Antigo sócio diz que Fundação Berardo era uma “fachada” para privilégios fiscais

Manuel de Almeida / Lusa

O antigo sócio de Berardo respondeu aos deputados da comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos e diz que desconfiou que Berardo fizesse algo na Associação para evitar que bancos chegassem às obras de arte.

Francisco Capelo trabalhou de perto com Joe Berardo no início da constituição da coleção das obras de arte, mas agora disponibilizou-se para trabalhar de perto com os bancos que exigem as obras como penhora pelos empréstimos que o empresário não paga.

Numa resposta a perguntas escritas feitas pela deputada do CDS Cecília Meireles, Francisco Capelo começou por contar que a Fundação José Berardo foi criada para que o empresário pudesse ter benefícios fiscais.

“A atividade social desta instituição era entendida como uma fachada para permitir a existência de uma entidade essencialmente criada para beneficiar dos privilégios fiscais, sobretudo da isenção do pagamento de mais-valias nos investimentos financeiros”, escreve o homem que reuniu a coleção de Berardo, em respostas aos deputados da comissão de inquérito, reveladas pelo Observador.

Este benefício fiscal correspondia a uma poupança de cerca de 40%. “Este privilégio era fundamental para alguém com o perfil de José Berardo”, acrescenta.

Nas respostas, de acordo com o Público, o antigo fundador da Fundação José Berardo diz que esta era gerida com grande obscurantismo e que eram Berardo e o advogado, André Luiz Gomes, que tudo geriam “num quadro de grande desconhecimento e sempre com informação controlada” por eles.

Para Francisco Capelo, que se afastou de Berardo em 1999, o empresário teve sempre intenção de vender as obra de arte. “Desde junho de 1999 que o objetivo de José Berardo foi e é o de vender a coleção de arte”, escreve.

Para o antigo sócio, o Protocolo de Comodato que Berardo assinou com o Estado já tem no seu conteúdo essa intenção de venda. “O interesse de José Berardo e do seu advogado André Luiz Gomes na redação e assinatura em 2006 do Protocolo de Comodato foi essencialmente afastarem a possível classificação ou nacionalização e ainda o problema financeiro do IVA. Com a assinatura do Protocolo essas preocupações foram resolvidas”, garante.

Fundação admite processar ex-sócio

Numa resposta enviada ao Observador, a Fundação Berardo disse “repudiar com veemência as aleivosias” lançadas pelo ex-sócio do empresário madeirense nas respostas enviadas à comissão parlamentar de inquérito à CGD.

Segundo o mesmo jornal, fonte oficial da Fundação admite mesmo processar Francisco Capelo, mas remete uma decisão para depois da leitura das respostas feitas por escrito e de conferir se foram reproduzidas fielmente pela comunicação social. Só então vai avaliar se “vale a pena processar esse Cidadão ou antes ignorar os dislates do mesmo, como tem sido norma de alguns visados pelo seu fel”.

A Fundação Berardo considera ainda que as declarações do antigo parceiro de negócios do empresário madeirense não surpreendem, porque são semelhantes a outras que já lançou sobre outras entidades de utilidade pública e seus responsáveis, sem os identificar.

A Caixa Geral de Depósitos, o Novo Banco e o BCP têm uma ação conjunta contra Berardo para tentarem reaver parte do dinheiro que perderem com os empréstimos que lhe concederam, tentando chegar às obras de arte.

Na audição na comissão parlamentar de inquérito à CGD, Joe Berardo fez várias declarações polémicas. O empresário também disse então que a garantia que foi dada à CGD foram os títulos da associação e não as obras de arte propriamente ditas.

Questionado sobre se os bancos ficariam com o controlo da associação caso tentassem executar os títulos, Berardo riu-se. Os títulos foram, entretanto, penhorados.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Pois, neste país alguém que assuma que quer ganhar dinheiro com o suor do trabalho, que queira criar uma empresa, é apelidado de malandro.
    O que é bom é ter uma fundação, uma associação, uma IPSS ou algo do género, preferencialmente que não pague impostos e até permita obter apoios. Depois é o que se sabe… exemplos não faltam, uns mais “raríssimas” que os outros…

  2. Que novidade, a novidade é mesmo alguém ter vindo dizer isso a publico!
    Esse ladrão corrupto não tem nada mas já tem para processar seja quem fôr!
    Que mais é preciso para acabar com este pulha?
    É preciso juízes que também não sejam corruptos!

  3. Mas isto é notícia???? Haverá alguém (excepto talvez as “Comissões de Inquérito” do Parlamento!) que não soubesse já isso?
    O homem pode ser um “básico”, mas teve dinheiro suficiente para pagar a quem o aconselhasse, e neste momento deverá ser praticamente intocável!!! Fez alguma ilegalidade? Provavelmente até nem fez nenhuma… ou dito mais claramente… nenhuma que alguém possa provar que fez!!!!
    Coitado… só tem uma garagem!! E até tem de ser a Fundação a sustentá-lo!!!

  4. Eheh! Pois, tem toda a razão. Até parece que o Zé “fuck him” é o único caso. Escolheram agora marrar com este por alguma razão que me ultrapassa. Mas como este há muitos…

  5. O pior é que não é só este. Se um sócio deu com a boca no trobone, era caso para averiguar. Mas não era só esta fundação. Sao quase todas. Os desgovernos dos últimos anos, praticamente desde 1974, só têm servido para isto. Inventar tudo e mais alguma coisa para gamar, roubar e esmifrar o zé contribuinte. Existem tantas fundações para quê? Estou convencido que a maioria é como a do Berardo. Só para obter privilégios fiscais. Mas alguém mexe nisso? Claro que não. Aquilo é tudo de amigos e afilhados e de gente da maçonaria.

RESPONDER

Cientistas conseguiram manter tecido cerebral de cobaias vivo durante semanas

Cientistas japoneses conseguiram manter partes de tecido cerebral de cobaias vivas e viáveis durante 25 dias, isoladas numa cultura, graças a um novo método. De acordo com o Science Alert, a chave para o sucesso foi …

Arqueólogos descobrem 25 sítios que comprovam presença militar romana no Norte e na Galiza

Investigadores portugueses e galegos descobriram 25 novos sítios no Norte de Portugal e na Galiza que “comprovam arqueologicamente” a presença militar romana nos dois territórios, correspondendo a maioria dos locais a “acampamentos militares”, revelou hoje …

EUA poderão manter alguns efetivos na Síria para proteger poços de petróleo

Os EUA planeiam deixar alguns efetivos no nordeste da Síria para proteger instalações petrolíferas e garantir o combate contra um possível ressurgimento do grupo extremista Estado Islâmico (EI), disse hoje o secretário de Defesa dos …

Polícias realizam manifestação conjunta em Lisboa a 21 de novembro

Elementos da PSP e da GNR realizam a 21 de novembro, em Lisboa, uma manifestação conjunta para exigirem ao novo Governo "a resolução rápida" dos problemas que ficaram por resolver na anterior legislatura. Com o lema …

Sérvia punida por racismo no jogo com Portugal

A UEFA condenou nesta segunda-feira a Sérvia a disputar o próximo jogo da fase de qualificação para o Euro 2020 à porta fechada, por manifestações racistas na partida com Portugal, disputada em Belgrado, que terminou …

Juve Leo lança críticas à direção: Um clube sem rumo e que precisa de bodes expiatórios

Depois de o Sporting rescindir os protocolos com a Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI devido à "escalada de violência" recente, a Juve Leo reagiu em comunicado com duras críticas à direção de …

Um terço dos fogos deste ano tiveram como causa queima e queimadas

Um terço dos incêndios florestais registados este ano e investigados tiveram como causa queimadas e queimas, revela o último relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). O relatório provisório de incêndios rurais, …

De Nova Iorque a Sydney em 19 horas. Avião da Qantas bate recorde

O primeiro voo comercial direto entre as cidades de Nova Iorque e Sydney, com mais de 19 horas, terminou, este domingo, na cidade australiana. O teste realizado pela companhia aérea Qantas faz parte do Project Sunrise, …

Marcelo ficou "muito impressionado" pela destruição do furacão Lorenzo nos Açores

O Presidente da República visitou, este domingo, o porto das Lajes das Flores, que ficou destruído após a passagem do furacão Lorenzo pelos Açores, mostrando-se "muito impressionado" pela destruição "massiva". "Muito impressionado com aquilo que foi …

Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da formação espalhados pela Europa

O Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da sua formação a atuarem nas ligas europeias e o emblema português mais representado nas 'big 5', segundo o observatório de futebol do Centro Internacional de …