filhos do que os demais.

Assim, segundo concluíram os cientistas britânicos, a tradição de contar histórias serviu de protótipo para as religiões que viriam a aparecer mais tarde, ao longo da história da Humanidade.

ZAP // RT

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

      • Com essa inteligência toda já deve ter uns quantos prémios Nobel aí na estante! As religiões são uma forma, que os povos ao longo da história, tiveram para tentar explicar o que não entendiam. Pode aprender-se muito estudando as religiões. Na sua quase totalidade foram ultrapassadas pelo conhecimento adquirido, mas contribuiram imenso para para o panorama cultural dos povos.
        A excepção são o Judaísmo e o Cristianismo que são pilares basilares da civilização ocidental. Quanto mais se tenta irradicar a sua influência e o seu papel na nossa sociedade mais ela se afunda.
        Sem o Cristianismo e a Igreja Católica, a europa seria como os países do Médio Oriente de forte influência islâmica… alias lá chegaremos dentro de pouco tempo. Teremos então oportunidade de avaliar qual das duas culturas nos trouxe mais benefícios.

RESPONDER

Vibrações provocadas por "estrelamotos" permitem precisar a idade da Via Láctea

Os tremores estelares registados pelo telescópio espacial Kepler, da NASA, ajudaram a responder a um antigo enigma sobre a idade do "disco espesso" da Via Láctea. Uma equipa de cientistas, liderada por investigadores do Centro de …

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …